A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
161 pág.
3º Ano EM Regular Diurno

Pré-visualização | Página 8 de 34

para
classificar uma doença. O esquema abaixo ajudará, você, a compreender o que falamos.
 
- Organizando as ideias: 
 
1- Uma pessoa que não tem nenhuma doença está necessariamente saudável? Justifique.
 
2- Cite e explique pelo menos uma atitude que pode ajudar a prevenir cada um dos tipos de
doença a seguir: infecciosa, ocupacional, degenerativa, carencial e sexualmente transmissível.
 
3- Um casal tem dúvidas sobre qual método contraceptivo deve usar. Eles utilizavam a
tabelinha e o coito interrompido e achavam que, por usarem dois métodos, estavam
protegidos. Explique para o casal por que os métodos escolhidos não são os mais seguros e dê
duas opções de combinações de métodos contraceptivos mais eficientes, explicando sobre a
eficácia de cada um deles.
 
Analise o quadro abaixo:
 
O gráfico apresenta dados sobre mortalidade infantil no Brasil. Analise-o e responda às
questões de 04 a 09.
32
ATIVIDADES
No atual cenário, em relação à COVID-19, a OMS, em 11 de março de 2020, declarou situação de
pandemia para a doença causada pelo novo coronavírus, orientando como principal forma de
prevenção o isolamento social. Essa determinação só foi possível graças a estudos
epidemiológicos sobre a doença.
 
Ainda, tomando como exemplo a COVID-19, temos como uma das hipóteses sobre a forma de
contaminação das primeiras pessoas com o vírus a comercialização de animais selvagens, na
China, para fins de consumo. Sabendo que esta comercialização na China é legalizada, temos a
consciência do impacto dessa atitude para o meio ambiente, podendo levar as espécies
comercializadas à extinção e, em casos extremos, o surgimento de novas doenças aos seres
humanos.
33
Qual foi, aproximadamente, a taxa de mortalidade infantil no Brasil em 1990?
 
Quais são as duas regiões que apresentaram as menores taxas de mortalidade infantil em 2007?
 
Qual região apresentou as maiores taxas de mortalidade infantil no período mostrado no
gráfico?
 
Quais fatores você considera que estão relacionados aos fatos apresentados nas respostas das
duas questões anteriores?
 
Qual região apresentou a maior variação na taxa entre 1990 e 2007?
 
Quais ações podem estar relacionadas a essa variação?          
 
Saiba mais …
 
Você poderá aprofundar seus conhecimentos buscando outras fontes de informações:
 
https://www.youtube.com/watch?v=9CwalgGaAus
 
https://www.youtube.com/watch?v=brnUrUU81Ow&t=249s
 
https://www.youtube.com/watch?v=SwomwkwuA5Y
 
https://www.youtube.com/watch?v=K_IOwz8GasE&t=1s
 
https://www.youtube.com/watch?v=DCfl0QAufCA
 
https://www.youtube.com/watch?v=55uwR_yLb4o
 
https://saude.gov.br/ - Ministério da Saúde
 
http://www.fiocruz.br/bibsp/cgi/cgilua.exe/sys/start.htm?sid=107 – Biblioteca de Saúde
Pública da FIOCRUZ
 
https://mega.nz/#F!SvB1VTrI!5bdaGJ_GuZDvkx-5xmV1fw – Baixar a pasta “Aula Livre –
Biologia”
 
https://mega.nz/#F!DyISxZ4T!bOObBkfGZKS2SXJPVjecLQ – Baixar a pasta “Biologia”
34
 
