A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
122 pág.
05_disciplinas_ft_ie_caderno_10_teorias_do_espaco_educativo

Pré-visualização | Página 25 de 25

dos usuários da escola (campanhas educativas). Em 
segundo lugar, pelo uso de materiais não poluentes e que podem 
ser reaproveitados e reciclados. Os materiais de construção da escola 
enquadram-se nesse último tipo. Em terceiro lugar, pela programação 
de ações coletivas de limpeza, envolvendo estudantes, professores e 
funcionários.
Teorias do Espaço EducativoRede e-Tec Brasil 118
Reúna os funcionários da sua escola e discuta 
com eles a questão da limpeza e da beleza da sua 
escola. Elaborem um plano de ação em curto prazo. 
Fotografe alguns ambientes antes e depois das ações e ilustre 
seu memorial.
Rede e-Tec Brasil119
ALMEIDA, Jaime Gonçalves de. Significado das Práticas Construtivas na Aprendizagem 
Universitária da Arquitetura. In: Revista Brasileira de Estudos Pedagógicos. Brasília: MEC. v.85, 
n.209/210/211, p.85-100, jan./dez.2004.
AZEVEDO, F. A cultura brasileira: a transmissão da cultura. São Paulo: Edições Melhoramentos, 
1958.
BERNSTEIN, B. A estruturação do discurso pedagógico: classe, códigos e controle. Petrópolis: 
Editora Vozes, 1990.
BERNSTEIN, B. (Trad.T.Tadeu da Silva e L.F Gonçalves Pereira) A Estrutura do Discurso 
Pedagógico. Petrópolis: Vozes, 1996. v. IV. (Edição Inglesa)
BOURDIEU, Pierre. A economia das trocas simbólicas. São Paulo: Editora Perspectiva, 2003.
CARVALHO, Benjamin A. Desenho geométrico. Rio de Janeiro: Sociedade Editora e Gráfica 
Ltda., 1965.
COLEÇÃO MEMÓRIA DA PEDAGOGIA, n2: Liev Seminovich Vygostsky: uma educação dialética. 
(Editor: M. da Costa Filho; Colaboradores A. L. Frizman. et. al.) Rio de Janeiro : Ediouro; São 
Paulo: Segmento - Duetto, 2005.
COLEÇÃO MEMÓRIA DA PEDAGOGIA, n3: Maria Montessori: o indivíduo em liberdade. (Editor: 
M. da Costa Filho; Colaboradores A. A. et. al.) Rio de Janeiro: Ediouro; São Paulo: Segmento 
– Duetto, 2005.
COLEÇÃO MEMÓRIA DA PEDAGOGIA. n4: Paulo Freire: a utopia do saber. (Editor: M da costa 
Filho; M. Gadotti. et. al.) Rio de Janeiro: Ediouro; São Paulo: Segmento-Duetto, 2005.
COSTA, L. Registro de uma vivência. São Paulo: Empresa das Artes, 1995.
FAUSTO, Boris. História Geral da Civilização Brasileira: Tomo III, O Brasil republicano. São Paulo: 
Difel, 1978. v. 2
Referências
Teorias do Espaço EducativoRede e-Tec Brasil 120
FREIRE, Paulo. A educação na cidade. São Paulo: Editora Cortez, 1991.
____________. Pedagogia do oprimido. São Paulo: Ed. Paz & Terra, 1974.
FUNDAÇÃO EDUCACIONAL DO DISTRITO FEDERAL – FEDF / GDF. Escolas da FEDF, VI – Brasília, 
Cruzeiro, Guará, Planaltina, Sobradinho; VII – Brazilândia, Ceilândia, Gama, Núcleo Bandeirante, 
Taguatinga. Brasília: Secretaria de Educação e Cultura – SEC/FEDF/GDF, 1985.
GALVÃO, I. Henri Wallon: uma concepção dialética do desenvolvimento infantil. Petrópolis: 
Editora Vozes, 2001.
GRAEFF, Edgar A. O edifício. São Paulo: Editora Projeto, 1976.
INSTITUTO DE ARQUITETOS DO BRASIL, Documentos do IAB: tabela de honorários. Brasília: 
