A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
18 pág.
APOL 01 - Ética e Estética na Educação

Pré-visualização | Página 1 de 7

Questão 1/10 - Ética e Estética na Educação
Considere o extrato de texto:
 “E, no entanto, essa dupla acepção de 'estético' e de sua respectiva recusa, no caso de Platão, que não conhece investigação nem especificamente estética nem especificamente metafísica, se desdobra a partir de uma única fonte, a um só tempo estética e metafísica”.
Após esta avaliação, caso queira ler o texto integralmente, ele está disponível em: RIBEIRO, L. F. B. Sobre a estética platônica. Viso - Cadernos de estética aplicada, v. 1, n. 1, jan./jun. p. 1-14, 2007, p. 4. http://revistaviso.com.br/pdf/Viso_1_LuisFelipeBRibeiro.pdf. Acesso em 11 de jul. de 2019.
Levando em consideração as informações do dado fragmento de texto e os conteúdos do livro-base Ética, estética e educação aponte a alternativa que corresponde aos questionamentos que Platão fez sobre a arte:
Nota: 0.0
	
	A
	Platão via na arte uma ameaça, pois leva à corrupção do caráter e à destruição do intelecto.
A resposta correta é esta, pois Platão não deixou de perceber na arte “a força do fenômeno estético, as emoções que ela desencadeia, o prazer intenso que ela fornece. Platão entendeu perfeitamente que este prazer disputa com a razão a função de medida para a vida, que a alma humana é atraída por objetos belos: palavras, formas, sons, etc. No entanto, Platão também via na arte uma ameaça: “a corrupção do caráter e a destruição do intelecto”, isto é, os prejuízos que a arte poderia causar na formação dos jovens e consequentemente para a sociedade. Em função disso, na cidade idealizada por Platão, a arte, em suas diferentes formas de expressão, seria cerceada de maneira a não perverter o caráter do indivíduo (livro-base, p. 213).
	
	B
	Platão via na arte somente coisas boas e não fazia questionamentos.
	
	C
	Platão deixou de perceber na arte a força e o prazer que ela fornece.
	
	D
	O filósofo grego, em sua imensa capacidade de percepção, via na arte apenas algo inebriante.
	
	E
	Na cidade idealizada por Platão a arte seria livre e muito presente.
Questão 2/10 - Ética e Estética na Educação
Atente para a citação:
“Hegel evidenciou o caráter ou potencial educativo presente nela. Para ele, o fim da arte em geral, de um modo geral, consiste em revelar a verdade que o homem guarda em seu espírito”.
Após esta avaliação, caso queira ler o texto integralmente, ele está disponível em: MOSER, A. NAUROSKI, E. LOPES,L. F., PETRARCA, R. Ética , estética e educação. Curitiba. PR. Ed. Intersaberes. 2019. P. 52
Considerando estas informações e os conteúdos do livro-base Ética, estética e educação sobre a relação entre arte, educação e política, assinale a alternativa correta:
Nota: 0.0
	
	A
	O trabalho do artista precisa estar harmonizado com os anseios da classe social menos favorecida para a concretização de seus anseios de libertação.
A alternativa correta é a letra “a”,  pois, o trabalho do artista precisa estar harmonizado com os anseios da classe social menos favorecida que representa e colaborar na busca de concretização de seus anseios de libertação. A arte como educação política ou engajamento político pode limitar drasticamente as expressões artísticas e bloquear experiências que poderiam ser muito fecundas. O caráter final e não instrumental da arte, tampouco é garantida pela doutrina que vê na arte um engajamento cognitivo ou moral (livro-base, p. 52).
	
	B
	A arte como educação política pode contribuir para experiências que podem ser muito fecundas.
	
	C
	O caráter não instrumental da arte é garantida pela doutrina que vê na arte um engajamento cognitivo ou moral.
	
	D
	A arte, na verdade, deve ter um viés político ideológico, pois o seu objetivo enquanto arte é politizar e divulgar as ideologias.
	
