A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
DIREITOS HUMANOS

Pré-visualização | Página 3 de 42

na doutrina a respeito da terminologia correta para designar os direitos essenciais a pessoa humana. A doutrina tem utilizado inúmeras expressões para identificar, nomear os direitos essenciais à pessoa humana. Dos significados abaixo, qual o que melhor traduz os ¿direitos do homem¿:
	
	
	
	            São os direitos humanos como a conjunção dos direitos naturais, que correspondem ao Homem pelo mero fato de existir, e dos direitos civis, vale dizer, aquele conjunto de direitos que correspondem ao Homem pelo fato de ser membro da sociedade.
	
	
	        Direitos cuja nomenclatura ¿direitos morais¿ possui uma conotação jusnaturalista, estando presa a uma ideia de Estado Liberal dificultando os direitos de participação política, assim como os direitos sociais, culturais e econômicos;
	
	
	           Direitos que surgem ligados à ¿liberdades públicas¿ compreendendo aqui não apenas aquelas ligadas ao Estado, mas também, com relação aos particulares, sendo públicas porque estão protegidas pelo Direito, entretanto, esta expressão não consegue abranger os direitos sociais e econômicos, por isso entende-se não ser adequado o seu uso, assim como, ¿liberdades fundamentais¿, outro termo utilizado pelos franceses não consegue abranger tais direitos;
	
	
	          Direitos intimamente ligados aos ¿direitos dos povos¿ e designam aqueles direitos que os povos têm de determinar seu destino, no campo político, social, cultural, econômico, o direito de se relacionar com outros Estados, direito a paz, não abrangendo, entretanto os direitos da pessoas como individuais, concretas, insubstituíveis;
	
	
	    Direitos que surgem com a intenção de delimitar os direitos considerados essenciais à pessoa humana dentro de um marco positivista,  estando presa ao conceito de Estado Liberal atuando como um limite ao poder político, mas não nas relações entre particulares não conseguindo abranger, portanto, grande parte das situações em que é necessário reivindicar tais direitos;
		
	Gabarito
Comentado
	
	
		
	Gabarito
Comentado
	
	
	
	
	 
		
	
		2.
		De acordo com a doutrina dominante podemos citar como características dos direitos fundamentais, além de outras que possivelmente poderão ser exploradas neste artigo: universalidade, indivisibilidade, imprescritibilidade, complementaridade, individualidade, inviolabilidade, indisponibilidade, inalienabilidade, historicidade, irrenunciabilidade, entre outras. Qual o sentido da universalidade como característica dos direitos humanos?
	
	
	
	os direitos fundamentais não se perdem com o tempo, não prescrevem, uma vez que são sempre exercíveis e exercidos, não sendo perdidos pela falta de uso (prescrição); tal regra não é absoluta, existindo direitos que, eventualmente podem ser atingidos pela prescrição, como é o caso da propriedade, que não sendo exercida, poderá ser atingida pela usucapião.
	
	
	os direitos humanos compõem um único conjunto de direitos, uma vez que não podem ser analisados de maneira isolada, separada. Afirma-se que o desrespeito a um deles constitui a violação de todos ao mesmo tempo, ou seja, caso seja descumprido seria com relação a todos.
	
	
	com a evolução da proteção nacional e internacional dos direitos fundamentais, após as grandes guerras e revoluções, afirma-se que hodiernamente os mecanismos para assegurar a inviolabilidade dos direitos e garantias fundamentais passaram a ter abrangência regional e mundial. Por meio de tal característica, a pessoa poderá optar por qual âmbito de proteção deseja para assegurar a inviolabilidade do seu direito fundamental, o global ou regional.
	
	
	os direitos e garantias fundamentais vinculam-se ao princípio da liberdade, conduzido pela dignidade da pessoa humana, os mesmos devem possuir como sujeito ativo, todos os indivíduos, independente da raça, credo, nacionalidade, convicção política, a coletividade jurídica em geral, podendo pleiteá-los em qualquer foro nacional ou internacional, conforme devidamente expresso no parágrafo 5 na Declaração e Programa de Ação de Viena de 1993.
	
	
	os direitos fundamentais estão vinculados uns aos outros, não podendo ser vistos como elementos isolados, mas sim como um todo, um bloco que apresenta interpenetrações; as várias previsões constitucionais, apesar de autônomas, possuem diversas intersecções para atingirem suas principais finalidades. No intuito de exemplificarmos a característica relacionada neste comando, podemos dizer que a liberdade de locomoção está relacionada à garantia do habeas corpus e ao devido processo legal.
		
