papper EJA 2019
8 pág.

papper EJA 2019


DisciplinaProdução de Trabalho Científico13 materiais57 seguidores
Pré-visualização2 páginas
8
A CONTEXTUALIZAÇÃO HISTÓRICA, ECONÔMICO E SÓCIO CULTURAL DOS SUJEITOS DO EJA.
Acadêmicos¹
Tutor Externo²
	
RESUMO
Todos os dias nos deparamos com quadros alarmentes de desigualdade seja ela social, cultural, econômica ou racial em nosso pais. Sendo o Brasil um país de terceiro mundo, já carrega em seu histórico marcas de uma pátria incapaz de oferecer o direito de igual maneira para todos. Tornando assim a Educação um dos grandes desafios entre outros que a cada ano que passa nossa tão querida e amada pátria vem acumulado para seu portfolio. Em meios a tantas buscas para assim amenizar a grande desigualdade que existe no país no campo educacional, surge uma preocupação maior ou uma necessidade eminente de ter pessoas mais preparadas para o mercado de trabalho e para o convívio social e cultural mediante as transformações tecnológicas que o país vem passando no decorrer dos tempos. Em meio a esse caos o Ministério da Educação, diante de tantos casos de evasão escolar e grande índice de anafabestismo, pensando nos jovens e adultos que tiveram seus estudos interrompidos por diversos motivos, foi implantado a Educação de Jovens e Adultos, com o grande desafio de encontrar soluções para vencer as dificuldades encontradas na modalidade de ensina, e assim podendo oprtunizar as pessoas que por algum motivo não pode permanecer ou nem tiveram oportunidade de engressar em uma escola para iniciar ou concluir seus estudos.
Palavras-chave: Educação. Diversidade, Direito, Adultos, Jovens, Sociedade, Evasão, Trabalho.
1 INTRODUÇÃO
O Brasil traz impreginado em seu hisórico uma marca cruel e desumana de desigualdade social, racial.
2 FUNDAMENTAÇÃO TEÓRICA
 Para 
2-1 HISTÓRICO SÓCIO CULTURAL E ECONOMICO DOS SUJEITOS DO EJA .
Na EJA á uma diversidade muito grande de pessoas, entre elas estão jovens com perfil de analfabetos funcionais, filhos de trabalhadores rurais não qualificados, migrantes índios de ocas rurais impossibilitados, jovens, adultos e idosos, pescadores, migrantes, imigrantes, indígenas, jovem de internação provisória, pessoas com deficiência, ciganos, diversos tipos de religião, raça e etinias.
Pessoas que ingressam na EJA estão à procura de resgatar o tempo perdido, todos vêm na EJA uma oportunidade de concluir seus estudos. Muitos que estão na EJA, sentem ameaça do desemprego, buscam com maior eficiência na formação dos seus filhos.
Geralmente quem adquiriu a modalidade da EJA, se aumentaram por fracasso da escola básica, politicas publicas ineficiente e o próprio preparo dos professores. Para alguém a EJA é vista como lagagem de mãos ou como um simples tapa buraco. De acordo com Santos
 Os jovens e adultos pouco escolarizados trazem consigo um instrumento de inferioridade, marcas de fracasso escolar, como resultado de reprovações, do não -aprender.A não \u2013aprendizagem , em muitos casos , decorrem de violência , porque o aluno não etendeu ás expectativas da escola, muitos foram excluídos da escola pela evasão ( outra reflexão do poder da escola e do poder social), outros deixaram em razão do trabalho infantil precose , na luta pela sobrevivência ( também intima do poder econômico). SANTOS ( 2003, PG 74) 
A EJA não tem uma característica direta para a juventude ou para pessoas mais velhas. Ela apenas é uma reparação social indivudualizada, ela é dirigida á pessoas que possuem o desejo de melhorar de vida. O objetivo da EJA é atender aquelas que não tiveram acesso á escola regular , dando autonomia e estimulando , dando em suas mãos responsabilidade de um mundo melhor, mais justo e solidário.
Por isso está nas mãos do docente o cuidado com expressões que são usadas para o aluno da EJA, importante não infatizarmos, para não causar constrangimentos , assim como na hora de ensina-los o docente tem um desafio grande , pois devido a diversidade de sujeitos inseridos na EJA, ouve algumas discussões por parte deles mesmo, pois na visão da modalidade EJA, seria para uma alternativa para pessoas mais velhas , que estão ali para em busca de contribuir conhecimento , pois para os mais velhos pessam que por serem jovens e que não precisam estar ali.
