A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
1 pág.
Drenagem superficial e profunda de rodovias

Pré-visualização | Página 1 de 1

DRENAGEM SUPERFICIAL E PROFUNDA DE RODOVIAS 
 
A drenagem consiste em uma série de procedimentos realizados a fim de 
conduzir o excesso de água em um terreno, de modo a evitar infiltrações e 
assegurando a estabilidade das estruturas. 
Para rodovias, costuma-se dividir o sistema de drenagem em superficial e 
profunda. 
"A drenagem superficial de uma rodovia tem como objetivo interceptar e 
captar, conduzindo ao deságue seguro, as águas provenientes de suas áreas 
adjacentes e aquelas que se precipitam sobre o corpo estradal, resguardando 
sua segurança e estabilidade" (DNIT, 2006). Como exemplos de dispositivos de 
drenagem superficial, cita-se: valetas de proteção de cortes e aterros, sarjetas, 
descidas d'água, saídas d'água, caixas coletoras, etc. 
Quanto à drenagem profunda, "a água na natureza, provinda das chuvas 
que se formam na atmosfera, no que interessa a drenagem das estradas, tem 
dois destinos diferentes: parte escorre sobre a superfície dos solos e parte se 
infiltra, podendo formar lençóis subterrâneos" (DNIT, 2006). Visto isso, a 
drenagem profunda é aquela realizada em níveis abaixo do terreno. A mesma é 
realizada sobretudo para corrigir características do solo que podem inviabilizar a 
execução dos trabalhos no mesmo. Como exemplos de dispositivos de 
drenagem superficial, cita-se: drenos profundos, drenos espinha de peixe, 
colchões drenantes, drenos, valetões laterais e drenos verticais de areia.