A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
24 pág.
Como_instalar_o_VirtualBox

Pré-visualização | Página 2 de 4

de virtualização. Programas que reproduzem em memória, o hardware 
necessário para um computador funcionar. É como se você tivesse um 
computador dentro do outro. Um só não, quantos o processador, a memória 
RAM e o espaço livre no disco rígido da máquina real permitirem. 
Para as empresas a virtualização também ajudou a reduzir o espaço 
necessário para armazenamento de vários servidores. No lugar de dez ou 
vinte CPUs para a mesma quantidade de servidores é possível ter apenas 
duas ou quatro CPUs para os mesmos vinte servidores. 
O diagrama abaixo demonstra o funcionamento da máquina virtual. Ela é 
instalada como um aplicativo comum dentro do sistema operacional e 
consegue gerenciar várias máquinas virtuais com sistemas operacionais 
independentes, limitado apenas pela capacidade da máquina real: 
processamento, espaço livre no disco rígido e quantidade de memória RAM. 
 MÁQUINA 
VIRTUAL 1 
MÁQUINA 
VIRTUAL 2 
MÁQUINA 
VIRTUAL N 
 
 
PROGRAMAS INSTALADOS 
E RODANDO NO SISTEMA 
OPERACIONAL 
PROGRAMA DE 
VIRTUALIZAÇÃO INSTALADO E 
RODANDO NO SISTEMA 
OPERACIONAL 
SISTEMA OPERACIONAL 
HARDWARE 
 
Grupo de Estudo virtualização Marco Aurélio Thompson 
 
www.marcoaurelio.net 7 www.fb.com/marcoaureliothompson 
 
Escolhendo o software de virtualização: Oracle VM Virtual Box 
O Oracle VM VirtualBox é um software de virtualização desenvolvido pela 
Oracle. Ele permite a instalação e utilização de um sistema operacional 
dentro de outro, compartilhando fisicamente o mesmo hardware. 
O VirtualBox está disponível gratuitamente como software de código aberto 
sob os termos da GNU General Public License (GPL). Atualmente, o 
VirtualBox roda em Windows, Linux, Macintosh e OpenSolaris e suporta um 
grande número de sistemas operacionais convidados, incluindo, mas não 
limitado ao Windows (NT 4.0, 2000, XP, Vista, 7, 8, 8.1, 10, Server 2003, 
Server 2008, Server 2012, Server 2016), MS-DOS, Linux, Solaris e 
OpenBSD. 
 
Criando um laboratório virtual usando o VirtualBox 
É preciso lembrar que cada máquina virtual compartilha recursos da 
máquina real. Vamos supor que você tenha um computador com o Windows 
10 instalado, 4 GB de memória RAM e 400 GB de espaço livre no disco rígido. 
Ao criar duas máquinas virtuais, cada uma configurada para 1 GB de 
memória RAM e 100 GB de disco rígido virtual, vai deixar a máquina real 
com apenas 2 GB de memória RAM e 200 GB de espaço livre no disco rígido. 
Por outro lado, a(s) máquina(s) virtual(is) só consome(m) recursos enquanto 
ativa(s) e os discos rígidos virtuais podem ter um tamanho estabelecido, mas 
só ocupam o espaço que realmente estiver em uso. 
Desta forma podemos ter N máquinas virtuais criadas desde que o total da 
soma de recursos da máquina real e da(s) virtual(is) (em uso) não ultrapasse 
a capacidade do hardware da máquina real. 
Grupo de Estudo virtualização Marco Aurélio Thompson 
 
www.marcoaurelio.net 8 www.fb.com/marcoaureliothompson 
 
O ideal para o laboratório é um processador recente com 4 a 8 GB de RAM e 
mais de 100GB de espaço livre no disco rígido. Esta configuração será 
suficiente para trabalhar com duas máquinas virtuais ativas sem 
comprometer a performance da máquina real. 
Para o que pretendemos, que é criar um laboratório simples para a prática 
hacker, o VirtualBox mostrou-se uma opção bastante viável: por ser gratuito 
(licença GPL), por rodar até no Windows 7 e por hospedar o Windows Server 
2016. 
O primeiro passo é fazer o download do VirtualBox, em: 
• https://www.virtualbox.org/wiki/Downloads 
No mesmo link também faça o download do arquivo VirtualBox Extension 
Pack para incluir melhorias no VirtualBox após instalado, incluindo suporte 
ao USB 3.0. 
Enquanto aguarda o download sugerimos a leitura da licença de uso, 
principalmente a parte que diz que a gratuidade do VirtualBox se limita ao 
uso pessoal ou para avaliação: 
• http://www.virtualbox.org/wiki/VirtualBox_PUEL 
O documento está em inglês, mas é possível traduzi-lo usando a ferramenta 
de tradução do Google ou alguma outra de sua preferência. 
Se você por acaso já possui o VirtualBox instalado, verifique se a versão dá 
suporte à instalação do Windows Server 2016. Apenas as versões mais 
recentes dão suporte à instalação do Windows server 2016 e ao Windows 10, 
que vamos precisar para algumas demonstrações. 
O próximo passo é fazer a instalação do VirtualBox, um procedimento 
simples que consistem basicamente em clicar em Avançar até o final da 
instalação. A interface do instalador está em inglês, mas não se preocupe 
que vamos ajudá-lo passo-a-passo: 
Grupo de Estudo virtualização Marco Aurélio Thompson 
 
