A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
2 pág.
Atividade 1 de Gerontologia 13 04 2020

Pré-visualização | Página 1 de 1

ETENFER LTDA – ME- CNPJ 22.552.520/0001-40 
Avenida Rodolfo Aureliano, 436-Vila Torres Galvão - Paulista – PE - CEP 53.401-270 
Fone:(081) 3542-1606 – E mail: escolametropolitanapaulista@yahoo.com.br 
Portaria de Autorização SEE N° 5439, DOE 13/12/2018– Parecer CEE/PE Nº, 93/18-CEB 
ALUNO (A): FELIPE DUARTE LOPES TURMA: G-18 
PROFESSOR(A): ROZENI DA MATA DATA: 13/04/2020 
 
ATIVIDADE DE GERONTOLOGIA: 
 
1) Qual a definição de envelhecimento: 
 
É o processo de diminuição orgânica e funcional, não por razão de patologias, mas isso 
ocorre inevitavelmente com o passar do tempo. Consideramos envelhecimento como 
fenômeno natural (físico, fisiológico e psicológico). 
 
2) Para trabalhar com idoso é necessário estudar para isso? Porquê? 
 
Sim é preciso de um profissional especializado. Pois, ele irá precisar dessa qualificação para 
atuar: 
Na prevenção: propõe intervenções que se antecipem aos problemas mais comuns que 
afetam os idosos e orienta a criação de condições adequadas para um envelhecimento com 
qualidade. 
Na ambientação: orienta a criação de condições ambientais para uma vida com qualidade 
na velhice, focando os mais variados espaços por onde circulam ou vivem pessoas idosas. 
Na reabilitação: propõe intervenções quando ocorreram perdas que são resgatáveis e, 
quando irreversíveis, orienta a criação de condições individuais e ambientais para uma vida 
digna. 
Nos cuidados paliativos: propõe intervenções quando ocorrem doenças progressivas e 
irreversíveis, abrangendo aspectos físicos, psíquicos, sociais e espirituais, com atenção 
estendida aos familiares, visando o maior bem-estar possível e a dignidade do idoso até a 
sua morte. 
 
 
 
 
3) Qual a diferença entre gerontologia e geriatria? 
 
geriatria: é a ciência da área médica que estuda e trata as patologias das pessoas idosas. A 
geriatria é o ramo da medicina que se dedica ao idoso, ocupando-se não só da prevenção, 
do diagnóstico e do tratamento das suas doenças agudas e crônicas, mas também da sua 
recuperação funcional e reinserção na sociedade. 
gerontologia: ciência que estuda o envelhecimento como processo de seus aspectos 
biopsicossociais, de forma a tentar manter um nível ótimo de vida e de funcionamento, 
levando a vida a ser mais significativa, com qualidade e novas expectativas. 
 
4) Defina Autonomia e independência: 
 
Autonomia: é a capacidade que o idoso possui de gerir a sua própria vida, seus próprios 
compromissos sociais e financeiros, seguindo a sua própria vontade (é a capacidade de 
decidir coisas sozinho). 
 
Independência: significa a facilidade e a liberdade que o idoso tem de se locomover por 
seus próprios meios, sem a ajuda de outras pessoas (é a capacidade de fazer coisas 
sozinho). 
 
 5) Qual a importância de manter preservado a autonomia e independência para o idoso? 
 
Autonomia e independência podem e devem ser exercidas sempre, desde que a segurança 
não seja comprometida. Portanto, sempre que possível estimule essas duas habilidades, 
que podem ser perdidas à medida que não são exercidas. Isso também vai diminuir a 
sensação de que ele não tem controle sobre o ambiente. Quaisquer decisões, por mais 
simples que sejam, são importantes, pois permitem ao idoso exercitar o autodomínio, 
reduzindo a sensação de perda da autonomia, fato gerador de grande ansiedade.

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.