A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
51 pág.
Auxiliar veterinário - Aula 3

Pré-visualização | Página 2 de 2

• Promove a nutrição (glândulas mamárias).
• Tem função sensorial.
Alterações mais comuns de pele
Alergias cutâneas:
• São fenômenos de 
hipersensibilidade que ocorrem em 
animais sensíveis.
• Vias de penetração: nasal, oral, 
cutânea ou parenteral (picadas e 
injeções) 
Alterações mais comuns de pele
Alopecia:
• Perda anormal de pelo
• Reversíveis: podem ser de origem 
endócrina, infecções bacterianas, fúngicas 
(micoses) ou parasitárias (sarna), 
leishmaniose, DAPP...
• Irreversíveis: hereditárias como alopecia 
congênita do cão, ligadas a algum 
processo necrosante devido a um agente 
químico ou físico...
Alterações mais comuns de pele
Dermatite atópica: dermatite
pruriginosa alérgica, predisposição
hereditária, causada por alérgenos que
entram em contato com a pele do
animal (pólen, poeira, escamas).
Principalmente em animais com 1 a 3
anos de idade.
Alterações mais comuns de pele
Dermatite de contato: contato direto com uma substancia
irritante como sabão, detergente, inseticidas, tapetes sintéticos,
cobertores...
Alterações mais comuns de pele
Dermatite de lambedura: típica nas
raças grandes.
• Causas: estresse, tédio, depressão,
problemas psicológicos, tentativa de
chamar a atenção dos donos
Alterações mais comuns de pele
DAPP: provocada pela presença de pulgas – A saliva da pulga
provoca uma reação de hipersensibilidade.
OBRIGADA