A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
DIREITOS HUMANOS

Pré-visualização | Página 5 de 42

analise cada item abaixo e responda: I. O catálogo de direitos fundamentais do cidadão brasileiro está limitado aos setenta e oito incisos do artigo 5º da nossa Carta Magna; II. No Brasil, os direitos fundamentais são apenas aqueles previstos no título II da Constituição (Dos direitos e garantias fundamentais); III. O direito à saúde (artigo 196) e o direito à educação (artigo 205) são direitos fundamentais absolutos que não admitem relativização; IV. Os direitos sociais são direitos fundamentais, pois têm jusfundamentalidade material. SOMENTE É CORRETO O QUE SE AFIRMA EM:
	
	
	
	I e III
	
	
	II e III
	
	
	III
	
	
	I, II e IV
	
	
	IV
		
	Gabarito
Comentado
	
	
		
	Gabarito
Comentado
	
	
	
	
	 
		
	
		5.
		Tema de particular importância no estudo dos direitos humanos está relacionado com a posição hierárquica ocupada pelos tratados internacionais ratificados pelo Brasil em nosso ordenamento jurídico. Isto porque, a Emenda Constitucional n. 45 de 2004 regulou expressamente a incorporação dos tratados internacionais sobre direitos humanos. É neste contexto que se pode afirmar que os tratados internacionais sobre direitos humanos, na ordem interna brasileira:
	
	
	
	equivalem sempre à lei ordinária, independentemente da forma de aprovação
	
	
	não necessitam de referendo do Congresso Nacional, desde que celebrados pelo Presidente do próprio Congresso Nacional
	
	
	equivalem sempre à norma metaconstitucional, independentemente da forma de aprovação
	
	
	equivalem à emenda constitucional desde que aprovados, em cada Casa do Congresso Nacional, em dois turnos, por três quintos dos votos dos respectivos membros
	
	
	assumem sempre o status de norma supralegal
		
	Gabarito
Comentado
	
	
	
	
	 
		
	
		6.
		Acerca do sistema de direitos fundamentais, assinale a alternativa CORRETA:
	
	
	
	Nossa Carta Magna de 1988 pode ser classificada como sendo um sistema fechado de regras jurídicas.
	
	
	Existem direitos fundamentais implícitos que decorrem do regime, dos princípios adotados pela Constituição, ou dos tratados internacionais em que a República Federativa do Brasil seja parte (art. 5º, § 2º)
	
	
	Os direitos coletivos e difusos não fazem parte do rol jusfundamental do cidadão brasileiro.
	
	
	Nossa Carta Magna de 1988 pode ser classificada como sendo uma constituição compromissória porque consagra exclusivamente os valores da democracia liberal em detrimento da social democracia
	
	
	Um sistema constitucional puro composto apenas de princípios apresenta alto grau de segurança jurídica
	
	
	
	 
		
	
		7.
		Acerca da incorporação dos tratados internacionais sobre direitos humanos na ordem interna brasileira, analise as seguintes afirmativas: I  A incorporação dos tratados internacionais sobre direitos humanos no Brasil não necessita de aprovação do Congresso Nacional, desde que celebrados e ratificados pelo Presidente do próprio Congresso Nacional. II  Os tratados internacionais sobre direitos humanos incorporados à ordem interna brasileira podem ser equivalentes às emendas constitucionais, caso sejam aprovados com maioria de três quintos e em dois turnos; III  Os tratados internacionais sobre direitos humanos, na ordem interna brasileira, equivalem sempre à lei ordinária. IV  Segundo orientação dominante no Supremo Tribunal Federal, os direitos assegurados em tratado internacional sobre direitos humanos firmado pelo Brasil têm sempre o status de supralegalidade, ainda que aprovados com o mesmo quorum das emendas constitucionais. Somente é CORRETO o que se afirma em:
	
	
	
	III
	
	
	II e IV
	
	
	I e II
	
	
	II
	
	
	II, III e IV
	
	
	
	 
		
	
		8.
		Acerca da disciplina dos direitos fundamentais, assinale a resposta correta:
	
	
	
	Os direitos fundamentais são absolutos, não podendo ser relativizados nem mesmo diante de conflitos com outras normas constitucionais.
	
