A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
No Brasil

Pré-visualização | Página 2 de 2

comunitários. 
Assistência à criança e ao adolescente Desenvolver e implantar projetos de apoio à educação e acompanhamento de crianças e jovens carentes.
· Na Justiça, nas varas de família, deve acompanhar os processos que envolvem crianças e adolescentes em situação de risco social, de adoção e de disputa de guarda.
· Nas empresas privadas, o campo de ação é na área de recursos humanos, para a seleção e treinamento de pessoal, benefícios e acidentes do trabalho., ou gestora de projetos sociais. Organizar e executar programas educativos de saúde, lazer e segurança no trabalho.
Entre os principais campos de atuação profissional de um assistente social estão
· Redes de serviços sociais do governo
· Hospitais
· Escolas/creches
· Centros de convivência
· Administrações municipais, estaduais e federais
· Serviços de proteção judiciária
· Conselhos de direitos e de gestão
· Movimentos sociais
Significado do símbolo de Serviço Social
Turmalina Verde: Pedra Brasileira singela por excelência, ninguém procura falsificá-la. Simboliza a esperança e a sinceridade.
Estrela dos Reis Magos: Lembra num mesmo facho, a suprema caridade do Redentor e o elevado ideal dos Reis Magos que, segundo e na renúncia dos próprios bens e comodidade encontrou a LUZ. Simboliza o espírito de fraternidade universal e de sacrifício pelo bem dos homens.
Balança com a Tocha: Exprime o caráter da justiça social; mais moral que jurídica, à punição do que erro, preferindo a redenção. Simboliza que pelo amor e pela verdade tudo pode ser removido.
Políticas e legislações? (2º e 3º slides)
Conclusão
Exigências para exercer a profissão de assistente social:
Possuir diploma de curso de graduação em Serviço Social
· O diploma deve ser expedido por estabelecimento de ensino superior, sendo que o curso dede ser, oficialmente reconhecido; 
· O diploma deve estar registrado no órgão competente;
· Possuir registro no Conselho Regional de Serviço Social que tenha jurisdição sobre a área de atuação do interessado, mediante o cumprimento dos requisitos especificados anteriormente
Formação e capacitação
· A formação acadêmica, teórica e prática, obtida numa graduação de Serviço Social, fornecem os subsídios para o profissional lidar com o processo de viabilização de direitos e mecanismos para exercê-los, capacitando-o a perceber nuances e detalhes necessários não só para a aplicação técnica dos instrumentos que lhes são próprios, mas que fundamenta a correta interpretação dos dados e das relações sociais postas no cotidiano da profissão.
Resultados da atuação profissional
Os resultados da atividade profissional do assistente social devem ser precisos e objetivos, de tal forma que outras pessoas possam compreender o processo de análise realizado, bem como os critérios para as conclusões ali chegadas.
Especificidade do trabalho do Assistente Social
Ressalte-se, ainda, que da mesma forma que o assistente social se insurge, não raras vezes, contra outros profissionais que invadem as suas atribuições privativas, não pode, de outra sorte, invadir áreas de conhecimento que não são de sua atribuição profissional, eis que não se inserem no seu processo de formação e que não constam das Diretrizes Curriculares do Serviço Social como áreas de conhecimento pertinentes a sua atividade.
Serviço Social não é terapia
Ao atuar nas diferentes expressões da questão social, o/a assistente social, sintonizado com o projeto ético-político profissional, não deve abstrair os indivíduos da complexidade das relações sociais em que estão inseridos, em suas dimensões objetivas e subjetivas. Também não pode atuar sobre matéria que não diz respeito às particularidades da profissão. A atuação com realização de terapias é atribuição de um profissional especializado para tal fim e exige um modo de intervenção na subjetividade prenhe de conseqüências práticas na vida dos indivíduos. Diferentes profissionais atuam sobre as condições materiais e subjetivas dos indivíduos, mas cada profissão busca objetivar finalidades compatíveis com suas atribuições privativas, competências e habilidades.
A Resolução CFESS 569/2010, de 25 de 
março de 2010,
 Dispõe sobre “a VEDAÇÃO da realização de terapias associadas ao título e/ou ao exercício profissional do assistente social”, assegura os direitos dos usuários que devem ser atendidos por profissionais qualificados teórico-metodológica/política e eticamente em matéria do Serviço Social. E também contribui para assegurar direitos do/a assistente social que não podem realizar nem se responsabilizar por atuações que demandam conhecimentos específicos para os quais não estão devidamente habilitados no âmbito de sua formação – Serviço Social. O Conselho Federal de Serviço Social, no uso legal de suas atribuições, reafirma o projeto ético-político profissional como uma conquista coletiva da categoria profissional. 
Referências bibliográficas
http://www.cfess.org.br/visualizar/menu/local/perguntas-frequentes