HABILIDADE(S): 
. Identificar as principais doenças endêmicas e mortalidade infantil da região em que os
alunos moram ou do Brasil, e relacioná-las com as condições ambientais e qualidade de
vida, como: destino do esgoto e lixo, água, moradia, acesso a atendimento médico e a
educação.
. Analisar dados em tabelas e gráficos sobre doenças infectocontagiosas e parasitárias,
considerando a idade. 
. Associar a presença de lixo a doenças infectocontagiosas e parasitárias. 
. Comparar a incidência de doenças endêmicas, na região onde mora, com dados de outras
regiões do Brasil e associar às condições de vida. 
. Identificar modos de transmissão e prevenção das doenças infectocontagiosas e
parasitárias comuns à região. 
. Propor melhorias na comunidade de modo a diminuir a incidência de doenças
infectocontagiosas e parasitárias. 
. Analisar possíveis soluções para obtenção e manutenção de água potável (própria para o
consumo humano).
. Identificar as principais doenças carenciais, como as provocadas por deficiências
alimentares, ocupacionais, como a LER, e as provocadas por materiais presentes no
ambiente, como a silicose. 
. Analisar relatos de pesquisas para identificar as principais medidas preventivas para as
doenças endêmicas
. Avaliar propostas que visem à melhoria das condições ambientais distinguindo entre a
responsabilidade individual e a responsabilidade que demanda a participação do coletivo
ou poder público. 
. Elaborar tabelas com dados comparativos que evidenciem as diferenças nos indicadores
de saúde da população de diversas regiões brasileiras. 
. Avaliar situações que colocam as pessoas em risco, tais como: tipo de alimentação;
qualidade de vida; qualidade do ambiente.
. Relacionar o reaparecimento de determinadas doenças com a ocupação desordenada
dos espaços urbanos e a degradação ambiental.
. Relacionar dados sobre o reaparecimento de certas doenças, como dengue e cólera, com
o cuidado, individual e coletivo, com o ambiente.
OBJETO DE CONHECIMENTO: Corpo Humano e Saúde
SEMANA 2
UNIDADE(S) TEMÁTICA(S): BIODIVERSIDADE
CONTEÚDOS RELACIONADOS: Os seres vivos
1- (UEL-PR)
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Com base na figura e nos conhecimentos sobre o tema, analise as afirmativas a seguir:
 
I. Epidemia se caracteriza por uma elevação progressiva, inesperada e descontrolada do
número de casos de doenças durante um período numa população, ultrapassando os valores
endêmicos ou esperados.
 
II. Epidemias são endemias que ocorrem ao mesmo tempo em vários países. A peste bubônica,
na Idade Média, e a gripe espanhola, no início do século XX, são exemplos de epidemias que
ocorreram ao longo da história da humanidade.
 
III. Endemia é definida como a presença de uma doença em uma população de determinada
área geográfica, ou refere-se à prevalência usual de uma doença em um grupo populacional ou
em uma área geográfica.
 
IV. A extensão geográfica de uma epidemia pode ser restrita a um bairro ou atingir uma cidade,
um estado ou um país, podendo se estender por horas, no caso das infecções alimentares ou
semanas, nos casos de gripes ou vários anos no caso da AIDS.Assinale a alternativa que contém
todas as afirmativas corretas.
 
a) I e II
 
b) II e IV
 
c) III e IV
 
d) I, II e III
 
e) I, III e IV
35
ATIVIDADES
2- (ENEM) Durante as estações chuvosas, aumentam no Brasil as campanhas de prevenção à
dengue, que têm como objetivo a redução da proliferação do mosquito Aedes aegypti,
transmissor do vírus da dengue. Qual proposta preventiva poderia ser efetivada para diminuir a
reprodução desse mosquito?
a) Instalação de telas nas portas e janelas, pois o mosquito necessita de ambientes cobertos e
fechados para a sua reprodução.
b) Substituição das casas de barro por casas de alvenaria, haja vista que o mosquito se
reproduz na parede das casas de barro.
c) Remoção dos recipientes que possam acumular água, pois as larvas do mosquito se
desenvolvem nesse meio.
d) Higienização adequada de alimentos, visto que as larvas do mosquito se desenvolvem nesse
tipo de substrato.
e) Instalação de filtros de água nas casas, visto que a reprodução do mosquito acontece em
águas contaminadas.
 
3- (ENEM) Observe a imagem.
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
A condição física apresentada pelo personagem da tirinha é um fator de risco que pode
desencadear doenças como:
a) anemia.
b) beribéri. 
c) diabetes.
d) escorbuto.
e) fenilcetonúria.
 
4- (ENEM) A contaminação pelo vírus da rubéola é especialmente preocupante em grávidas,
devido à síndrome da rubéola congênita (SRC), que pode levar ao risco de aborto e
malformações congênitas. Devido a campanhas de vacinação específicas, nas últimas décadas
houve uma grande diminuição de casos de rubéola entre as mulheres, e, a partir de 2008, as
campanhas se intensificaram e têm dado maior enfoque à vacinação de homens jovens.
[BRASIL. Brasil livre da rubéola: campanha nacional de vacinação para eliminação da rubéola.
Brasília: Ministério da Saúde, 2009 (adaptado)].
36
Considerando a preocupação com a ocorrência da SRC, as campanhas passaram a dar enfoque
à vacinação dos homens, porque eles
a) ficam mais expostos a

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.