www.marcoaurelio.net 9 www.fb.com/marcoaureliothompson 
 
Tela inicial de Boas-vindas Do instalador. Basta clicar em Next (Próximo) 
para prosseguir. 
Tela de Boas-vindas do VirtualBox. 
 
Na próxima tela você pode selecionar o local da instalação do VirtualBox 
clicando em Browse, ou apenas deixe como está e clique em Next: 
Tela para selecionar outro caminho para a instalação, se quiser. 
 
Grupo de Estudo virtualização Marco Aurélio Thompson 
 
www.marcoaurelio.net 10 www.fb.com/marcoaureliothompson 
 
O instalador criará atalhos no sistema: 
Informação sobre a criação de atalhos após a instalação. 
 
A próxima tela é uma tela de advertência. Como serão instalados drivers 
para a interface de rede virtual, as conexões de rede serão desligadas 
temporariamente. Se você estiver fazendo algum download recomendamos 
aguardar a conclusão, pois pode ocorrer perda momentânea da conexão. 
Tela advertindo sobre perda da conexão com a Internet, se prosseguir. 
 
Grupo de Estudo virtualização Marco Aurélio Thompson 
 
www.marcoaurelio.net 11 www.fb.com/marcoaureliothompson 
 
Após as seleções iniciais o instalador está pronto para começar. Clique em 
Install para prosseguir. 
Tela que dará início a instalação. 
 
Após clicar em Install a instalação tem início com a cópia de arquivos para 
o disco rígido e as devidas configurações iniciais, de acordo com as seleções 
realizadas nas telas anteriores: 
Tela informando o andamento do processo de instalação. 
 
Grupo de Estudo virtualização Marco Aurélio Thompson 
 
www.marcoaurelio.net 12 www.fb.com/marcoaureliothompson 
 
Em poucos minutos a instalação chegará ao fim e ao clicar em Finish o 
Oracle VM VirtualBox será iniciado. 
É importante você saber que a instalação do VirtualBox apenas cria as 
condições para a instalação de outros sistemas operacionais. A instalação 
destes outros sistemas operacionais deverá ser feita por você, usando o DVD 
ou a imagem (ISO) do arquivo de instalação de cada SO desejado. 
Tela informando o final da instalação. 
 
Conforme antecipamos mesmo que as telas do instalador estejam em inglês, 
ao executar o VirtualBox o programa reconhece o idioma do sistema 
operacional e a interface do usuário deverá estar em português, como 
aparece na próxima figura. 
Caso não ocorra a tradução automática para o português, altere o idioma 
acessando o menu: 
Arquivo (File) -> Preferências (Preferences) -> Idioma (Language) 
Grupo de Estudo virtualização Marco Aurélio Thompson 
 
www.marcoaurelio.net 13 www.fb.com/marcoaureliothompson 
 
Tela inicial do Oracle VM VirtualBox exibindo o Windows Server 2016 que 
foi instalado previamente: 
 
 
Entendendo o Oracle VM VirtualBox 
Observe na figura acima que já estamos com uma máquina virtual criada. 
Observe que a barra de menus do Virtual Box tem somente três opções: 
• Arquivo, que também pode ser acessado pela combinação de teclas 
ALT + F. 
• Máquina, que também pode ser acessado pela combinação de 
teclas ALT + M. 
• Ajuda, que também pode ser acessado pela combinação de teclas 
ALT + H. 
 
Grupo de Estudo virtualização Marco Aurélio Thompson 
 
www.marcoaurelio.net 14 www.fb.com/marcoaureliothompson 
 
Em Arquivo temos as seguintes opções: 
• Preferências - em preferências é possível definir

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.