	
	Os tratados e convenções internacionais sobre direitos humanos que forem aprovados, em cada Casa do Congresso Nacional, em dois turnos, por três quintos dos votos dos respectivos membros, serão equivalentes às emendas constitucionais.
		1.
		A Declaração Universal dos Direitos Humanos
	
	
	
	trata o meio ambiente ecologicamente equilibrado como direito de todos.
	
	
	trata dos direitos de liberdade e igualdade.
	
	
	não trata de direitos econômicos.
	
	
	não faz referência a direitos culturais e à bioética.
	
	
	não faz referência a direitos políticos.
	
Explicação:
A alternativa B está correta e é o gabarito da questão pela mesma razão exposta acima. A DUDH envolve duas grandes dimensões: a primeira refere aos direitos de liberdade e a segunda refere aos direitos de igualdade, conforme lema da Revolução Francesa.
	
	
	
	 
		
	
		2.
		Na Constituição de 1988 o ¿direito a educação, a saúde, a alimentação, o trabalho, a moradia, o lazer, a segurança, a previdência social, a proteção à maternidade e à infância, a assistência aos desamparados, está alocado no rol dos direitos
	
	
	
	Políticos
	
	
	Solidários.
	
	
	Individuais.
	
	
	Sociais.
	
	
	À nacionalidade.
		
	Gabarito
Comentado
	
	
	
	
	 
		
	
		3.
		Com relação ao sistema constitucional brasileiro de direitos fundamentais, assinale a resposta correta.
	
	
	
	Os direitos e garantias expressos na Constituição não excluem outros decorrentes do regime e dos princípios por ela adotados, ou dos tratados internacionais em que a República Federativa do Brasil seja parte.
	
	
	Sobre os direitos fundamentais podemos afirmar que são absolutos, com hierarquia juridicamente garantida pela própria Constituição.
	
	
	Segundo a jurisprudência do Supremo Tribunal Federal, os tratados internacionais sobre direitos humanos, depois de aprovados e ratificados pelo Brasil, adquirem status de lei ordinária.
	
	
	Sobre os direitos fundamentais podemos afirmar que estão dispostos no rol taxativo do art. 5º da Constituição Federal de 1988.
	
	
	De acordo com a Constituição Federal de 1988, as normas definidoras dos direitos e garantias fundamentais não têm aplicação imediata.
		
	Gabarito
Comentado
	
	
		
	Gabarito
Comentado
	
	
	
	
	 
		
	
		4.
		A dignidade humana é uma daquelas expressões que portam muitos sentidos diferentes, sendo um desafio estabelecer um sentido único para a mesma, uma vez que varia em razão dos interesses que se busca preservar ou defender quando a ela recorremos. Assim sendo, assinale a única alternativa que não se coaduna com o conceito de dignidade da pessoa humana:
	
	
	
	eixo valorativo que justifica a existência do próprio Estado e da ordem jurídica.
	
	
	princípio fundamental que emana de todos os humanos, desde a concepção no útero materno, vinculando-se e dependendo de atribuição de personalidade jurídica ao seu titular para seu reconhecimento.
	
	
	ponto central de construção de todo o ordenamento jurídico e do próprio Estado.
	
	
	valor suprajurídico, isto é, para além do Direito e da Constituição, já que seria a dignidade um valor ínsito do ser humano.
	
	
	dimensão principiológica que serve de suporte para os direitos humanos.
	
Explicação:
A dignidade humana é uma daquelas expressões chamadas de polissêmicas. Isto quer dizer que ela é portadora de muitos sentidos diferentes, sendo um desafio estabelecer um sentido único para a mesma.
	
	
	
	 
		
	
		5.
		O pós-positivismo jurídico busca dar força normativa aos princípios constitucionais. Portanto, é correto afirmar que, hoje em dia, no centro da Constituição encontra-se:
	
	
	
	A garantia das normas aplicadas pela subsunção
	
	
	A proteção da vontade do legislador e do positivismo jurídico
	
	
	A garantia do silogismo jurídico
	
	
	A proteção dos direitos fundamentais e da dignidade da pessoa humana
	
	
	A proteção absoluta da propriedade
		
	Gabarito
Comentado
	
	
	
	
	 
		
	
		6.
		A Constituição Federal de 1988, trouxe em seu

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.