	E
	O artista pode ser alguém distante da realidade do seu povo, pois em vez de contemplar anseios de sua sociedade, deve investir em fabricar o belo em si mesmo.
Questão 3/10 - Ética e Estética na Educação
Leia o fragmento de texto: 
“Platão não desdenha os poderes da arte, em última instância, porque também não desdenha os poderes da sensibilidade. Nada que chegue aos olhos e ouvidos dos mais jovens é inofensivo no processo de formação de suas almas”.
Após esta avaliação, caso queira ler o texto integralmente, ele está disponível em: RIBEIRO, L. F. B. Sobre a estética platônica. Viso - Cadernos de estética aplicada, v. 1, n. 1, jan./jun. p. 1-14, 2007, p. 6. http://revistaviso.com.br/pdf/Viso_1_LuisFelipeBRibeiro.pdf. Acesso em 11 de jul. de 2019.
Considerando o fragmento de texto e os conteúdos do livro-base Ética, estética e educação, assinale a alternativa correta sobre os elementos conceituais da noção de beleza em Platão:
Nota: 0.0
	
	A
	O prazer em si é um bem e tudo o que é prazeroso é belo.
	
	B
	A beleza é efêmera.
	
	C
	A beleza está fundamentada na verdade.
A alternativa correta é a letra  “c” pois a beleza está fundamentada na verdade, e a verdade está no mundo das formas. A beleza e a verdade em si mesmas são eternas e imutáveis. A beleza, portanto, não está associada à imagem, à representação, mas à razão pura, e só pode ser alcançada por meio do conhecimento. Para ele o prazer em si não é um bem, pois está no âmbito dos sentidos humanos, mas a razão é que possibilita a aproximação com o bem. A realidade sensível deve ser observada pelos sentidos, porém, o observador, se quiser realmente acessar a verdadeira beleza, deve abstrair do objeto observado, não se fixando em sua aparência, mas extraindo as múltiplas qualidades desse objeto (livro-base, p. 210).
	
	D
	A beleza está associada aos sentidos.
	
	E
	A beleza está associada a imagem.
Questão 4/10 - Ética e Estética na Educação
Leia a citação:
“Para haver conduta ética é preciso que exista o agente consciente, isto é, aquele que conhece a diferença entre [...] certo e errado, permitido e proibido [...]. A consciência moral [...] conhece tais diferenças[...] por isso [é] responsável por suas ações [...]”.
Após esta avaliação, caso queira ler o texto integralmente, ele está disponível em: CHAUÍ, Marilena. Convite a filosofia. Ática: São Paulo, 2000. p. 135.
Considerando o fragmento de texto e os conteúdos do livro-base Ética, estética e educação, identifique a diferença entre ética e moral. Assinale a alternativa correta:
Nota: 0.0
	
	A
	A moral parte de uma reflexão sobre as ações humanas, enquanto que a ética estabelece regras de costumes.
	
	B
	A ética se baseia em um código moral rígido, o que impede a reflexão sobre as ações.
	
	C
	A noção de metamoral assume diferentes significados em culturas diversas e no decorrer da história.
	
	D
	A moral seria uma metaética, no sentido de que questiona os princípios e as normas éticas.
	
	E
	Podemos distinguir ética e moral, pois a ética seria mais teórica e a moral mais prática.
Comentário: A alternativa correta é a opção E, pois, muitos outros autores distinguem ética e moral. A ética seria mais teórica e a moral mais prática. Assim, conforme dito anteriormente, a ética seria uma meta-moral, no sentido de que discute os princípios e as normas morais, fazendo uma espécie de desconstrução. A noção de bem, por exemplo, assume diferentes significados em culturas diversas e no decorrer da história. Tome como exemplo a questão do aborto para os cristãos, para os que não são cristãos e para determinados povos indígenas e outros correlatos. Ou a eutanásia, que diz respeito ao limite oposto da vida. As noções de vida e morte são conceitos centrais para pensar a compreensão de pessoa nas diferentes culturas (livro-base, p. 29).
 
TB – O
HC – D2, C2
Questão 5/10 - Ética e Estética na Educação
Leia a citação:
“As relações entre ética e o direito, que são, pouco mais ou menos, relações entre conteúdo e continente. Divergem, porém, os dois termos, ou, se assim quisermos exprimir-nos, os dois direitos, quanto à sua estrutura [...]”. 
 Após esta avaliação, caso queira ler o texto integralmente, ele está disponível em: CAVALCANTI, Thais N. Os princípios enquanto normas éticas e o mínimo irredutível da constituição. Revista Direitos Fundamentais

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.