A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
28 pág.
Controles_na_Administracao_Publica_Aula_5

Pré-visualização | Página 1 de 6

Instituto Serzedello Corrêa
CONTROLES NA 
ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA
Aula 5 
Controle Social
RESPONSABILIDADE PELO CONTEÚDO
Tribunal de Contas da União
Secretaria Geral da Presidência
Instituto Serzedello Corrêa
Diretoria de Diagnóstico, Planejamento e Desenvolvimento de Ações Educacionais
Diretoria de Promoção de Ações Educacionais e Relações Institucionais
Serviço de Diagnóstico, Planejamento e Desenvolvimento de Ações Educacionais 
Serviço de Ações Educacionais a Distância 
CONTEUDISTA
Renato Santos Chaves
REVISOR
Antonio José Saraiva de Oliveira Junior
TRATAMENTO PEDAGÓGICO
Flávio Sposto Pompeo
Silvia Helena de C. Martins
REVISÃO GRAMATICAL
Gabriella Nascimento Cordeiro Pereira
RESPONSABILIDADE EDITORIAL 
Tribunal de Contas da União 
Secretaria Geral da Presidência 
Instituto Serzedello Corrêa 
Centro de Documentação 
Editora do TCU
PROJETO GRÁFICO
Ismael Soares Miguel
Paulo Prudêncio Soares Brandão Filho
Vivian Campelo Fernandes
DIAGRAMAÇÃO
Vanessa Vieira
© Copyright 2014, Tribunal de Contas de União 
<www.tcu.gov.br>
Permite-se a reprodução desta publicação, em parte ou no todo, sem alteração do conteúdo, desde que citada a 
fonte e sem fins comerciais.
Este material tem função didática. A última atualização ocorreu em novembro de 2014. As afirmações 
e opiniões são de responsabilidade exclusiva do autor e podem não expressar a posição oficial do 
Tribunal de Contas da União.
Atenção!
[ 3 ]Aula 5: Controle Social
Aula 5 – Controle Social
O que é controle social?
Como posso tomar conhecimento do dinheiro que chega ao meu 
município?
Como eu posso exercer o controle social?
Como e onde posso denunciar fraudes?
Como o cidadão pode contribuir para a boa aplicação dos 
recursos públicos pelos governantes?
É exatamente esse controle exercido pelo cidadão ou pela 
sociedade em geral que conhecemos como controle social. Existem 
meios para se exercer o controle social, participando de Conselhos 
ou mesmo pesquisando sobre os recursos que são aplicados nos estados 
e municípios, utilizando-se da internet.
Veremos que os próprios órgãos oficiais de controle 
disponibilizam canal de comunicação direto com a sociedade, ou 
seja, as ouvidorias. Vamos mergulhar nesta aula e ver o que nos 
espera.
Para facilitar o estudo, este tópico está organizado da seguinte forma:
Aula 5 – Controle Social ���������������������������������������������������������������������������������������������3
1� Conceituação de Controle Social ���������������������������������������������������������������������5
2� Forma de interação com a Administração ����������������������������������������������������73� Conselhos de controle social de Políticas Públicas �����������������������������7
3�1� Histórico - implantação de Conselhos no Brasil �������������������������������������7
3�2� Base Legal sobre Conselhos de Políticas Públicas ���������������������������������8
3�3� Conselho Municipal de Assistência Social (CMAS) ��������������������������������8
3�4� Conselho de Alimentação Escolar (CAE) �������������������������������������������������10
3�5� Conselho de Acompanhamento e Controle Social do Fundeb 
(CACS) �����������������������������������������������������������������������������������������������������������������������������11
3�6� Acesso a informações disponibilizadas na internet ����������������������13
3�7� Lei de Acesso à Informação (Lei 12�527, de 18/11/2011) ��������������15
3�7�1 Portal da Transparência do Governo Federal �������������������������������������17
3�7�2 Tesouro Nacional �������������������������������������������������������������������������������������������18
3�7�3 Fundo Nacional de Saúde ����������������������������������������������������������������������������19
3�7�4 Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação – FNDE ��������20
3�7�5 Tribunal de Contas da União ����������������������������������������������������������������������21
3�7�6 Outros sites �������������������������������������������������������������������������������������������������������22
[ 4 ] CONTROLES NA ADMINISTRAÇÃO
Todos prontos?
Então, vamos começar.
3�8� Ouvidoria ���������������������������������������������������������������������������������������������������������������23
3�8�1� Legislação Básica �������������������������������������������������������������������������������������������25
3�8�2� Vinculação da Ouvidoria �����������������������������������������������������������������������������26
3�8�3� Implantação da Ouvidoria ��������������������������������������������������������������������������26
Síntese ��������������������������������������������������������������������������������������������������������������������������������27
Referências bibliográficas ������������������������������������������������������������������������������������28
[ 5 ]Aula 5: Controle Social
1. Conceituação de Controle Social
Data de 1901 a primeira obra a tratar do assunto controle social, 
escrita pelo sociólogo americano Edward A. Ross (1866 – 1951). Segundo 
ele, o ser humano herda quatro instintos:
• simpatia;
• sociabilidade;
• senso de justiça;
• ressentimento ao maltrato.
Em grupos e comunidades pequenas e homogêneas, esses 
quatro instintos permitem o desenvolvimento de relações sociais 
harmoniosas entre os seus componentes. Na medida em que a 
sociedade se torna mais complexa, as relações sociais tendem 
a se tornar impessoais e contratuais. Os instintos naturais e 
sociais do homem fragilizam-se, tendo o grupo de lançar mão de 
determinados mecanismos sociais a fim de controlar as relações 
entre seus membros. Os controles instintivos do homem são, então, 
substituídos por recursos artificiais: lei, opinião pública, crença, 
religião, convenções etc. São meios que a sociedade emprega para 
obter um comportamento ordenado. Esses mecanismos constituem o 
controle social, que visa a regular o comportamento dos indivíduos 
e propiciar à sociedade ordem e segurança.
O controle social exercido diretamente sobre as Políticas 
Públicas, consubstanciadas em planos e leis orçamentárias, 
traduz- se no controle que os membros da sociedade exercem 
sobre a execução orçamentária e financeira dos recursos públicos.
O controle social pode ser exercido diretamente pelos cidadãos, 
de forma isolada, na qual cada indivíduo percebe e verifica o 
comportamento dos gestores frente às ações governamentais. Existem 
Organizações Não-Governamentais (ONGs), compostas por 
voluntários e profissionais das mais diversas áreas, que atuam na 
vigilância das despesas públicas, a exemplo da entidade “Contas 
Abertas” (www.contasabertas.com.br/) e do “Instituto de Fiscalização 
e Controle – IFC” (www.ifc.org.br).
O controle social pode ser exercido, também, de forma 
coletiva pelos Conselhos de Políticas Públicas. Vejamos como as 
ações do controle social são efetivadas, segundo a forma individual 
ou coletiva.
[ 6 ] CONTROLES NA ADMINISTRAÇÃO
Controle Social Individual
• verifica a execução de licitações, serviços, obras; 
• pesquisa informações sobre a prestação de contas, transferências 
de recursos e sua aplicação;
• denuncia irregularidades, manifesta desacordo com atos 
administrativos, alerta quanto a possíveis prejuízos à 
sociedade, orienta os demais cidadãos quanto à gestão dos 
recursos públicos levada a cabo pelos governantes.
Controle Social exercido pelos Conselhos
• função fiscalizadora: acompanhamento e controle dos atos 
praticados pelos gestores públicos;
• função mobilizadora: