A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
7 pág.
Sistema Tegumentar - atividade 2

Pré-visualização | Página 1 de 3

 Pergunta 1 
0,2 em 0,2 pontos 
 
 Leia o texto a seguir. 
 
“O processo de envelhecimento e a sua consequência natural, a senescência, é a última 
fase biológica na evolução do homem. As alterações encontradas na pele do idoso 
decorrem basicamente da interação da constituição genética, de fatores ambientais, da 
repercussão cutânea do envelhecimento de outros órgãos e de efeitos de doenças 
cutâneas e sistêmicas. Na pele, distinguem-se dois fenômenos: a senescência verdadeira, 
atribuída somente à passagem do tempo; e a senescência actínica, que compreende as 
alterações relacionadas com a exposição solar crônica”. 
 
RIVITTI, E. A. Manual de dermatologia clínica de 
Sampaio e Rivitti. São Paulo: Artes Médicas, 2014. p. 600. 
 
Como abordado no texto, o envelhecimento cutâneo pode ocorrer de duas formas: o 
envelhecimento cronológico e o envelhecimento provocado. Sobre estes eventos, analise 
as afirmativas abaixo e assinale V, para as verdadeiras e F, para as falsas. 
 
( ) Conforme envelhece, a pele torna-se mais fina devido à redução dos componentes 
dérmicos e epidérmicos, entretanto não há alteração nos anexos epidérmicos. 
( ) O envelhecimento cronológico decorre da perda gradual da renovação celular e das 
fibras colágenas e elásticas da epiderme. 
( ) O tabaco, álcool, poluição e radiação solar são exemplos de agentes externos que 
induzem o processo de envelhecimento provocado. 
( ) A Síndrome de Hutchinson-Gilford é uma condição extremamente rara na qual o 
portador sofre de envelhecimento precoce. 
 
Assinale a alternativa que apresenta a sequência correta de respostas. 
 
Resposta Selecionada: 
F, F, V, V. 
Resposta Correta: 
F, F, V, V. 
Feedback 
da 
resposta: 
Resposta certa. O envelhecimento cronológico induz a perda 
gradual de componentes da derme e epiderme, culminando em 
redução na espessura de ambas. A redução dos anexos 
epidérmicos também é observada. Já, o envelhecimento 
provocado pode ser causado pelo uso de drogas e exposição 
solar. Na Síndrome de Hutchinson-Gilford é evidenciado o 
envelhecimento precoce. 
 
 
 Pergunta 2 
0,2 em 0,2 pontos 
 
 Leia o texto a seguir: 
 
“Um melanócito fornece melanossomos para até 30 a 40 queratinócitos. Todos os humanos 
apresentam o mesmo número de melanócitos. A variedade nos tons de cor da pele decorre 
de variações nos melanossomos. Os indivíduos com pele mais escura apresentam 
melanossomos em maior número, maiores e mais dispersos. A exposição à radiação 
ultravioleta (UV) estimula a produção de melanina no interior dos melanossomos e confere 
à pele um tom ‘bronzeado’”. 
 
SOUTOR, C; HORDINSKY, M. Dermatologia clínica. Porto Alegre: AMGH, 2015. p. 3. 
 
 
Considerando o exposto no texto acima e o conteúdo estudado sobre as estruturas que 
compõe o melanócito, assinale V, para as afirmativas verdadeiras e F, para as falsas. 
 
( ) A síntese de melanina pelo melanócito está relacionada com as funções de organelas 
como o complexo de Golgi e as mitocôndrias. 
( ) Embora realize a pigmentação da pele, a principal função da melanina é a de proteger a 
pele contra a radiação ultravioleta. 
( ) O retículo endoplasmático rugoso é o responsável por liberar vesículas contendo 
melanina, as quais são denominadas de melanossomos. 
( ) A pigmentação da pele será conferida pela proporção de eumelanina e feomelanina 
presente nos melanossomos. 
 
Assinale a alternativa que apresenta a sequência correta de respostas. 
Resposta Selecionada: 
F, V, F, V. 
Resposta Correta: 
F, V, F, V. 
Feedback 
da 
resposta: 
Resposta correta. A melanina, sintetizada pelo retículo 
endoplasmático rugoso e armazenada no complexo de Golgi, é 
liberada em vesículas contendo eumelanina e feomelanina. 
Essas vesículas são chamadas de melanossomos e são 
responsáveis pela pigmentação da pele. Ainda, a melanina 
possui como principal função proteger a pele da radiação. 
 
