A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
51 pág.
Auxiliar veterinário - Aula 3

Pré-visualização | Página 1 de 2

Aula 1
Evolução e Morfologia
• Evolução dos Canídeos
Origem do planeta Terra: 4,5 Bilhões de anos.
• Primeiros mamíferos: 100 milhões de anos.
• Primeiros canídeos: 50 milhões de anos.
• Primeiros hominídeos: 3 milhões de anos.
Evolução e Morfologia
https://www.youtube.com/watch?v=K6tt29_9UN4
https://www.youtube.com/watch?v=K6tt29_9UN4
Características dos canídeos:
• Animais mamíferos.
• Dentes caninos pontiagudos.
• Dentição adaptada à dieta onívora.
• Esqueleto para locomoção digitígrada
(sobre os dígitos).
O aparecimento de diferentes tipos de 
cães
Tendo surgido durante o terceiro milênio na Mesopotâmia, 
delinearam-se, então, dois grandes tipos de cães constituídos 
pelos molossóides, encarregados da proteção dos rebanhos 
contra os predadores (o urso) e o tipo "galgo", adaptado à 
corrida e às regiões desérticas, que se tornou um precioso 
auxiliar de caça para o homem. Juntamente a esses dois tipos 
básicos, encontravam-se já os tipos de cães correspondentes 
atualmente aos principais grupos classificados pela Federação 
Cinológica Internacional (FCI).
Origem dos felinos
https://www.youtube.com/watch?v=GXFBNRe2AFk
https://www.youtube.com/watch?v=GXFBNRe2AFk
Origem dos felinos
Durante o período Oligoceno (aproximadamente 30 
milhões de anos atrás) tem início no grupo dos felídeos uma 
tendência para a individualização de duas linhagens distintas.
De um lado, animais grandes e robustos (embora lentos), 
providos de enormes caninos semelhantes a lâminas de sabre. 
Por outro, os grandes gatos (mais ágeis e rápidos) com uma 
dentição próxima dos atuais felídeos. Ao contrário dos grandes 
felinos, os pequenos felinos caracterizam-se pela particularidade 
do seu osso hióide ser completamente rígido, o que não lhes 
permite rugir. 
A morfologia do cão
• Os cães podem ser divididos em algumas categorias. 
• Com base no tamanho:
Pequenos
Menores que 
46cm
Médios
Entre 46 e 61cm
Grandes
Maiores de 61cm
• Com base no peso:
• Pequenos: menos de 10kg.
• Médios: de 11 a 25kg.
• Grandes: de 26 a 45kg.
• Gigantes: acima de 46kg
Regiões do corpo
Todos os animais possuem regiões do corpo idênticas:
Região anterior: composta pela cabeça, pescoço e membros 
anteriores;
Corpo: composto pelo dorso, tórax, flanco e abdômen;
Região posterior: composto por ancas, membros posteriores 
e cauda.
Divisão dos segmentos 
do corpo
FUNDAMENTOS DE ANATOMIA E 
FISIOLOGIA
• Anatomia: ramo das ciências biológicas que estuda a forma e
as estruturas que constituem o corpo dos animais.
• Fisiologia: área dedica à compreensão dos processos
funcionais que ocorrem nos organismos vivos > Quais são as
funções bioquímicas, físicas e mecânicas que mantêm os
organismos vivos.
Sistema Locomotor
• Esqueleto
Conjunto de ossos, devidamente organizados.
Estão conectados através de articulações.
A mobilidade é realizada através da ação conjunta de músculos,
tendões, ligamentos e ossos.
Sistema Locomotor
Esqueleto axial: 
Cabeça, coluna 
vertebral, costelas 
e esterno
Esqueleto 
apendicular: Ossos 
dos membros 
torácicos e pélvicos.
Esqueleto 
esplâncnico ou 
visceral: ossos 
desenvolvidos em 
algumas vísceras 
ou órgãos moles.
Ex.: Osso peniano
Braquicefálico Mesaticefálico Dolicocefálico
Pug, Lhasa Apso
Bulldog Inglês
Cocker,
Dálmata,
Labrador
Galgo, Collie, 
Doberman
CABEÇA
Maxilar
Mandíbula
Ossos do crânio
Ossos do crânio
1 – Maxilar
2 – Frontal
3 – Lacrimal
4 – Palatino
5 – Zigomático
6 – Nasal
7 – Incisivo
8 – Parietal
9 – Interparietal
10 – Temporal
11 – Occipital
12 - Mandíbula
Ossos do crânio
Ossos do crânio
Dentição canina
• Composta por uma sequência de ossos chamados vértebras
• Se divide em 5 segmentos: vertebras cervicais, torácicas, lombares, sacrais e
coccígeo.
