A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
10 pág.
Conceitos em Hematologia

Pré-visualização | Página 2 de 3

faixa periférica e, geralmente, na parte central, o que lhe dá o aspecto “ em alvo”.
· Corpúsculo de Howell –Jolly – São achados histopatológicos de restos nucleares basofílicos (aglomerados de DNA) em hemácias circulantes.
· Corpúsculo de Heinz – São inclusões dentro das hemácias compostas de hemoglobina desnaturada. 
· Ponteado Basófilo- Existência de granulações basófilas (de dimensões variadas) nos glóbulos vermelhos e que surgem em casos de intoxicação com chumbo ou até mesmo simples exposição a esse metal. 
· Anel de Cabot – Estrutura em anel ou em oito encontrada dentro de eritrócitos, e que é considerada como pertencente a restos de fuso acromático. 
· Siderócitos – Constituem precipitação de moléculas de hemoglobina desnaturada. 
· Bastonete de Auer – Bastões de Auer ou bastonetes de Auer são compostos lisossomais que podem ser vistos nos blastos da leucemia mieloide aguda. Eles são agrupamentos de material azulado em forma de agulhas alongadas e contêm peroxidase, enzima lisossomais e grande inclusões cristalinas. 
· Hemácias em Rouleaux – Está relacionada ao aumento da concentração sanguínea das proteínas, como fibrinogênia e globulina. 
· Plasmócitos – Linfócito B ou célula B é um tipo de linfócito que constitui o sistema imune
· Reticulócitos – Reticulócitos são eritrócitos (ou hemácias) imaturos.
· Ferro sérico – Mede a quantidade de ferro no sangue. 
· TIBC ou CTLF –CTFF – CAPACIDADE TOTAL DE FIXAÇÃO DO FERRO ou TIBC total. A capacidade de ligação de ferro a transferrina TIBC é uma medida de concentração máxima de ferro que as protéinas séricas, principalmente a transferrina, podem ligar quando seus sítios ligadores de ferro estão completamente saturados.
· STfR – Receptor solúvel de transferina sérica, a concentração do receptor solúvel de transferrina serica (sTfR) é proporcional à expressão celular do receptor de transferrina (Tfr) associada à membrana da célula. 
· Ferritina Sérica - A ferritina é uma glicoproteína de alto peso molecular, que armazena 20 a 25% do ferro do organismo. Sua concentração sérica correlaciona-se com os estoques de ferro total do organismo. 
· Transferrina - é uma glicoproteína que transporta ferro (Fe 3+), sintetizada e metabolizada principalmente nos hepatócitos. A transferrina transporta e cede o ferro aos eritroblastos da medula óssea ou a outros tecidos, onde ele ficará armazenado. 
· Saturação de Transferrina – forma de avaliar as reservas de ferro é a porcentagem de saturação da transferrina que varia em função da qualidade de ferro plasmático. Esse coeficiente é o melhor índice isolado de armazenamento de ferro. Quanto maior a saturação de transferrina e menor a TIBC, maiores são as reservas de ferro. 
· RTf - Receptor de transferrina. 
· B12 – Vitamina B12 ou cianocobalamina
· Folato – Também conhecido como ácido fólico é uma vitamina B que ajuda a formar os glóbulos vermelhor e produzir ADN (acido desoxirribonucleico molécula que contem a informação genética), bem como envolvidas no crescimento de células e tecidos. 
· Talassemia É um distúrbio sanguíneo hereditário caracterizado pela redução das proteínas que carregam oxigênio no sangue (hemoglobina) e da quantidade normal de glóbulos vermelhos no corpo.
· HbF Hemoglobina fetal, esse tipo de hemoglobina ocorre na infância e diminui com a idade até desaparecer por completo, no individuo adulto. 
· HbA Hemoglobina A
· HbA2 Hemoglobina A2 cuja globina é formada por duas cadeias alfa e duas cadeias delta.
· HbS Hemoglobina S (gene da anemia falciforme)
· HbC Hemoglobina C (relacionado a doença da hemoglobina C. (anemia))
2) Onde ocorre a hematopoese?
Na vida intrauterina:
3) O que determina qual célula será formada a partir da célula tronco?
4) Quais são os compartimentos da medula óssea?
5) Quais são as células que residem na MO?
6) Quais são os fatores que regulam a:	
a. Eritropoese?
b. Trombopoese/plaquetopoese?
7) Quais são os leucócitos e como podem ser classificados?
