A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
1 pág.
O envelhecimento da população e a questão da Previdência Social no país

Pré-visualização | Página 1 de 1

Tema: O envelhecimento da população e a questão da Previdência Social no país
Cecília Meireles e Adélia Prado já representavam em seus poemas modernistas um idoso triste, solitário e esquecido, muitas vezes negligenciado socialmente. Na contemporaneidade, tais escritos não se caracterizam apenas como criação literária, mas uma denúncia quanto a um dos maiores problemas do Brasil: o envelhecimento da população. Nesse âmbito, a negligência administrativa do setor público, bem como os impactos econômicos, são problemáticas a se ressaltar.
	De fato, a questão constitucional é um desafio frente ao envelhecimento populacional brasileiro. A esse respeito, o Estatuto do Idoso, cujo conteúdo garante o direito a saúde de qualidade, por exemplo, é inócuo, visto a realidade no fornecimento de medicamentos e profissionais geriatras no país – 1 para cada 24 mil idosos, segundo CFM. Esse cenário atinge diretamente a qualidade de vida dos idosos, visto que a rede pública de saúde não consegue fornecer atendimento e atenção adequados a essa parcela da população que, naturalmente, é fragilizada pela idade avançada sendo, assim, vítimas da indiferença social. Logo, é inaceitável a aceitação da ineficácia do Poder Público pela sociedade e pelos órgãos competentes.
	Outrossim, o déficit da Previdência Social ocasionado pelo aumento da população idosa é um desafio impactante na economia brasileira. Estima-se, pelo IBGE, que até 2030, a população idosa deve chegar a 30% no país. Esse rápido envelhecimento populacional, coloca em risco o futuro do sistema previdenciário, visto que a população ativa será menor que a inativa, caracterizando um déficit na contribuição econômica e, seguramente, faltaram ainda mais recursos para concessões de aposentadoria, afetando o crescimento econômico e pressionando os gastos públicos. Logo, é necessário encontrar mecanismos para adaptação frente a transição social prevista no futuro.
	O envelhecimento da população, paralelamente a questão da Previdência Social, é um desafio em questão no Brasil, por conseguinte, medidas devem ser adotadas. Convém ao Ministério da Saúde, por meio da mídia, divulgar o conhecimento e capacitação de profissionais clínicos geriátricos, além da parceria e troca de saberes com outras especialidades médicas, a fim de diminuir o fosso no atendimento ao idoso. Ademais, o Poder Público deve repensar o sistema previdenciário, com uma consulta pública, para aumentar o número de contribuições previdenciárias, tendo em vista o maior benefício para toda a população, atual e futura, e para a economia do país. Com essas medidas, o país distanciar-se-á da figura do idoso evidenciada na literatura modernista e passará a incluí-lo mais significativamente na sociedade.