Logo Passei Direto

A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
2 pág.
Tabela anatomia dental dos molares

Pré-visualização | Página 1 de 1

Dente
	Coroa
	Margem Incisal/Oclusal
	Face Vestibular
	Face Platina/Lingual
	Faces Proximais (contato)
	Colo
	Raiz
	1º Molar Superior
	Forma de cubo.
Diâmetro V-P maior
que M-D.
	Forma losangular.
4 cúspides: M-P de
maior volume,M-V, D-V, D-P. Sulcos em letra “H”. Cúspides M-L e D-V unidas por ponte de esmalte. Presença de vários
sulcos secundários.
	Forma trapeizodal.
Cúspide D-V (mais
pontuda) mais alta
que M-V (mais
larga). Sulco V-O pode terminar em uma fosseta vestibula
	Forma trapeizodal.
Lados proximais
convergem para raiz. Tubérculo de
Carabelli no terço
mesial.
	Forma retangular,
dimensão V-P maior que C-O. Face mesial é mais
plana e alta que a
distal.
	Forma retangular,
dimensão V-P maior
que C-O. Face mesial é mais plana e alta que a distal.
	Trirradicular: 2V e
1P, divergentes
entre si. Base triangular e furca inter-radiculares.
	2º Molar Superior
	Idêntica ao 1MS.
	Forma losangular,
triangular ou forma
de compressão.
	Forma de quadrilátero. Cúspide M-V mais
alta e maior que D-V.
	Forma trapeizodal
quando é tetracuspidado.
Cúspide M-P bem
maior que a D-P.
Tricuspidado, forma
da face P é pentagonal.
	Semelhante ao 1MS.
	Linha cervical
retilínea em todas as
faces
	Trirradicular: 2V e 1
P. Raízes menores que
do 1MS e convergentes entre si. Podem estar
fusionadas.
	3º Molar Superior
	Forma padrão ou
tetracuspidada
	Tricuspidada, forma
de compressão,
	Com redução ou
aumento no número
de cúspides
	Não tem forma
definida
	
	
	
	1º Molar Inferior
	Forma de cubo e
muito volumosa.
Diâmetro M-D maior que V-L.
	Forma pentagonal.
5 cúspides>3V e 2
L(mais altas que as
V). Cristas marginais bem definidas.
	Forma trapeizodal e
convexa. O terço mesial da face V pode apresentar um
tubérculo.
	Forma trapeizodal,
quase retangular e
convexa. O lado mesial é mais alto que o distal.
	Forma retangular,
Superfícies convexas. Cúspides L mais altas que as V. Face M mais alta e mais plana que a D, com cúspide mais altas.
	Linha cervical quase
retilínea. Podem apresentar projeções de esmalte em direção à furca inter-radicular nas faces livres
	Birradicular:1M e 1
D, geralmente paralelas.
Ângulo entre a coroa
e a raiz distal.
	2º Molar Inferior
	Forma de cubo e
volumosa. Diâmetro M-D maior que V-L.
	Forma retangular.
Lados V e L
convergem para D.
4 cúspides : 2V e 2 L, separadas por 2
sulcos principais em
forma de cruz. As cúspides L são mais altas que as V, e as M são maiores que as D
	Forma trapeizodal.
Linha cervical
retilínea ou pouco
côncava para cervical. Sulco V-L pode invadir e terminar em uma fosseta V (forame cego).
	Forma trapeizodal.
Menores dimensões
que o 1M inferior
	Semelhante ao 1M
inferior. Face M mais alta e mais plana que a D.
	Mesmas
características
anatômicas do 1M
inferior.
	Birradicular:1M e 1
D, geralmente
paralelas. Raízes mais próximas e mais frequente fusionamento. Pode ter uma raiz D-L: trirradicular
	3º Molar Inferior
	Não tem forma
nem número
exato de cúspides