8) Qual o valor de referência para:
a. Global de hemácias:
b. Hematócrito:
c. Hemoglobina:
d. CHM:
e. VCM:
f. CHCM:
g. RDW:
h. Número de plaquetas:
i. Global de leucócitos
j. Neutrófilos no adulto:
k. Neutrófilos na criança:
l. Bastonetes:
m. Linfócitos no adulto:
n. Linfócitos na criança:
o. Monócitos:
p. Eosinófilos:
q. Basófilos
9) Quais são os mecanismos envolvidos com as anemias?
10) Conceitue:
a. Hemólise intravascular
b. Hemólise extravascular
11) Qual é a constituição da hemoglobina?
12) Quais são os tipos de hemoglobinas circulantes, por quais cadeias globínicas são formadas e quais as porcentagens encontradas no sangue de um adulto saudável?
13) Explique a fisiopatologia das seguintes doenças:
a. Anemia Ferropriva
b. Anemia Megaloblástica
c. Anemia Perniciosa
d. Anemia de doença Crônica
e. Anemia Falciforme
f. Talassemia Alfa
g. Talassemia Beta
14) Quais os achados laboratoriais (alteração nos índices hemantimétricos, no metabolismo do ferro, no esfregaço, nas concentrações de B12 e folato, nas porcentagens de hemoglobina) podemos observar nas seguintes doenças:
a. Anemia Ferropriva
b. Anemia Megaloblástica
c. Anemia Perniciosa
d. Anemia de doença Crônica
e. Anemia Falciforme
f. Talassemia Alfa
g. Talassemia Beta
15) Sobre a anemia hemolítica auto-imune responda:
a. Conceito? 
b. Fisiopatologia?
c. Quais são os tipos existentes? 
d. Como é realizado seu diagnóstico?
16) Sobre a LMA e a LLA responda:
a. Conceito? 
b. Fisiopatologia?
c. Quais são os tipos existentes? 
d. Como é realizado seu diagnóstico?
17) Sobre o mieloma múltiplo e o linfoma de Hodgkin responda:
a. Conceito? 
b. Fisiopatologia?
c. Quais são os tipos existentes? 
d. Como é realizado seu diagnóstico?
PERGUNTAS DOS SLIDES:
1) Caracterize o microambiente medular necessário (citocinas e fatores de crescimento) para a produção e diferenciação das seguintes células: 
• Neutrófilo
 • Linfócito B 
• Linfócito T 
• Monócito 
• Eritrócito
· Plaquetas
2) O que é eritropoese ineficaz? Em quais situações ela pode estar alterada?
3) Qual a importância do ferro, do ácido fólico e da vitamina B12 para a eritropoese?
4) Defina trombocitose e trombocitopenia e quais situações clínicas podem levar à estas condições. 
5) Que situações clínicas pode macelerar a trombopoese e levar ao aparecimento deplaquetas gigantes no sangue periférico?
6) Quais são as funções dos monócitos no organismo?
7) Em quais situações clínicas podemos observar monocitosee monocitopenia?
8) Quais são as funções dos linfócitos no organismo?
9) Em quais situações clínicas podemos observar linfocitosee linfopenia?
CASOS CLÍNICOS:
1) Mulher com 48 anos de idade procurou assistência médica devido à sua palidez e fadiga aos menores esforços. O exame clínico revelou anemia e o médico solicitou os seguintes exames laboratoriais:
a) Como você faria a interpretação dos resultados laboratoriais?
b) Como você explicaria as causas da anemia?
2) Homem com 35 anos de idade e há 15 anos diagnosticado como portador de Doença de Crohn foi submetido a várias cirurgias nos últimos dez anos. Sua mais recente cirurgia envolveu a ressecção e anastomose do intestino delgado. Os exames realizados recentemente mostraram os seguintes resultados:
a) Qual o possível diagnóstico¿ Explique.
3) J.C.S, masculino, 22 anos, negro, solteiro, evangélico, ensino fundamental incompleto, sem ocupação/profissão, natural e procedente de Salvador.
QUEIXA PRINCIPAL: “Falta de ar e dores nas juntas”
HISTÓRIA DA DOENÇA ATUAL: O paciente relata que desde criança sente dores pelo corpo todo, sobretudo nos momentos de crise devido à doença, mais forte nas articulações, vindo a apresentar, também, falta de ar há cerca de 4 meses, cansaço físico e dores de cabeça. Essa dor é referida pelo paciente “como se o osso estivesse quebrando” (sic), nega horário preferencial de acometimento e cita episódios anteriores. Quando perguntado a intensidade da dor numa escala 0 a 10, ele diz que, quando criança, apresentava uma intensidade 8/10, e atualmente apresenta uma intensidade 10/10. Quando tem bastante