Mas se olharmos por outro lado, com toda essa diferença e diversidade de cultura e saberes, pode apresentar ganhos favorecendo a todos. A maioria dos jovens que ingressam na EJA, é para concluir seus estudos e garantir seu diploma e os mais velhos que querem adquirir conhecimentos que foram deixados de lado por algum motivo maior.
De acordo com o artigo 37 da LDB, a educação de jovens e adultos será determinada aqueles que não tiveram acesso ou continuidade dos estudos. A EJA é uma importante ferramenta de luta, conquista de espaço, para aqueles que foram colacados a mercê de todo e qualquer processo que impeçam de seguir com melhores condições de vida. 
Não só uma conquista de uma cidadania, mas também direito a livre expressão de cultura, manifestações característica de cada grupo étnico cultural.
Portanto a EJA, é um instrumento que ajuda o sujeito a descobrir os valores humanos, a desenvolver sua consciência critica , que impessa realizações de melhores condições de vida , a EJA trabalha com diversidade cultural , sendo uma estratégia importante pois contribui na construção da identidade nacional e econômica do sujeito que retornam seus estudos , normalmente são pescadors que vivem da pesca, artesoes , trabalhadores rurais , pessoas com trabalhos autônomos que vem na EJA uma said para um futuro mais produtivo.
2-2 EJA, EM BUSCA DE UMA NOVA OPORTUNIDADE.
 Muitos jovens e adultos deixaram de estudar por motivos maiores, autros por trabalho, outros por família e alguns por desanimo.
 A educação de jovens e adultos é uma instituição da Educação Básica que lava as pessoas que não conseguiram continuar ou não concluíram seus estudos e da oportunidade aos alunos a refletir sobre seus direitos e estimular os mesmos para ir a busca de conhecimento, assim criando um perpesctiva de qualidade de vida.
Os motivos que levam jovens e adultos a voltarem a estudar são muitos, dentre eles por um emprego, autoestima, apoio de familiares e cobrança da sociedade atual em constante transformação, pois hoje um dos tesouros do homem é o estudo.
Os jovens quando procuram o EJA são mais para terminar o ensino médio e fazer um curso superior e os adultos são quando a empresa exige escolaridade e muitos ainda não concluíram e assim procuram por motivos maiores, para ter oportunidade de empregos melhores.
Muitas mulheres estão voltando a estudar para ensinar seus filhos a tarefa da escola. Tem famílias que já perderam casas, dinheiro por motivo de não saber ler.
Ninguém educa ninguém, ninguém se educa a si mesmo, os homens se educam entre si mediatizados pelo mundo (FEIRE, PG 133, EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS) 
O EJA, é para resgatar a diguinidade do povo, por meio da Educação focado na diversidade e habilidades dos alunos. O adulto procura algo melhor para si e para sua família, tudo vem no aprendizado, nos estudos com ele alcançamos nossos sonhos e objetivos. 
Na educação devemos incluir os alunos de todas as idades, gênero, imigrantes, religião, deficientes, a educação ela é um diretos de todos e é um dever do estado garantir a todos a oportunidade de estudar.
Eliminar barreiras e ter mais participação dos professores e de todos que trabalha na educação. Saber ouvir, ter mais atenção e mostrar para o aluno que ele é peca fundamental no processo de aprendizagem, ajuda a aumentar a sua autoestima. 
 
 
2-3 FRACASSO ESCOLAR, TAMBÉM ACONTECE NO EJA?
 Hoje e sempre as pessoas estão numa constante busca, seja ela para adqurir bens financeiros, ou em busca da sua realização pessoal, 
3 MATERIAIS E MÉTODOS
	 A pesquisa é uma analise qualitativa, foi dado como base em livros, artigos e vídeos. Todos esses meios de pesquisas servem para um diagnostico para mais exato para saber er como anda a saúde educacional do Brasil, e índices alarmentes foram encontrados na educação básica do pais, a qual deveria ser um direitos e todos e dever do estado garantir que