A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
2 pág.
HIPERPLASIA PROSTÁTICA BENIGNA

Pré-visualização | Página 1 de 1

BEATRICE CONSTANCE TXX 
HIPERPLASIA PROSTÁTICA BENIGNA 
Definição: aumento benigno da próstata presente principalmente em homens > 40 anos. 
FISIOPATOLOGIA 
Desbalanço entre proliferação celular e apoptose 
PATOGÊNESE: 
Proliferação organizada dos nódulos de tecido fibromuscular ou glandular 
da próstata, na zona transicional da próstata que está próxima da uretra 
1. Obstrução da uretra 
2. Reação do m. detrusor à obstrução → hipertrofia → diminuição da 
capacidade e da complacência → urgência miccional, polaciúria, redução 
do volume miccional 
3. Estímulos neuronais anormais: alteração em receptores nervosos da 
mucosa vesical pela dilatação → instabilidade vesical 
QUADRO CLÍNICO 
Sintomas obstrutivos: 
• Jato fino 
• Jato entrecortado 
• Gotejamento terminal 
• Hesitação miccional 
• Sensação de resíduo pós-
miccional 
Sintomas irritativos (dificuldade de 
manter a urina na bexiga: 
• Urgência 
• Polaciúria 
• Disúria 
• Urge-incontinência: urgência + 
escape 
• Noctúria 
Escore internacional de sintomas prostáticos (International Prostate Symptom Score – IPSS): soma-se a pontuação das 
sete primeiras questões; a seguir, classifica-se os sintomas do paciente em leves (0 a 7 pontos), moderados (8 a 19 
pontos) ou graves (20 a 35 pontos). O escore serve para avaliação objetiva, seguimento e acompanhamento dos 
sintomas com o tratamento. 
 
BEATRICE CONSTANCE TXX 
EXAMES COMPLEMENTARES 
• PSA 
• Função renal 
• USG de próstata via abdominal ou transretal 
• Urodinâmica 
TRATAMENTO 
• Expectante: homens com sintomas leves a moderados, sem evidências de complicações associadas e que não 
sentem muito incomodados em relação aos sintomas 
• Medicamentoso: sintomas moderados ou graves. Pode ser feito com 2 medicamentos, que podem ser feitos 
isoladamente ou combinados: 
o Inibidores de 5-alfa-redutase (finasterida, dutasterida): atuam na inibição da conversão de testo em 
DHT, reduzindo até 30% do tamanho da próstata, melhorando os sintomas e o fluxo urinário. Os 
efeitos mais importantes são a redução da ocorrência de retenção urinária e da necessidade de 
tratamento cirúrgico. 
o Alfa-bloqueadores: são antagonistas adrenérgicos, relaxando a musculatura da próstata e do colo 
vesical. 
• Cirúrgico: indicado nos casos de insuficiência renal secundária a HPB, retenção urinária, ITU recorrente, cálculo 
vesical recorrente ou hematúria macroscópica, refratários ao tratamento clínico ou com contraindicações. 
o Insucesso do tratamento clínico; 
o Complicações renais; 
o Obstrução da saída da bexiga; 
o Sintomas no cenário de neuropatia 
periférica autonômica; 
o Sintomas após tratamento invasivo 
da uretra ou da próstata; 
o Sintomas em homem com idade 
menor que 45 anos de idade; 
o Anormalidade no exame da próstata; 
o Presença de hematúria na ausência 
de infecção urinária; 
o Homens com incontinência urinária; 
o Sintomas graves (≥ 20 pontos no ipss). 
✓ Até 80g: ressecção transuretral 
✓ Maior de 80g: prostatectomia simples 
✓ Laser