A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
1 pág.
Aula_2_Implicacoes_desenvolvimento_do_CAPM

Pré-visualização | Página 1 de 1

1 
 
Análise de investimentos em ações e 
fundos 
Cálculo de risco e decisão de investimentos 
 
Implicações desenvolvimento do CAPM 
 
 
Uma implicação a ser vista pelo CAPM é que os investidores analisarão os títulos e, então, 
escolherão uma carteira que eles considerem eficiente. Em equilíbrio, todos os investidores 
escolherão a mesma carteira eficiente, pois, conforme já observamos, existe uma 
concordância entre os investidores em relação ao retorno esperado, desvio padrão, 
variância e covariância, assim como a taxa livre de risco. 
 
Outra implicação é o fato de que em equilíbrio todos os ativos devem possuir uma 
determinada proporção a ser investida na carteira eficiente, isto é, no equilíbrio os ativos 
devem possuir uma proporção diferentemente de zero investida na carteira eficiente. 
 
Podemos justificar esta implicação por meio do teorema da separação, que diz que não é 
necessário saber as preferências dos investidores em relação ao risco e retorno para se 
determinar sua combinação ótima de ativos de risco. 
 
A regra básica que sustenta a teoria do CAPM está relacionada à carteira de mercado. Essa 
é definida por Sharpe como sendo a carteira composta por todos os ativos, na qual a 
proporção de cada ativo é relativa ao seu valor de mercado. O valor relativo de mercado 
de um ativo é igual ao valor agregado de mercado do ativo dividido pelo valor agregado 
de mercado de todos os ativos. 
 
Podemos considerar o CAPM fácil de ser usado. Entretanto, este modelo de fator único 
simplificado é incompleto, pois ele ignora o risco que surge do fator comum. O fato de que 
o Beta é o bastante para explicar o retorno esperado, fez com que muitos pesquisadores 
afirmassem que esses problemas poderiam ser explicados por modelos alternativos que 
considerassem mais de um fator, como é o caso do Arbitrage Pricing Theory (APT).