A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
40 pág.
Projeto Integrador PI-IV - Entrega Final

Pré-visualização | Página 1 de 6

UNIVERSIDADE VIRTUAL DO ESTADO DE SÃO PAULO
Daniel Alves Dias Junior RA: 1811544
Fernando Henrique Manzano Miranda RA: 1818649
Halana Lavítola RA: 1813790
Jair Gonçalves Pereira Júnior RA: 1811049
Jadson Augusto da Silva RA:1808665
Luis Henrique Assumpção RA: 1805781
A UTILIZAÇÃO DE ESPAÇOS PÚBLICOS COMO MEIO DE INTEGRAÇÃO SOCIAL
 
 
	Apresentação do Projeto Integrador:
https://youtu.be/fSsMzKqbmrU
Américo Brasiliense – SP
2020
UNIVERSIDADE VIRTUAL DO ESTADO DE SÃO PAULO
A UTILIZAÇÃO DE ESPAÇOS PÚBLICOS COMO MEIO DE INTEGRAÇÃO SOCIAL
Relatório Técnico - Científico apresentado na disciplina de Projeto Integrador para o curso de Engenharia de Computação da Universidade Virtual do Estado de São Paulo (UNIVESP).
Américo Brasiliense – SP
2020
DIAS, Daniel; MIRANDA, Fernando; LAVÍTOLA, Halana; PEREIRA, Jair; SILVA, Jadson, ASSUMPÇÃO, Luis. A Utilização De Espaços Públicos Como Meio De Integração Social. 32f. Relatório Técnico-Científico. Engenharia de Computação – Universidade Virtual do Estado de São Paulo Tutora: Nilvânia Aparecida Spressola. Américo Brasiliense – SP, 2020.
RESUMO
As cidades sofrem atualmente novas formas de evolução e expansão. Encontramo-nos perante uma sociedade impulsionada por dinâmicas e processos divergentes, que se dissolve pelo território, resultado da adição de densidades concentradas, acessos viários e acumulações comerciais. Como os processos de periferização e suburbanização, conduzem ao desaparecimento da vivência do espaço público, quando as praças não são mais o lugar de encontro, quando o passeio público é reduzido a um percurso pedonal e o automóvel monopoliza a paisagem urbana. Paralelamente a um novo urbanismo fragmentário e hostil que imerge nas periferias das nossas cidades, vemos surgir novas formas de simular e viver cidades. Construídos imitando os espaços tradicionais da cidade, os novos espaços comerciais, que crescem nas zonas suburbanas atuais, copiam também os seus usos e suas tipologias. O modo como vivem nas cidades se reconfigura a cada dia, mediante as transformações da sociedade e o surgimento de novas políticas, tecnologias e opções alternativas de transporte. A urbanização, o adensamento e as altas taxas de motorização lançam desafios de planejamento e instigam as cidades a pensarem novos modelos de desenvolvimento. Em meio a transformações constantes, contudo, mantém-se intacta a importância dos espaços públicos para a qualidade de vida. Continuam a ser espaços de trocas, convivência e encontros. E continuam a ser vitais para o bem-estar no ambiente urbano. Para além das paredes que nos cercam, é na rua que a vida acontece. Pensando nisso utilizaremos como base para o projeto o estudo de praças públicas implantando tecnologias, juntamente com os esforços do poder público em conjunto com a sociedade. 
PALAVRAS-CHAVE: Espaços públicos; Tecnologia; Cidades.
DIAS, Daniel; MIRANDA, Fernando; LAVÍTOLA, Halana; PEREIRA, Jair; SILVA, Jadson, ASSUMPÇÃO, Luis. A Utilização De Espaços Públicos Como Meio De Integração Social. 32f. Relatório Técnico-Científico Engenharia de Computação – Universidade Virtual do Estado de São Paulo Tutor: Nilvânia Aparecida Spressola. Américo Brasiliense – SP, 2020
ABSTRACT
The cities are currently undergoing new forms of evolution and expansion. We are facing a society driven by divergent dynamics and processes, which is dissolved by the territory, the result of the addition of concentrated densities, road accesses and commercial accumulations. How the processes of peripheralization and suburbanization, lead to the disappearance of the experience of public space, when the squares are no longer the meeting place, when the public promenade is reduced to a pedestrian path and the car monopolizes the urban landscape. Parallel to a new fragmentary and hostile urbanism that immerses itself in the peripheries of our cities, we see new ways of simulating and living cities emerging. Built in imitation of the traditional spaces of the city, the new commercial spaces, which grow in the current suburban areas, also copy their uses and typologies. The way live in cities is reconfigured every day, through the transformations of society and the emergence of new policies, technologies and alternative transport options. Urbanization, densification and high motorization rates pose planning challenges and encourage cities to think about new models of development. In the midst of constant changes, however, the importance of public spaces for quality of life remains intact. They continue to be spaces for exchanges, coexistence and meetings. And they remain vital for well-being in the urban environment. Beyond the walls that surround us, life is on the street. With this in mind, we will use the study of public squares implanting technologies as a basis for the project, together with the efforts of the government in conjunction with society.
KEYWORDS: Public spaces; Technology; Cities.
LISTA DE ILUSTRAÇÕES
	Figura 1 – Lixeira Eletrônica .......................................................................................
	10
	Figura 2 – Lixeira Eletrônica - Escritório .....................................................................
	11
	Figura 3 – Lixeira Eletrônica – Área Externa ..............................................................
	11
	Figura 4 – Banco Tecnológico ....................................................................................
	12
	Figura 5 – Banco Solares ...........................................................................................
	12
	Figura 6 – Banco produzido pela Steora Standard ....................................................
	13
	Figura 7 – Smart Bench – Uso interno .......................................................................
	13
	Figura 8 – Smart Bench – 3D .....................................................................................
	14
	Figura 9 – Banco blocq solar – MMCITE – 3D ...........................................................
	14
	Figura 10 – Banco blocq solar – MMCITE ..................................................................
	15
	Figura 11 – Redes sem fio nas praças .......................................................................
	16
	Figura 12 – Gerador ultrassónico, repele pombos .....................................................
	18
	Figura 13 – Formulário de pesquisa parte 1 ...............................................................
	21
	Figura 14 – Formulário de pesquisa parte 2 ...............................................................
	22
	Figura 15 – Formulário de pesquisa parte 3 ...............................................................
	22
	Figura 16 – Uso de tecnologia ....................................................................................
	23
	Figura 17 – Frequência ..............................................................................................
	23
	Figura 18 – Segurança ambiente público ...................................................................
	24
	Figura 19 – Conservação ambientes e equipamentos ...............................................
	24
	Figura 20 – Avaliação .................................................................................................
	25
	Figura 21 – Visão geral da praça ...............................................................................
	26
	Figura 22 – Visão interna da praça ............................................................................
	26
	Figura 23 – Banco Solar ............................................................................................
	27
	Figura 24 – Gerador ultrassônico, repele pombos .....................................................
	27
	Figura 25 – Lixeira Eletrônica .....................................................................................
	27
	Figura 26 – Redes sem fio .........................................................................................
	28
LISTA DE ABREVIATURAS E SIGLAS