A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
1 pág.
Pontes - Conceito de infraestrutura, mesoestrutura e superestrutura

Pré-visualização | Página 1 de 1

PONTES - CONCEITO DE INFRAESTRUTURA, 
MESOESTRUTURA E SUPERESTRUTURA 
De acordo com a ABNT NBR 7188 (2013), uma ponte consiste na 
“estrutura sujeita a ação de carga em movimento, com posicionamento variável, 
aqui chamada de carga móvel, utilizada para transpor um obstáculo natural (rio, 
córrego, vale etc.)”. Em outras palavras, a ponte é uma estrutura que permite a 
transposição de veículos por obstáculos naturais. 
Nesse contexto, é comum discretizar a estrutura e, consequentemente, a 
obra, em três partes/etapas. São elas: 
• Infraestrutura: corresponde à porção inferior da ponte, isto é, à 
fundação, representada pelos elementos responsáveis por 
distribuírem as cargas provenientes da mesoestrutura e da 
superestrutura para o terreno. Visto isso, a infraestrutura é 
constituída por blocos, sapatas, estacas, tubulões, etc.; 
• Mesoestrutura: trata-se do conjunto de elementos estruturais 
situados na porção média estrutural da ponte. Tais elementos 
possuem a função de transmitir os esforços da superestrutura para 
a infraestrutura. A mesoestrutura é formada por pilares, aparelhos 
de apoio, travessas e encontros e, na maioria dos casos, ela está 
sujeita a consideráveis esforços externos por conta da ação da água 
e do vento; 
• Superestrutura: consiste nos elementos estruturais da porção 
superior da ponte, cuja função é receber e resistir aos esforços do 
trafego e, na sequência, transmiti-los para a mesoestrutura. Visto 
isso, a superestrutura engloba o tabuleiro e as lajes e vigas da ponte.