A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
3 pág.
RESUMO- CÍCLO DO AÇUCAR

Pré-visualização | Página 1 de 1

 Esse foi uma das principais 
bases econômicas, sociais e 
culturais aqui no Brasil 
Colônia, nos meados dos 
séculos XVI e XVIII. 
 
 Ocorreu por meio da 
importação pelos portugueses 
do sistema sismarias, que era 
responsável pela distribuição 
de terras para a produção 
agrícola na colônia 
portuguesa. 
 Este processo foi muito 
importante para a ocupação 
territorial que aos poucos, 
formou boa parte do que 
representa a geografia atual do 
Brasil. 
 
 
 Foi nesse período que eles 
se formaram e os engenhos 
eram as unidades produtivas 
que eram responsáveis pela 
moenda da cana de açúcar, 
além de concentrar o 
exercício de outras 
atividades importantes para 
esse período, tal como a 
produção de cachaça. 
 
 Se iniciou no período Brasil 
Colônia, na época em que as 
capitanias hereditárias 
foram criadas.
 Nossa empresa açucareira 
teve duração entre os 
períodos de XVI á XVIII e 
foi a maior empresa agrícola 
do ocidente.
 No nordeste brasileiro. 
 Foi no Nordeste, onde a 
empresa atingiu seu ápice de 
desenvolvimento. 
 A área de desenvolvimento foi 
na zona da mata, que se 
estende em uma faixa litorânea 
do Rio Grande do Norte até o 
Recôncavo baiano. 
 
 
 
 
 
 
. 
 Portugal passou a 
desenvolver a produção de 
açúcar em maior escala a 
partir do século XV, nas 
Ilhas da Madeira, Açores e 
Cabo Verde, então, antes 
dessa produção chegar aqui 
por volta do século CVI, os 
portugueses já dominavam 
as técnicas de produção 
açucareira, incluindo a 
implementação da mão de 
obra escrava. 
 
 
 Se instalou em 1500. 
 Eles não implementaram de 
primeira a produção do 
açúcar. 
 Até 1530, foi consolidado o 
ciclo do pau-brasil, onde a 
madeira era o principal 
produto comercializado 
entre a colônia e a 
metrópole. 
 A partir da expedição 
colonizadora que foi 
designado para Martim 
Afonso de Sousa, pelo 
Império português, entre os 
anos de 1530 até 1532, foi aí 
que a produção açucareira 
começou a ser produzida e 
desenvolvida e mais para 
frente se tornou a base 
econômica da colônia até o 
século XVIII e caracterizou 
o ciclo cana de açúcar. 
 
 
 
 Com a expansão marítima e a 
descoberta de novos territórios nas 
Américas pelos espanhóis e 
portugueses, outras nações, 
como França, Holanda, Inglaterra,
 despertaram o interesse em 
promover suas próprias conquistas e 
participarem ativamente de todo o 
comércio decorrente disso. Essa nova 
configuração ditou o 
desenvolvimento econômico e 
político dos principais países 
europeus entre os séculos XV e 
XVIII, dentro do contexto do que 
conhecemos por mercantilismo, o 
conjunto de práticas econômicas 
adotado pelas nações europeias entre 
o século XV e o século XVIII. 
 Nesse sentido, Portugal começou a 
sentir seu império ultramarino 
ameaçado, sobretudo pela França e 
pela Holanda, que, entre os séculos 
XVI e XVII, chegaram a invadir as 
terras brasileiras e 
estabelecerem, projetos de 
colonização. 
 
 
 
 
 
 
 
https://mundoeducacao.uol.com.br/historiageral/mercantilismo.htm
 
 
 Até o começo do século XVII, a 
produção açucareira no Brasil não 
parou de crescer, alcançando o 
apogeu nas três primeiras décadas 
desse século. As principais causas 
do fim do ciclo da cana-de-açúcar 
foram: 
 Em 1580, Portugal passou para o 
domínio da Espanha; 
 A Espanha estava em guerra com a 
Holanda; 
 No início do século XVII, os 
holandeses controlavam o comércio 
marítimo dos países europeus; 
 Portugal perdeu para a Holanda a 
melhor parte de sua colônia, que 
eram as terras já cultivadas e 
prósperas de Pernambuco; 
 O mercado de açúcar, para Portugal, 
desorganizou-se e a produção 
começou a cair. 
 Em 1640, quando Portugal se viu 
livre do domínio Espanhol, o Brasil 
já não era importante no mercado 
mundial de açúcar.