fármacos que atuam sobre o sistema digestório
9 pág.

fármacos que atuam sobre o sistema digestório


DisciplinaFarmacologia I46.239 materiais890.020 seguidores
Pré-visualização2 páginas
ESTIMULANTES DE APETITE \u2013 Orexígenos / orexigênicos 
MEDICAMENTOS QUE INTERFEREM NAS FUNÇÕES GASTROINTESTINAIS
	FISIOLOGIA: Há 2 mecanismos que regulam a ingestão de alimento	
	A longo prazo \u2013 Regula nutrientes, impedindo que seus níveis se tornem altos ou baixos; 
A curto prazo \u2013 Responsável pela ingestão do alimento, controla a fome.	Os 2 núcleos estão localizados no hipotálamo ventromedial e no hipotálamo lateral , sendo no ventromedial se localiza o centro da fome e no hipotálamo lateral se localiza o centro da saciedade.
Os neurotransmissores de maior importância envolvidos são a histamina e e o GABA. 
Dentre os sinalizadores anorexígenos estão insulina e glucagon (pâncreas) e leptina (adipócitos e estômago) que regulam a ingestão de alimentos, que também pode ser alimentada por fatores emocionais como recompensa.
	FÁRMACO	EFEITO
	Vit do complexo B	 Manutenção do apetite e participam no metabolismo de carboidratos, lipídeos e proteínas.
	Esteroides anabolizantes	Aumentam a retenção de nitrogênio e contribuem para manutenção do apetite
	Anti-histamínicos H1 (buclizina e cipro-heptadina )	Unicos anti-histamínicos com efeitos orexígenos, possuem o mecanismo de ação desconhecido.
	Benzodiazepínicos	Elfazepam: Em bovinos e ovinos aumenta a ingestão de alimentos
Diazepam: Possui efeito orexígeno em gatos
DEMULCENTES, PROTETORES DE MUCOSA E ADSORVENTES
São fármacos utilizados para proteger, lumbrificar ou aliviar a mucosa gástrica.
DEMULCENTES: Agem mais na porção inicial do TGI. Osprincipais demulcentes são fitoterápicos, celulose e derivados, açucares e proteínas.
PROTETORES DE MUCOSA: Agem na porção final do TGI
ADSORVENTES: Atraem substancias que podem ser deletérias ao organismo, o principal adsorvente é o carvão ativado, muito utilizado em casos de intoxicação para evitar a absorção gástrica.
CARMINATIVOS, ANTIFISÉTICOS, ANTIFLATULENTOS E ANTIESPUMANTES
Facilitam a eliminação de gás e formação de espuma ( que impede a saída de gás).
ANTIESPUMANTE: Impedem a formação de espuma, e dessa maneira favorecem a eliminação de gases. Utilizados para timpanismo espumoso em bovinos, com o uso de um trocater ou uma sonda faz-se a administração diretamente no rúmen
Silicone metilpolimerizado
Acetato de acetitributil : utilizado em ruminantes.
	 Estimulam, coordenam e restauram a motilidadedo ID, pilórica e motilidade gástrica. E as principais substancias administradas têm efeito colinérgico muscarínicos, antidopaminérgicoe e serotoninérgicos.
	FÁRMACO	EFEITO/AÇÃO
	Metoclopramida 	Antagonista dopaminérgico. Trata o efeito pró-cinético, aumenta secreção de acetilcolina, aumenta a motilidade gástrica. Previne e reduz o refluxo gastroesofágico.
	Domperidona	Antagonista dopaminérgico, Efeito semelhante a Metoclopramida, porém com menos efeito colateral. E sem atividade colinérgica
PRÓ-CINÉTICOS:
Aumentam o pH gástrico, neutraliza a acidez estomacal. É pouco utilizado na medicina veterinária devido a dificuldade de diagnóstico de hiperacidez. Porém é utilizado para prevenir a acidez ruminal numa dieta rica em grãos.
Podem ser subdivididos em 2 grupos, sistêmicos e não-sistemicos:
	ANTIÁCIDO		EFEITO
	Sistêmico (absorvido no trato GI, exerce efeito sobre o organismo de maneira geral, não agindo diretamente no estômago)	Bicarbonato de sódio	Reage com HCl formando o CO2, deve-se cuidar com distensão abdominal, eructação com refluxo ácido. Utilizado em torções gástricas
	Não-sistêmico ( têm efeito diretamente no estômago, reagindo com HCl )	Hidróxido de Magnésio	Uma molécula reage com 2 molec de HCl
		Hidróxido de magnésio	Uma molecula reage com 2 HCl e forma CO2 na reação
		Carbonato de cálcio	
		Hidróxido de alumínio	Uma molec reage com 3 de HCl. É UM ANTIÁCIDO MAIS POTENTE
ANTIÁCIDOS
Sais de Mg possuem efeito laxante enquanto que sais de alumínio são de efeito constipante, demulcente e adsorvente. É comum encontrar medicamentos com associação de sais de Mg e Al. 
