A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
310 pág.
licitacoes contratos administrativos (livraria - Senado federal)

Pré-visualização | Página 1 de 50

3a edição
Prefácio:
Jorge Ulisses Jacoby Fernandes
Victor aguiar jardim de amorim
Licitações e contratos 
administrativos:
teoria e jurisprudência
Revista, ampliada e atualizada conforme 
o Decreto no 10.024/2019
SENADO FEDERAL
Mesa
Biênio 2019 – 2020
Senador Davi Alcolumbre
PRESIDENTE
Senador Antonio Anastasia
PRIMEIRO-VICE-PRESIDENTE
Senador Lasier Martins
SEGUNDO-VICE-PRESIDENTE
Senador Sérgio Petecão
PRIMEIRO-SECRETÁRIO
Senador Eduardo Gomes
SEGUNDO-SECRETÁRIO
Senador Flávio Bolsonaro
TERCEIRO-SECRETÁRIO
Senador Luis Carlos Heinze
QUARTO-SECRETÁRIO
SUPLENTES DE SECRETÁRIO
Senador Marcos do Val
Senador Weverton
Senador Jaques Wagner
Senadora Leila Barros
3. ed.
Brasília – 2020
Licitações e contratos 
administrativos:
teoria e jurisprudência
Victor Aguiar Jardim de Amorim
Secretaria de Editoração e Publicações
coordenação de edições técnicas
Coordenação de Edições Técnicas
Senado Federal, Bloco 08, Mezanino, Setor 011
CEP: 70165-900 – Brasília, DF
E-mail: livros@senado.leg.br
Alô Senado: 0800 61 2211
A524l Amorim, Victor Aguiar Jardim de, 1986-
Licitações e contratos administrativos : teoria e jurisprudência / Victor 
Aguiar Jardim de Amorim. – 3. ed. – Brasília, DF : Senado Federal, Coordenação 
de Edições Técnicas, 2020.
307 p.
Conteúdo: Licitação: definições básicas, panorama normativo e princípios – 
Etapa interna: preparação da licitação – Modalidades e tipos de licitação – Etapa 
externa: o procedimento da licitação – Procedimentos especiais – Contratação 
direta: afastamento do dever de licitar – Contratos administrativos.
ISBN: 978-65-5676-010-0 (Impresso)
ISBN: 978-65-5676-011-7 (PDF)
ISBN: 978-65-5676-012-4 (ePub)
1. Licitação, legislação, Brasil. 2. Contrato administrativo, Brasil. 
3. Contratação de obras e serviços, Brasil. 4. Permissão de serviços públicos, 
Brasil. 5. Brasil. [Lei de licitação (1993)]. I. Título.
CDDir 341.3527
Edição do Senado Federal
Diretora-Geral: Ilana Trombka
Secretário-Geral da Mesa: Luiz Fernando Bandeira de Mello Filho
Impressa na Secretaria de Editoração e Publicações
Diretor: Fabrício Ferrão Araújo
Produzida na Coordenação de Edições Técnicas
Coordenador: Aloysio de Brito Vieira
Revisão: Serviço de Publicações Técnico-Legislativas
Projeto gráfico: Serviço de Multimídia
Editoração: Serviço de Multimídia e Serviço de Publicações Técnico-Legislativas
Sumário
13 Prefácio
15 Apresentação
17 Nota do autor à 2ª edição
18 Nota do autor à 3ª edição
19 Abreviaturas e siglas
23 Capítulo 1
Licitação: definições básicas, panorama normativo e princípios
1.  Definições básicas: conceito, natureza jurídica e objetivos / 23
| 1.1. Natureza jurídica; 24
| 1.2. Objetivos e finalidades; 25 | 1.2.1. Licitações sustentáveis; 25
| 1.3. Pressupostos da licitação; 28
2.  Panorama normativo / 28
| 2.1. Regulamentos e hierarquia normativa; 30
3.  Obrigatoriedade de licitar / 33
| 3.1. Regime especial da licitação das empresas estatais (Lei no 13.303/2016); 35
4.  Princípios / 37
| 4.1. Legalidade; 38
| 4.2. Impessoalidade e igualdade; 39
| 4.3. Moralidade e probidade administrativa; 40
| 4.4. Publicidade; 40
| 4.5. Sigilo das propostas; 42
| 4.6. Vinculação ao ato convocatório; 42
| 4.7. Julgamento objetivo; 42
| 4.8. Competitividade; 42
| 4.9. Eficiência (economicidade, “vantajosidade” e formalismo moderado); 43
49 Capítulo 2
Etapa interna: preparação da licitação
1.  Preparação da licitação / 49
2.  Planejamento da contratação e seus instrumentos / 50
| 2.1. Formalização da demanda; 51
| 2.2. Estudos preliminares; 52
| 2.3. Documento essencial de planejamento: termo de referência e/ou projeto básico; 52
| 2.4. Estimativa de custos: pesquisa de preços; 55 | 2.4.1. Estimativa de custos para obras 
e serviços de engenharia; 57
3.  Formalidades para obras e serviços / 58
| 3.1. Regimes de execução para obras e serviços; 60 | 3.1.1. Distinção entre empreitada 
por preço global e empreitada por preço unitário; 60 | 3.1.2. Distinção entre empreitada 