	Gabarito
Comentado
	
	
		
	Gabarito
Comentado
	
	
	
	
	 
		
	
		3.
		Sobre as características dos direitos fundamentais, assinale a opção correta:
	
	
	
	A historicidade projeta a ideia de que os direitos fundamentais são consagrados a todas as pessoas, independente de sua nacionalidade, raça, sexo, convicção política, inclinação filosófica ou credo
	
	
	A imprescritibilidade significa que os direitos fundamentais são inegociáveis.
	
	
	A complementaridade significa que o intérprete deve analisar os direitos fundamentais de forma sistêmica a partir do princípio da unidade da Constituição
	
	
	A irrenunciabilidade significa que os direitos fundamentais não se perdem pelo decurso do tempo sem que eles sejam exercidos
	
	
	Pela universalidade conclui-se que não existem direitos fundamentais absolutos, isto é, todos os direitos fundamentais são relativos ou limitados
		
	Gabarito
Comentado
	
	
		
	Gabarito
Comentado
	
	
	
	
	 
		
	
		4.
		A Magna Carta, documento inglês de 1215, limitava o poder do Rei João Sem-Terra em relação aos barões em nítida demonstração da presença dos direitos humanos, na medida em que estabelecia:
	
	
	
	somente o direito de propriedade, pois o habeas corpus somente foi reconhecido no século XVIII, no curso da Revolução Francesa.
	
	
	o direito de propriedade e o habeas corpus.
	
	
	o habeas corpus, o direito à propriedade e o devido processo legal.
	
	
	o direito de propriedade somente foi reconhecido no século XX, logo, estabelecia somente o devido processo legal.
	
	
	somente o habeas corpus.
		
	Gabarito
Comentado
	
	
		
	Gabarito
Comentado
	
	
	
	
	 
		
	
		5.
		Leia o texto abaixo: Os jusnaturalistas compreendem que o papel do estado é garantir os direitos naturais dos indivíduos, não podendo, portanto, violá-los. Esta construção está classicamente formulada na obra de J. Locke. A partir da leitura do texto, responda a qual paradigma de estado corresponde o pacto de consentimento de John Locke?
	
	
	
	Estado absoluto
	
	
	Estado social
	
	
	Estado pós-moderno
	
	
	Estado liberal
	
	
	Welfare State
		
	Gabarito
Comentado
	
	
	
	
	 
		
	
		6.
		Na análise das fases de evolução dos direitos fundamentais, assinale a resposta correta
	
	
	
	A fase de afirmação dos direitos naturais corresponde à polis grega e à concepção medieval de Estado
	
	
	A primazia do social sobre o individual e prevalência do Estado interventor sobre o Estado absenteísta são características do Estado Liberal de Direito
	
	
	Com base na negação do absolutismo, o constitucionalismo liberal fixa uma concepção jurídica de Estado mínimo que rejeita os privilégios estamentais do Estado absolutista.
	
	
	O pacto de consentimento de John Locke deve ser associado ao paradigma do Estado Social
	
	
	A estatalidade negativa e mínima é característica do absolutismo monárquico
		
	Gabarito
Comentado
	
	
	
	
	 
		
	
		7.
		Com relação à questão terminológica envolvendo os conceitos da teoria jurídica contemporânea, podemos afirmar que é a positivação em uma Constituição de um determinado Estado que transforma direitos do homem (direitos naturais) em:
	
	
	
	direitos cosmopolitas
	
	
	direitos da humanidade
	
	
	direitos naturais.
	
	
	direitos humanos
	
	
	direitos fundamentais
		
	Gabarito
Comentado
	
	
	
	
	 
		
	
		8.
		Com relação as

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.