Buscar

Apresentação concreto regenerativo

Prévia do material em texto

CONCRETO REGENERATIVO
“BIOCONCRETO”
Alunos: Karine Corrêa
 Marcos Nichele
 Maurílio Júnior
Disciplina: Tópicos em Engenharia Civil
Professor: Diego Custódio
 
INTRODUÇÃO
O concreto é, essencialmente, um material barato, de fácil manutenção e durável quando aplicado de forma correta em construções, pisos ou revestimento. 
O material é resultado de uma mistura cimento, areia, água e pedra brita (cascalho), portanto, apesar de resistente, costuma estar sujeito ao aparecimento de rachaduras e fissuras, que necessitam ser reparadas conforme algumas patologias que acontecem frequentemente.
 
2
TIPOS DE PATOLOGIAS
As patologias podem ocorrer por causa de:
 Falhas na preparação;
Infiltrações;
Excesso de umidade;
Retração por secagem
Falhas na colocação
Agentes agressivos
Sobrecargas
Estresse ambiental
3
COMO SURGIU O “BIOCONCRETO”?
Surgiu pela necessidade em se ter estruturas alto-resistentes
O concreto convencional não suprindo as expectativas de vida útil das edificações foi o que desencadeou as pesquisas abrangentes para solucionar anomalias patológicas, como fissuras, rachadura e trincas. 
Com base nessa carência de resistência foi criado em 2009 na Universidade de Tecnologia de Delft na Holanda, pelo Microbiologista e Professor Henk Jonker, e pelo Engenheiro Especialista em materiais de construção civil Eric Schlangen,
4
OBJETIVOS
O “bioconcreto” se desenvolve a partir da utilização do concreto como fonte de energia, para aumentar sua estrutura quando submetido a reter o dióxido de carbono atmosférico para obter melhor isolamento térmico nas edificações. 
O bioconcreto está relacionada com atividade enzimática da cepa bacteriana e a composição da cultura utilizada, e quanto mais a atividade da uréase, melhor o perfil nutricional de lactato de cálcio, por exemplo, será maior a precipitação de cálcio realizada por esta cultura. 
E o bioconcreto vem sendo usado para melhorar a resistência a compressão e também de outros materiais provenientes do concreto
5
APLICAÇÃO DIRETA
O conteúdo bacteriano é integrado durante a construção, enquanto o sistema de argamassa e líquido de reparo só entra em ação quando ocorre dano agudo nos elementos de concreto. 
O concreto auto curativo é a mais complexa das três variantes. Esporos bacterianos são encapsulados dentro de pellets de argila de dois a quatro milímetros de largura e adicionados à mistura de cimento com nitrogênio separado, fósforo e um agente nutriente. 
Essa abordagem inovadora garante que as bactérias permaneçam inativas no concreto por até 200 anos. O contato com nutrientes ocorre somente se a água penetrar em uma rachadura - e não ao misturar cimento. Essa variante é adequada para estruturas expostas ao intemperismo, bem como pontos de difícil acesso para trabalhadores de reparos. 
Assim, a necessidade de reparos manuais caros e complexos é eliminada.. 
6
APLICAÇÃO INDIRETA
É o encapsulamento das bactérias junto ao lactato de cálcio em pastilhas geralmente de argilas expandida tratadas, e adicionadas juntas a mistura do concreto.
 Quando há fissura no concreto, a estrutura dos grânulos de argila é quebrada, assim dando o início do tratamento de reparação. 
E verificou-se também que este método tem esporos das bactérias introduzidas junto com o lactato de cálcio em argila expandida, constatou que houve uma prolongação na vida útil das bactérias, observou que não teve perda de viabilidades ao longo do estado observada.
7
7
CUSTOS
Atualmente ainda não existe base para custos devido à não aplicação do bioconcreto oficialmente na construção civil; 
Os valores conhecidos não devem ser considerados, pois são valores de produção e aplicação experimentais; 
O custo estimado é de até o triplo do valor do concreto convencional.
8
Custo Médio do Concreto Armado
Fonte: www.sistrut.com.br
Data base: jan / 2019
9
9
VANTAGENS
10
Contribui com a vida útil e mais longa da estrutura do concreto, tornando o material não só mais durável , como sustentável também;
Ajuda a economizar muito dinheiro na manutenção das estruturas com reformas de paredes, barragens, casas, pontes, estradas e etc.;
Não precisa de mão de obra humana pra recuperação das fissuras, pois o concreto por si mesmo se recupera.
DESVANTAGENS
11
Alto custo da matéria prima para produção do material;
Estudos estão sendo realizados para tentar baixar os valores e tornar a tecnologia mais barata pra competir com o concreto convencional.
OBRIGADO !!
12

Continue navegando