A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
161 pág.
3º Ano EM Regular Diurno

Pré-visualização | Página 9 de 34

esse vírus.
b) transmitem o vírus a mulheres gestantes.
c) passam a infecção diretamente para o feto.
d) transferem imunidade às parceiras grávidas.
e) são mais suscetíveis a esse vírus que as mulheres.
 
5- As doenças virais, geralmente, não possuem um tratamento específico, sendo ideal,
portanto, a prevenção. Uma das principais formas de se prevenir contra doenças como a febre
amarela e a gripe, por exemplo, é:
a) o uso de soros.
b) o consumo de vitamina C.
c) o uso de anti-inflamatórios.
d) a vacinação.
e) o uso de antibióticos.
 
6- (ENEM) A utilização de extratos de origem natural tem recebido a atenção de pesquisadores
em todo o mundo, principalmente nos países em desenvolvimento que são altamente
acometidos por doenças infecciosas e parasitárias. Um bom exemplo dessa utilização são os
produtos de origem botânica que combatem insetos. O uso desses produtos pode auxiliar no
controle da:
a) esquistossomose.
b) leptospirose.
c) leishmaniose.
d) hanseníase.
e) AIDS.
 
Saiba mais…
Você poderá aprofundar seus conhecimentos buscando outras fontes de informações:
https://www.youtube.com/watch?v=9CwalgGaAus
https://www.youtube.com/watch?v=brnUrUU81Ow&t=249s
https://www.youtube.com/watch?v=SwomwkwuA5Y
https://www.youtube.com/watch?v=K_IOwz8GasE&t=1s
https://www.youtube.com/watch?v=DCfl0QAufCA
https://www.youtube.com/watch?v=55uwR_yLb4o
https://saude.gov.br/ - Ministério da Saúde
http://www.fiocruz.br/bibsp/cgi/cgilua.exe/sys/start.htm?sid=107 – Biblioteca de Saúde
Pública da FIOCRUZ
https://mega.nz/#F!SvB1VTrI!5bdaGJ_GuZDvkx-5xmV1fw – Baixar a pasta “Aula Livre –
Biologia”
https://mega.nz/#F!DyISxZ4T!bOObBkfGZKS2SXJPVjecLQ – Baixar a pasta “Biologia”
37
38
 
HABILIDADE(S): 
. Identificar as principais doenças endêmicas e mortalidade infantil da região em que os
alunos moram ou do Brasil, e relacioná-las com as condições ambientais e qualidade de
vida, como: destino do esgoto e lixo, água, moradia, acesso a atendimento médico e a
educação.
. Analisar dados em tabelas e gráficos sobre doenças infectocontagiosas e parasitárias,
considerando a idade. 
. Associar a presença de lixo a doenças infectocontagiosas e parasitárias. 
. Comparar a incidência de doenças endêmicas, na região onde mora, com dados de outras
regiões do Brasil e associar às condições de vida. 
. Identificar modos de transmissão e prevenção das doenças infectocontagiosas e
parasitárias comuns à região. 
. Propor melhorias na comunidade de modo a diminuir a incidência de doenças
infectocontagiosas e parasitárias. 
. Analisar possíveis soluções para obtenção e manutenção de água potável (própria para o
consumo humano).
. Identificar as principais doenças carenciais, como as provocadas por deficiências
alimentares, ocupacionais, como a LER, e as provocadas por materiais presentes no
ambiente, como a silicose. 
. Analisar relatos de pesquisas para identificar as principais medidas preventivas para as
doenças endêmicas
. Avaliar propostas que visem à melhoria das condições ambientais distinguindo entre a
responsabilidade individual e a responsabilidade que demanda a participação do coletivo
ou poder público. 
. Elaborar tabelas com dados comparativos que evidenciem as diferenças nos indicadores
de saúde da população de diversas regiões brasileiras. 
. Avaliar situações que colocam as pessoas em risco, tais como: tipo de alimentação;
qualidade de vida; qualidade do ambiente.
. Relacionar o reaparecimento de determinadas doenças com a ocupação desordenada
dos espaços urbanos e a degradação ambiental.
. Relacionar dados sobre o reaparecimento de certas doenças, como dengue e cólera, com
o cuidado, individual e coletivo, com o ambiente.
OBJETO DE CONHECIMENTO: Corpo Humano e Saúde
SEMANA 3
UNIDADE(S) TEMÁTICA(S): BIODIVERSIDADE
CONTEÚDOS RELACIONADOS: Os seres vivos
- Organizando as ideias:
 