Sais de Ca são antiácidos comum de serem usados, porém , há indícios, de que o CaCl chega ao intestino e retorna a forma Hcl e CaCO3, e o ácido pode lesionar a mucosa intestinal.
BLOQUEADORES DA SECREÇÃO DE HCL E SEUS EFEITOS
A secreção de HCl, se dá através do seguinte esquema: Acetilcolita e gastrina agem nsob receptores que vão influenciar no início da formação de HCl, que depois de formado pode atuar no feed back negativo sob a gastrina
FISIOLOGIA
	FÁRMACO	EFEITO / AÇÃO
	Pirenzepina e telenzepina \u2013 antagonistas muscarínicos	Reduz de 40-50% de secreção gástrica, retarda esvaziamento gástrico e possui efeitos adversos como boca seca, dificuldade visual e constipação intestinal.
	Cimentina, ranitidina, famitidina e nizatidina \u2013 antagosnistas histaminérgicos tipo 2	Mais utilizado em uso terapêutico, porém, devido aos efeitos de uso prolongado são substituídos por anti-histamínicos H2 que diferem na potência mas não na eficácia. 
	Omeprazol e lansoprazol \u2013 bloqueadores de bomba H+/K+ ATPase 	Bloqueiam reversivelmente a bomba responsável pela secreção de HCl
	PGE2 e PGI2	Principais secretadas pela mucosa gástrica, inibem a secreção de HCl e estimulam a produção de muco.
	Sucralfato	Forma um complexo com o exsudato do tecido lesado, estimula produção de prostaglandina e diminui a secreção de pepsina. Pode ser útil na prevenção de ulceras causadas por AINES
EMÉTICOS
Usados para induzir o vômito em caso de intoxicações, com o objetivo de diminuir a absorção
ÊMESE É PRODUZIDO POR 3 VIAS (TODAS AGEM NO CENTRO DO VÔMITO):
Estimulação local da mucosa com substancias irritativas
Distúrbios do aparelho vestibular;
Origem central, vítus, toxemia ou febre.
	FÁRMACO	EFEITO / AÇÃO
	Apomorfina	É mais efetiva em cães devido ao número de receptores na espécie, atua na Zona Deflagradora de quimiorreceptores , é o principal emético de ação central.
	Xilazina	Adm via SC ou IM, é muito eficiente em gatos. É um agonista de alfa2-adrenérgicos
	Anticolinérgico \u2013 Escopolamina	Diminui secreções e motibilidade do TGI, controla cinetose
	Anti-histamínico h1 \u2013 Dimedrinato 	Previne a cinetose, diminui os impulsos das áreas vestibulares, faz bloqueio de h2 através de receptores na ZDQ (zona deflagradora de quimiorreceptores). Possuem efeito sedativo, por isso não atuam por estímulo ao nervo vago. 
	Agonista dopaminérgico \u2013 Metoclopramida, Domperidona e Bromoprida	Favorecem ao esvaziamento gástrico. São potentes <3
Eles bloqueiam os receptores de dopamina da Zona deflagradora de quimiorreceptores, agem no centro do vômito. 
Metoclopramida gera alguns efeitos indesejáveis como dor abdominal, alterações comportamentais em cães e gatos e exitação.
	Agonistas serotoninérgicos \u2013 1ª geração (ondasetrona, dolasetrona e tropisetona ) ; 2ª geração ( palonosetrona)	Bloqueiam agonistas 5HT³ da região da Zona Deflagradora de Quimiorreceptores e de terminais nervosos vagais periféricos.
	Agonistas de receptores NK1 \u2013 Maropitanto	Indicado para cães contra a ocorrência de náuseas causadas por quimioterapia e previne a ocorrência de vômito
ANTIEMÉTICOS
Êmese leva a exaustão, perda de agua e nutrientes que poderiam ser essenciais ao corpo. Para isso faz-se o uso de antieméticos.
CATÁRTICOS
São utilizados para a eliminação de fezes. PURGANTES promovem a eliminação de fezes líquidas e LAXANTES promovem a eliminação de fezes com consistência normal. Altas doses de Laxantes promovem efeitos purgantes e baixas doses de purgantes promovem efeito laxante. Mas há também alguns que independem da dose.
	Grupo catártico	Efeito / ação
	Emolientes ou lubrificantes	Óleo mineral (parafina, vaselina, óleo de parafina ): tem efeito laxante e não é digerido. 
Óleo vegetal (óleo de amêndoas ou aleo de oliva): São digeridos por lipases intestinais, por isso deve-se administrar uma quantidade maior do que a que o organismo quebra, outra desvantagem é que reduz absorção de vitaminas lipossolúveis
	Osmóticos ou salinos	São pouco/lentamente absorvidos. Atraem água para o lúmen intestinal, causam a distensão das fibras musculares intestinais, possui efeito laxante ou purgante,