A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
7 pág.
Células, Tecidos e Órgãos Linfoides - Imunologia para Odontologia

Pré-visualização | Página 2 de 2

oxigênio e nitrogênio e a digestão proteolítica 
(muitas vezes precisam de citocinas produzidas por linfócitos T para 
serem ativados); 
 Ingestão de células mortas do hospedeiro; 
 Secreção de citocinas que regulam a resposta imune e promovem o 
reparo de tecidos lesionados (angiogênese e fibrose); 
 Atuam com APC´s para linfócitos T maduros; 
 
2- Neutrófilos: 
 Leucócitos polimorfonucleados – núcleo segmentado; 
 O mais abundante entre os leucócitos; 
 Mediam as fases iniciais da resposta inflamatória; 
 São os primeiros a chegar no processo inflamatório; 
 São granulócitos – possuem grânulos de 2 tipos: 
 Lisozima: colagenase e elastase; 
 Azurófilos: lisossomos que contém enzimas e outras 
substâncias microbianas. 
 
3- Mastócitos, eosinófilos e basófilos: 
 Presença de grânulos no citoplasma – mediadores 
inflamatórios e antimicrobianos; 
 Eosinófilos e basófilos são polimorfonucleados; 
 Envolvidos na proteção contra helmintos e nas respostas 
alérgicas; 
 
 
 
 
 
 Células Apresentadoras de Antígenos (APC’s): 
 Também chamadas de células acessórias; 
 Não apresentam receptores específicos para antígenos; 
 Participa do início da resposta imunológica; 
 Presentes nas portas de entrada para microrganismos. Ex: a pele, 
área gastrointestinal e área respiratória. 
 São células especializadas localizadas abaixo do epitélio, onde 
capturam antígenos e os transportam para os tecidos linfoides; 
Núcleo Bilobado/Riniforme 
Núcleo em forma 
de ferradura 
 
 
 Existem várias células apresentadoras de antígenos e elas vão 
apresentar antígenos para outras diferentes células. Alguns exemplos 
são: 
Células Apresentadoras de 
Antígenos 
Alvos: Células efetoras 
Células Dendríticas Linfócitos TCD4 Virgens 
Macrófagos e Linfócitos B Linfócito TCD4 Maduro 
Qualquer Célula Nucleada Linfócito TCD8 
 
 Como os linfócitos estão concentrados nos órgãos linfoides secundários, 
as células apresentadoras de antígenos (APC’s) irão migrar para esses 
órgãos. 
 
 APC – Células Dendríticas; 
 Mais importantes na ativação dos linfócitos T virgens; 
 Seu nome se dá pelos processos dendríticos longos; 
 Apresentam antígenos proteicos; 
 Exibem parte dos antígenos para os linfócitos T; 
 Quando reconhecem um antígeno, tornam-se móveis e migram 
para os OLS regionais; 
 
 Linfócitos da Imunidade Adquirida: 
 São os linfócitos T e B; 
 São as únicas células com receptores específicos para antígenos; 
 São morfologicamente semelhantes entre si, mas diferentes 
quanto à: linhagem, fenótipo e funcionamento. 
 Linfócitos T: Desenvolvem-se no timo; 
 Linfócitos B: Desenvolvem-se na medula e no fígado fetal; 
 
 Linfócitos T: 
 Responsáveis pela imunidade celular; 
 Possuem receptores que reconhecem fragmentos de peptídeos e 
antígenos ligados à MHC (complexo de histocompatibilidade 
principal); 
 TCD4 (helper ou auxiliares): 
 Ajudam o linfócito B na produção de anticorpos e fagócitos 
a destruir microrganismos fagocitados; 
 TCD8 (Citotóxicos): 
 Destroem células infectadas; 
 
 Linfócitos da Imunidade Inata (Natural Killer): 
 São mediadores da resposta inata; 
 Não expressam receptores de antígenos como as células B e T; 
 Importante contra vírus, tumores e bactérias intracelulares; 
 
 
 Produz IFN-y, responsável pela ativação de macrófagos; 
 Os linfócitos natural killer irão matar células infectadas ou células 
tumorais da mesma forma que o linfócito TCD8; 
 O que irá diferenciar um linfócito NK de um linfócito TCD8 
(citotóxico) é o mecanismo de reconhecimento da célula infectada. 
Enquanto o TCD8 possui receptores específicos para diferentes 
antígenos, o linfócito NK não.