COLUNA
• Região cervical: 7 vértebras (C1 a C7), entretanto, as duas primeiras
vértebras cervicais recebem nomes especiais → Atlas e Axis;
• Região torácica: 13 a 16
vértebras (T1 a T13 –T16)
Vértebras torácicas + costelas +
osso do esterno = caixa torácica,
estrutura óssea que confere
proteção a órgãos vitais como
coração e pulmões.
• Região lombar: 6 a 7 
vértebras, nomeadas 
L1 a L7.
• Região sacral: osso do sacro é formado por 3 a 4 vértebras que
se fusionaram durante o período de desenvolvimento embrionário;
• Região coccígea: formada pelas vértebras que compõem a 
cauda dos animais. Seu número total pode variar de seis a vinte e 
três.
Escápula
Úmero
Rádio Ulna
Carpo
Metacarpo
Falanges
Ílio
Fêmur
Tíbia
Fíbula
Tarso
Metatarso
Calcâneo
Falanges
Patela
ísquio
Escápula
Úmero
Rádio Ulna
Carpo
Metacarpo Falanges
Ílio
Fêmur
Fíbula
Patela
Tíbia
Tarso
Metatarso
Calcâneo
Falanges
Ísquio
Articulações e músculos
Articulações são os pontos de conexão e mobilidade entre 
um ou mais ossos. Nelas, as superfícies dos ossos que 
compõem cada articulação são recobertas por cartilagens, que 
têm o papel de amortecer o impacto deste ponto de contato. 
Quando as cartilagens se desgastam, seja por processo 
patológico ou pelo envelhecimento, pode ocorrer contato direto 
osso com osso, e isto muito frequentemente provoca dor nessa 
articulação. As principais articulações no corpo dos cães e gatos 
são: 
Os músculos se ligam aos ossos por meio de tendões.
Articulações
• Ombro: escápula + úmero;
• Cotovelo: úmero + rádio + ulna;
• Joelho: fêmur + tíbia + patela;
• Tornozelo (ou jarrete): tarso + calcâneo;
• Coxa: Pelve (Ísquio + íleo) + cabeça do fêmur.
1. M. Masseter
2. M. Esternoccipital
3. M. Esterno-hioide
4. M. Cleidocervical
5. M. Cleidobraquial
7. M. Serrátil cervical ventral
8. M. Supra espinhoso
9. M. omotransverso
10. M. Trapézio
11. M. Trapézio
12. M. infra espinhoso
13. M. Deltoide
14. M. Deltoide
15. M. Latíssimo do dorso
16. M. Tríceps braquial
17. M. Tríceps braquial
18. M. Braquial
25. M. Glúteo médio
26. M. Sartório 
27. M. Tensor da fáscia lata
28. M. Bíceps femoral
29. M. Semitendinoso
30. M. Glúteo superficial
31. Veia jugular externa
19. M. Extensor radial do carpo
20. M. Extensor comum dos dedos
21. M. Peitoral profundo
22. M. Obliquo externo do abdome
23. M. Reto do abdome
24. M. Obliquo interno do abdome
Músculos superficiais 
Músculo masseter: responsável 
por movimentar a mandíbula, logo, 
ele é o músculo responsável pelo 
processo de mastigação e 
também pela força da mordida de 
cães e gatos.
Músculo Semitendinoso (29): 
local padrão para aplicação de 
injeções intramusculares. 
Podendo também ser aplicada no 
músculo Bíceps femoral (28).
Alterações mais comuns do aparelho locomotor
• Artrose: destruição progressiva da cartilagem articular. Ocorre 
geralmente em cães idosos.
Alterações mais comuns do aparelho locomotor
• Artrite: inflamação das articulações.
Alterações mais comuns do aparelho locomotor
• Displasia coxofemoral: desenvolvimento 
anormal da articulação coxofemoral
Sistema tegumentar
O sistema tegumentar é composto pela pele, que funciona 
como uma barreira entre o organismo e o meio externo e que 
pode ser considerado o órgão mais extenso no corpo dos 
animais, bem como suas estruturas anexas (como glândulas). A 
pele é composta por uma estrutura queratinizada que se divide 
em três camadas de diferentes profundidades:
Epiderme;
Derme;
Hipoderme.
A epiderme é a camada mais
superficial, é composta de células 
mortas que se desprendem da 
derme, onde estão vasos, músculo 
eretor do pelo e raízes, além de 
glândulas e nervos. 
A hipoderme é composta de vasos 
e tecido conjuntivo e dá 
sustentação às camadas mais 
superficiais da pele
Os anexos da pele
São estruturas acessórias do sistema 
tegumentar, que compreendem diferentes 
funções.
Ex.: folículos pilosos, bico, unhas, garras...
Coxim do carpo
Coxim palmar
Coxins digitais
Funções da pele
• Proteção: Física, Química e Mecânica.
• Controla a temperatura corporal.
• Promove a locomoção (penas).