 
 Pergunta 3 
0 em 0,2 pontos 
 
 Em entrevista à BBC, o Dr. Sweta Rai, da Associação Britânica de Dermatologistas, 
descreveu as estriais como “um rompimento do colágeno que é visível na superfície da 
pele". As estrias são linhas visíveis na pele, geralmente longas e finas, formadas pelo seu 
estiramento rápido, que faz com que as fibras da pele se rompam. Inicialmente, as estrias 
são vermelhas ou roxas, entretanto com o passar do tempo tendem a atenuar-se e ganham 
um tom esbranquiçado. 
 
BBC. Sete coisas que talvez você não saiba sobre as estrias. Publicado 
em: 07/02/2017. Disponível em: <https://www.bbc.com/portuguese/internacional-
38890010>. Acesso em: 09/01/2019. 
 
Em relação à coloração das estrias, avalie as afirmativas abaixo. 
 
I. As estrias vermelhas indicam a etapa inflamatória do processo de cicatrização, 
no qual ocorre vasodilatação e recrutamento de mediadores pró-inflamatórios. 
II. As estrias brancas indicam a fase de hemostasia do processo de cicatrização, 
no qual ocorre vasoconstrição, reduzindo o aporte sanguíneo no local. 
III. As estrias roxas expressam a redução do processo inflamatório local e a 
condução da cicatrização para as fases de proliferação e maturação. 
IV. O rompimento do colágeno, descrito pelo Dr. Rai, refere-se à ruptura de fibras 
localizadas na epiderme, a camada visível da pele. 
 
Agora, assinale a alternativa que reúne as afirmativas corretas. 
 
Resposta Selecionada: 
I, III e IV. 
Resposta Correta: 
 
I e III. 
 
 Pergunta 4 
0,2 em 0,2 pontos 
 
 Leia o texto a seguir: 
 
“A radiação ultravioleta é a parte do espectro eletromagnético referente aos comprimentos 
de onda entre 100 e 400 nm. De acordo com a intensidade que a radiação ultravioleta é 
absorvida pelo oxigênio e ozônio e, também pelos efeitos fotobiológicos, costuma-se dividir 
a região ultravioleta em três intervalos: ultravioleta C (UVC: 100 – 280 nm), ultravioleta B 
(UVB: 280 – 320 nm) e ultravioleta A (UVA: 320 – 400 nm)”. 
 
INSTITUTO NACIONAL DE PESQUISAS ESPACIAIS. O que é a radiação 
ultravioleta? Disponível em: < http://satelite.cptec.inpe.br/uv/>. Acesso em: 09/01/2019. 
 
Os três intervalos da radiação ultravioleta, A, B e C, atuam em camadas diferentes da pele. 
 
Em relação ao tipos de radiações ultravioleta assinale a alternativa correta. 
 
Resposta 
Selecionada: 
 
A radiação UVA, responsável por escurecer a tonalidade da 
pele, consegue alcançar camadas mais profundas da pele 
que a UVB. 
Resposta 
Correta: 
 
A radiação UVA, responsável por escurecer a tonalidade da 
pele, consegue alcançar camadas mais profundas da pele 
que a UVB. 
Feedback 
da 
resposta: 
Resposta correta. As radiações UVA e UVB penetram na derme 
e epiderme, respectivamente. Os raios UVA são os responsáveis 
pelo bronzeado, que possuem validade devido à renovação 
celular e síntese inata de melanina. A radiação UVB é 
responsável por manter a atividade dos melanócitos. 
 
 
 Pergunta 5 
0,2 em 0,2 pontos 
 
 A melanogênese é um processo complexo com diversas etapas. Quando este não ocorre 
corretamente, pode induzir diferentes tipos de problemas de pigmentação cutânea, que são 
classificados como hipo ou hiperpigmentação. Tais alterações podem acontecer com ou 
sem alteração no número de melanócitos teciduais. Uma série de dermatoses são 
associadas com defeitos de pigmentação, os quais podem ser congênitos ou adquiridos, 
permanentes ou temporários e sistêmicos ou restritos a uma determinada região. 
 
VIDEIRA, I. F. S. et al . Mechanisms regulating melanogenesis. Anais Brasileiros de 
Dermatologia. 2013, v. 88. n. 1, p. 76-83. 
 
Baseado no processo de síntese da melanina, denominado de melanogênese, avalie as 
proposições a seguir e a relação proposta entre elas. 
 
I. A presença de cobre no tecido induz a formação de DOPA-quinona, precursora 
da eumelanina e da feomelanina. 
 
PORQUE 
 
II. O cobre é essencial