Logo Passei Direto

A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
2 pág.
apx1sociologiadocrimeedaviolencia (1)

Pré-visualização | Página 1 de 1

UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE 
APX 1 
Consórcio CEDERJ 
Curso: Tecnólogo em Segurança Pública e Social 
Disciplina: Sociologia do Crime e da Violência 
 
Questão 1 (5 pontos): 
“O sentimento de insegurança e o medo do crime têm assumido, atualmente, uma relevância 
cada vez maior na sociedade brasileira, uma vez que aspectos como o aumento do crime, sua 
utilização política, o discurso social e a percepção de perda de controle têm atingido 
proporções significativas. Além disso, o sentimento de insegurança e o medo do crime afetam 
mais indivíduos que o problema específico da criminalidade, considerando que abrange um 
universo muito maior de pessoas” (BORGES, Doriam. Vitimização e sentimento de 
insegurança no Brasil em 2010: teoria, análise e contexto. Mediações: Revista de Ciências 
Sociais, v. 18, n. 1, p. 141-163, 2013). 
 
No trecho acima vemos que o sentimento de insegurança não se relaciona apenas por índices 
empíricos de criminalidade, pois atinge também pessoas que não foram vítimas de crimes. 
Explique como a compreensão multidimensional da violência e do crime (enquanto prática, 
representação e conceito) pode ajudar a compreender fenômenos como a sensação de medo e 
a percepção de i​nsegurança.  
 
Resposta Questão 1) 
 
O conceito sobre violência na sociedade se apega somente ao fato da violência física, 
podemos ver muitas outras formas de violência dentro de uma sociedade como por exemplo a 
psíquica e moral. O ato criminoso em si só já nos trás uma exemplificação de outras formas 
que afetam a sensação de insegurança em nossa sociedade. O que podemos analisar e 
concluir é que a violência possui uma série de formas e conceitos, como exemplo podemos 
citar a questão da intolerância religiosa, social e opção sexual, o preconceito em si já é uma 
forma de violência que também abala a sensação de insegurança de uma sociedade. 
 
 
Questão 2 (5 pontos): 
A partir do material apresentado na aula 3, discorra sobre os diálogos possíveis entre o 
conceito weberiano de monopólio do uso legítimo da violência física e o contexto brasileiro, 
destacando pontos que podem tornar ilegítimo o uso da violência pelo Estado. 
 
Resposta questão 2) 
 
Segundo Weber, o Estado detém o direito de utilizar da violência de forma a gerenciar 
e administrar os conflitos, ou seja, Weber define como violência legítima o ato do Estado se 
utilizar da violência para resolução de tais conflitos. O monopólio citado por Weber nas aulas 
e em sua tese é que só o Estado goza do direito de utilizar a violência moderada como forma 
de “proteção” aos indivíduos e gerenciamento do Estado. 
Atualmente a população brasileira vive situações de conflitos que prejudicam a 
administração do Estado, uma das principais e talvez a mais importante seja a situação das 
comunidades que possuem elementos armados em grande escala e diariamente ocorrem 
conflitos armados dentro destas comunidades.