IAB – Departamento do Distrito Federal, 1993.
LE CORBUSIER. (pseudônimo de Charles Edouard Jeanneret) Mensaje a los estudientes de 
arquitetura. Buenos Aires: Ediciones Finito, 1967.
LIMA. L.O. Piaget: sugestões aos educadores. Petrópolis: 1999.
LIPPSMEIER, G. Tropenbau building in the tropics. München: Verlag Georg D.W. Callwey, 1969.
MACHADO, L.G. Barroco Mineiro. São Paulo: Editora Perspectiva S.T. 1969.
MIZOGUCHI, S. M. Rudolf Steiner e a Pedagogia Waldorf. Coleção Memória da Pedagogia - 
Educação no Século XXI: Perspectivas e tendências, n. 6, 2006.
MONTANER, Josep M. Arquitectura y crítica. Barcelona: Editorial Gustavo Gili, S.A., 2004.
OLGYAY, V. Clima y arquitetura en Colombia. Cali: Universidad del Valle-Facultad de Arquitetura, 
1968.
POLLARD, M. Maria Montessori. Porto Alegre: Editora Globo, 1993. Coleção Personagens que 
mudaram o Mundo - Grandes humanistas.
SILVA, P. Acústica arquitetônica. Belo Horizonte: Edições Engenharia e Arquitetura, 1971.
SRERSON, F. Visão do Mundo: arquitetura Brasileira: Edição Alva, 2001.
Rede e-Tec Brasil121
TOLEDO, Eustáquio. Ventilação natural das habitações. Maceió: Editora da Universidade Federal 
de Alagoas, 1999.
VEIGA, I.P.A.; RESENDE, L.M.G. (orgs). Escola: espaço do projeto político-pedagógico. 16 ed. 
Campinas: Papirus,1998.
VIGOTSKI, Lev. S. A construção do pensamento e da linguagem. São Paulo: Editora Martins 
Fontes, 2001.
WITTKOWER, R. La arquitectura en la edad del humanismo. Buenos Aires: Ediciones Nueva 
Visión, 1968.
ZEVI, Bruno. Saber ver a arquitetura. São Paulo: Editora Martins Fontes, 1996. 
Teorias do Espaço EducativoRede e-Tec Brasil 122
ARNHEIM, Rudolf. Arte e percepção visual: uma psicologia da visão criadora. Nova
Versão. Tradução por Ivonne Terezinha de Faria. 1984. 7. ed. São Paulo:Livraria Pioneira Editora, 
1992.
CARPINTERO, Antonio Carlos. Sobre o conceito de espaço. Trabalho Programado. São Paulo: 
USP – FAU, 1986.
DEMO, Pedro. A nova LDB: ranços e avanços. São Paulo: Papirus Editora, 1997.
____________. Discurso do método & regras para a direção do espírito. Tradução de Pietro 
Nassetti. São Paulo: Editora Martin Claret, 2003.
DESCARTES, René. Meditações Metafísicas. In: Descartes. São Paulo: Abril Cultural, 1978.
_____________. Pedagogia do oprimido. Rio de Janeiro: Editora Paz e Terra, 1974.
HALL, Edward T. The Hidden Dimension. Tradução do Inglês para o Espanhol por Joaquín 
Hernández Orozco: La dimensión oculta: enfoque antropológico del uso del espacio. Madrid : 
Instituto de Estudios de Administración Local, 1973.
KANT, Immanuel. Crítica da razão pura. (1781). Tradução de Alex Marins. São Paulo: Editora 
Martin Claret, 2003.
LEFÈBVRE, Henri. La production de L’espace. Paris: Éditions Anthropos, 1974.
PIAGET, Jean.; INHELDER, Bärbel. La réprésentation de l’espace chez l’enfant. Paris: PUF – 
Presses Universitaires de France, 1948.
PIAGET, Jean. Epistemologia Genética. In: Piaget. São Paulo: Abril Cultural, 1983. (Coleção Os 
Pensadores).
SANTOS, Milton. Espaço & método. São Paulo: Livraria Nobel S.A.,1985.
Outras Fontes

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.