por preço global e empreitada integral; 62
| 3.2. Retardamento da execução de obras e serviços; 62
4.  Formalidades para as compras / 63
| 4.1. A questão do parcelamento das compras; 63
| 4.2. A questão da indicação de marcas; 65
5.  Minuta do edital de licitação e aprovação da assessoria jurídica / 66
6.  Os agentes públicos responsáveis pela condução da licitação / 67
| 6.1. Comissão de licitação; 68
| 6.2. Pregoeiro e equipe de apoio; 69
| 6.3. A figura da “área técnica”; 71
| 6.4. Responsabilidade e responsabilização dos agentes públicos; 73
7.  Registros cadastrais / 75
83 Capítulo 3
Modalidades e tipos de licitação
1.  Modalidades de licitação / 83
| 1.1. O parcelamento da licitação; 85
| 1.2. Vedação ao fracionamento da licitação; 87
| 1.3. Compra de bens de natureza divisível; 87
2.  Concorrência / 88
3.  Tomada de preços / 89
4.  Convite / 90
5.  Concurso / 91
6.  Leilão / 91
7.  Pregão / 93
| 7.1. Critérios para enquadramento de bens e serviços como “comuns”; 93
| 7.2. Cabimento da modalidade pregão para servços de engenharia; 95
| 7.3. Da obrigatoriedade do uso da modalidade pregão; 95
| 7.4. Vedações de exigências para o pregão; 96
| 7.5. Procedimento da fase externa do pregão; 96
8.  Tipos de licitação / 97
103 Capítulo 4
Etapa externa: o procedimento da licitação
1.  Edital / 104
| 1.1. Publicidade do edital;  107 | 1.1.1. Prazo mínimo de divulgação do edi-
tal;  108 | 1.1.1.1. Alteração do edital: necessidade de reabertura do prazo de divulga-
ção; 109
1.2 Impugnação do edital; 111 | 1.2.1. Legitimidade e prazo para impugnar; 112
1.2.1.1 prazo para impugnação no pregão eletrônico;  113 | 1.2.2. Competência para o 
julgamento da impugnação;  113 | 1.2.3. Contagem do prazo;  114 | 1.2.4. Prazo para a 
resposta à impugnação: efeito suspensivo da impugnação?; 114 | 1.2.4.1. Impugnação in-
tempestiva: preclusão da alegação de nulidade do edital?; 115
| 1.3. Representação ao Tribunal de Contas (art. 113, § 1o); 116
| 1.4. Pedidos de esclarecimento; 117
2.  Fases do procedimento na Lei no 8.666/1993 (concorrência, tomada de preços e 
convite) / 117
| 2.1. Habilitação; 118 | 2.1.1. Exigências de documentos habilitatórios: limites legais e ra-
zoabilidade; 123 | 2.1.1.1. Exigências editalícias fundadas em atos normativos de agências 
reguladoras; 124 | 2.1.2. Formalidades dos documentos de habilitação; 126 | 2.1.2.1. Da 
realização de diligências para esclarecimentos acerca do conteúdo dos documentos de ha-
bilitação; 127 | 2.1.2.1.1. A questão da juntada posterior de documento no procedimento 
licitatório; 129 | 2.1.3. Participação de consórcios; 131
| 2.2. Julgamento;  133 | 2.2.1. Preço de referência x preço máximo;  134 | 2.2.1.1. A 
publicidade do preço de referência;  135 | 2.2.2. A questão da inexequibilidade da 
proposta;  136 | 2.2.3. Exigência de amostras;  138 | 2.2.4. A desistência de propos-
tas;  138 | 2.2.5. O empate entre propostas;  139 | 2.2.6. A desclassificação de todas as 
propostas; 139 | 2.2.7. O prazo de validade das propostas; 140
| 2.3. Critérios de diferenciação e concessão de benefícios no julgamento das propos-
tas; 140 | 2.3.1. Benefícios concedidos às microempresas (ME) e às empresas de pequeno 
porte (EPP); 141 | 2.3.1.1. Enquadramento (art. 3o da LC no 123/2006); 141 | 2.3.1.2. Com-
provação do enquadramento;  142 | 2.3.1.3. Repercussões da LC no  123/2006 na fase 
de julgamento das propostas: “empate ficto”;  143 | 2.3.1.3.1. O momento da con-
figuração do “empate ficto” na modalidade pregão;  144 | 2.3.1.4. Repercussões da 
LC no  123/2006 na fase de habilitação;  145 | 2.3.1.5. Outros benefícios previstos na 
LC no  123/2006;  146 | 2.3.1.5.1. Licitação exclusiva;  147 | 2.3.1.5.2. Cota “reserva-
da”; 148 | 2.3.1.6. Afastamento da obrigatoriedade de concessão dos benefícios previstos 
no art. 48 da LC no 123/2006; 149 | 2.3.2. Direito de preferência na contratação de bens e 
serviços de informática (art. 3o da Lei no 8.248/1991); 150 | 2.3.3. Critérios de desempate 
em prol de produtos produzidos no País; 151 | 2.3.4. Possibilidade de estabelecimento