Constituição 1891
2 pág.

Constituição 1891


DisciplinaHistória62.167 materiais2.456.491 seguidores
Pré-visualização1 página
Constituição de 1891:
A Constituição de 1891 foi a primeira da História do Brasil após a Proclamação da República. Sua elaboração começou em novembro de 1890, com a instalação da Constituinte na cidade do Rio de Janeiro. Ela foi promulgada em 24 de fevereiro de 1891.
A primeira constituição republicana teve como função principal estabelecer no país os princípios do regime republicano, seguindo o sistema de governo presidencialista. Com algumas características liberais, apresentou grandes avanços se comparada com a Constituição do Brasil Império de 1824.
Principais características da Constituição de 1891:
\u2013 República federativa liberal, com sistema presidencialista de governo;
\u2013 Três poderes: Executivo, Legislativo e Judiciário, sendo que o Poder Moderador foi extinto;
\u2013 Fim do voto censitário ou por renda: seriam eleitores todos os cidadãos. Por outro lado, analfabetos,mulheres, mendigos, soldados e membros de ordens religiosas não eram considerados eleitores e eram impedidos de votar;
\u2013 Separação entre Estado e Igreja;
\u2013 Autonomia dos estados, conforme almejava a elite agrária ao apoiar o republicanismo.
COMO FUNCIONAVA ESSA AUTONOMIA DOS ESTADOS?
As unidades federativas do país podiam estabelecer quaisquer direitos que não lhes fossem negados pela Constituição. Assim, era possível que organizassem forças militares próprias, que criassem uma Justiça própria, que contraíssem empréstimos no exterior e que decretassem o valor dos impostos sobre a exportação de suas mercadorias.
Essas duas últimas possibilidades, particularmente, colaboraram muito para a hegemonia econômica dos estados exportadores (principalmente São Paulo) nos anos seguintes, porque trouxe, a eles, a renda de impostos sobre exportações, além dos empréstimos, que contribuíram para o sucesso comercial do café.
A Constituição de 1891 também não fazia referência às mulheres, mas considerou-se implicitamente que elas estavam impedidas de votar. O voto feminino só seria conquistado décadas depois.
Na República Velha,o voto era descoberto, ou seja, não secreto. Essa situação acabou favorecendo o chamado \u201cvoto de cabresto\u201d, ou seja, a manipulação eleitoral por parte dos \u201ccoronéis\u201d (personalidades muito influentes no meio agrário e que normalmente estavam ligadas ao governo) sobre a população, que era essencialmente rural nessa época da história brasileira. Essa influência passou a ser denominada, mais tarde, de coronelismo. Os coronéis eram figuras semelhantes aos atuais prefeitos e recebiam, na época, influência política dos governadores dos estados, que por sua vez eram influenciados pelo presidente.
É possível observar que a Constituição de 1891, no plano teórico, se mostrava mais justa, equilibrada e liberal que a anterior, apesar de apresentar falhas. Mas, na prática, ela acabou por assegurar o controle da elite agrária sobre a máquina administrativa, política e econômica do Brasil, até o episódio conhecido como Revolução de 1930.