1) (ENEM) Entre 1975 e 1999, apenas 15 novos produtos foram desenvolvidos para o tratamento
de tuberculose e de doenças tropicais, as chamadas doenças negligenciadas. No mesmo
período, 179 novas drogas surgiram para atender portadores de doenças cardiovasculares.
Desde 2003, um grande programa articula esforços em pesquisas e desenvolvimento
tecnológico de instituições científicas, governamentais e privadas de vários países para
reverter esse quadro de modo duradouro e profissional. Sobre as doenças negligenciadas e o
programa internacional, considere as seguintes alternativas:
 
I- As doenças negligenciadas, típicas das regiões subdesenvolvidas do planeta, são geralmente
associadas à subnutrição e à falta de saneamento.
II- As pesquisas sobre doenças negligenciadas não interessam à indústria farmacêutica porque
atingem países em desenvolvimento, sendo economicamente pouco atrativas.
III- O programa de combate às doenças negligenciadas endêmicas não interessa ao Brasil
porque atende a uma parcela muito pequena da produção.
 
Está correto apenas o que se afirma em:
a) I.
b) II.
c) III.
d) I e II.
e) II e III.
 
2) (ENEM) O Aedes aegypti é o vetor transmissor da dengue. Uma pesquisa feita em São Luís -
MA, de 2000 a 2002, mapeou os tipos de reservatório onde esse mosquito era encontrado. A
tabela abaixo mostra parte dos dados coletados nessa pesquisa.
39
ATIVIDADES
3) De acordo com essa pesquisa, o alvo inicial para a redução mais rápida dos focos do
mosquito vetor da dengue nesse município deve ser constituído por:
 
a) pneus e caixas d'água.
b) tambores, tanques e depósitos de barro.
c) vasos de plantas, poços e cisternas.
d) materiais de construção e peças de carro.
e) garrafas, latas e plásticos.
 
4) (ENEM) Durante as estações chuvosas, aumentam no Brasil as campanhas de prevenção à
dengue, que têm como objetivo a redução da proliferação do mosquito  Aedes aegypti,
transmissor do vírus da dengue.
 
Que proposta preventiva pode ser efetivada para diminuir a reprodução desse mosquito?
 
a) Instalação de telas nas portas e janelas, pois o mosquito necessita de ambientes cobertos e
fechados para sua reprodução.
b) Substituição de casas de barro por casas de alvenaria, haja vista que o mosquito se reproduz
na parede das casas de barro.
c) Remoção dos recipientes que possam acumular água, porque as larvas do mosquito se
desenvolvem nesse meio.
d) Higienização adequada de alimentos, visto que as larvas do mosquito se desenvolvem nesse
tipo de substrato.
e) Instalação de filtros de água nas casas, visto que a reprodução do mosquito acontece em
águas contaminadas.
 
5) (UNICESUMAR) O gráfico a seguir permite comparar os valores médios mensais de
precipitação e do número de casos de dengue registrados entre o período de 2007 a 2011 na
cidade de João Pessoa, PB.
40
A partir das informações fornecidas pelo gráfico e de aspectos gerais da dengue, foram
elaboradas as seguintes afirmativas:
 
I - Um gráfico desse tipo que fosse elaborado a partir de informações obtidas de uma cidade
situada no estado do Paraná apresentaria o mesmo padrão pluviométrico, porém, o maior
número de casos da doença seria registrado entre os meses de agosto a dezembro.
 
II - O fato de o transmissor da doença ser um inseto holometábolo cujo desenvolvimento larval
ocorre em ambiente aquático explica, juntamente com outros fatores, o aumento do número de
casos de dengue registrado entre os meses de abril a julho em João Pessoa.
 
III - O agente etiológico da dengue é o Aedes aegypti, um organismo que costuma migrar de
ambientes rurais para urbanos nos meses mais chuvosos do ano.
 
IV - Além de fatores climáticos, a fartura de alimento e a ausência de predadores também
contribuem de modo significativo para o aumento populacional do vetor da dengue no período
de maior incidência da doença registrado no gráfico. 
 
Está correto o que se afirma em:
a) I e III
b) II e IV
c) I, II e IV
d) II, III e IV
e) II e III
 
Saiba mais...
 
Você poderá aprofundar seus conhecimentos buscando outras fontes de informações:
https://www.youtube.com/watch?v=9CwalgGaAus
https://www.youtube.com/watch?v=brnUrUU81Ow&t=249s
https://www.youtube.com/watch?v=SwomwkwuA5Y
https://www.youtube.com/watch?v=K_IOwz8GasE&t=1s

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.