A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
avaliação Final

Pré-visualização | Página 1 de 2

Disciplina:
	Teoria da Literatura I (LED100)
	Avaliação:
	Avaliação Final (Objetiva) - Individual FLEX ( Cod.:648591) ( peso.:3,00)
	Prova:
	23107363
	Nota da Prova:
	10,00
	
	
Legenda:  Resposta Certa   Sua Resposta Errada  
Parte superior do formulário
	1.
	Sabe-se que uma das distinções básicas do texto literário com relação ao texto não literário é que este último busca comprovar a verdade dos fatos observados, enquanto o texto literário, embora possa basear-se na realidade, não está preso a essa mesma realidade, indo além dela pelo exercício da livre imaginação. Se tal característica pertence ao literário, isso se deve a algumas razões. Acerca do exposto, assinale a alternativa CORRETA:
	 a)
	A literatura não pode mostrar uma realidade verificável porque é um tipo de arte do engano.
	 b)
	Aristóteles propôs o termo verossimilhante para demonstrar a falsidade inerente ao texto literário.
	 c)
	A verdade literária não é uma verdade comprovada, mas uma verdade possível, portadora de um discurso que dá maior liberdade à imaginação.
	 d)
	O texto literário está desvalorizado em relação à objetividade das outras mensagens linguísticas.
	2.
	Desde Platão e Aristóteles há uma alternância entre os pontos de vista descritivo e normativo com relação à teoria dos gêneros literários. Se o teor descritivo aponta modos de ordenar a recepção das obras literárias, o enfoque prescritivo busca mediar as novas produções através de parâmetros de composição literária. Essa dupla finalidade de apreensão dos gêneros literários pode ser observada cronologicamente na cultura ocidental. Com base no exposto, classifique V para as sentenças verdadeiras e F para as falsas:
(    ) Em sua origem, muito embora haja certa indicação normativa, em Platão e Aristóteles predominou uma abordagem descritiva dos gêneros literários.
(    ) Com o movimento "tempestade e ímpeto", do Romantismo, caiu por terra a ideia prescritiva da teoria dos gêneros.
(    ) Com a extensão do império romano, a cultura latina impôs o tom normativo não apenas entre gregos e romanos, mas a toda a extensão do império.
(    ) No período medieval, o normativismo persiste, especialmente por meio da arte da retórica.
Assinale a alternativa que apresenta a sequência CORRETA:
	 a)
	V - V - V - V.
	 b)
	F - V - F - V.
	 c)
	V - F - V - F.
	 d)
	F - F - V - V.
	3.
	O estudo da Literatura, ou seja, análise das características, aprimora a percepção dos alunos. Os períodos literários, as características, as composições, o verso e a prosa, acabam, por sua vez, recebendo tal refinamento. Um influencia o outro - escrita e leitura. Esse é um dos papeis elementares da prática pedagógica. Sobre o épico e a epopeia, classifique V para as sentenças verdadeiras e F para as falsas:
(    ) A partir das epopeias de Homero, surge o gênero épico.
(    ) No épico, é possível observar a complexidade que é própria do mundo.
(    ) O gênero épico, temos o herói, mas não o mito.
(    ) A epopeia se diferencia do épico por não ter narração.
Assinale a alternativa que apresenta a sequência CORRETA:
	 a)
	V - V - F - F.
	 b)
	F - V - V - F.
	 c)
	V - V - F - V.
	 d)
	F - F - F - V.
	4.
	Assim como a arte, a literatura também tem funções, além de simplesmente comunicar. A literatura faz parte da vida em nossa sociedade. Escritores são cidadãos. Ela pode não ser totalmente ingênua, mas também pode exercer a contemplação da vida ou de algum aspecto entendido como sendo belo. As funções da literatura costumam ser nomeadas em: pragmática, catártica, lúdica, cognitiva e político-social. Sobre duas delas, associe os itens, utilizando o código a seguir:
I- Função catártica.
II- Função cognitiva.
(    ) Nas peças teatrais podem alcançar seu grau máximo.
(    ) Funde razão e emoção.
(    ) Sentimentos guardados são expressos no texto pelo autor.
(    ) Visão particular de uma situação.
Assinale a alternativa que apresenta a sequência CORRETA:
	 a)
	II - I - I - II.
	 b)
	I - II - II - I.
	 c)
	II - I - II - I.
	 d)
	I - II - I - II.
	5.
	Leia, atentamente, o fragmento:
Uma noite, eu me lembro... Ela dormia
Numa rede encostada molemente...
Quase aberto o roupão... solto o cabelo
E o pé descalço no tapete rente. (Castro Alves)
Com base no exposto, analise as afirmativas a seguir:
I- Cada verso deste poema apresenta um número de sílabas poéticas diferente, não sendo possível estabelecer sua metrificação.
II- As palavras "molemente" (verso 2) e "rente" (verso 4) pertencem a classes gramaticais diferentes, advérbio e adjetivo respectivamente, configurando, desse modo, uma rima rica.
III- Cada verso do poema apresenta dez sílabas poéticas, sendo, desse modo, classificado como um decassílabo.
Assinale a alternativa CORRETA:
	 a)
	Somente a afirmativa I está correta.
	 b)
	As afirmativas I e II estão corretas.
	 c)
	As afirmativas I e III estão corretas.
	 d)
	As afirmativas II e III estão corretas.
	6.
	Massaud Moisés (2004, p. 314) afirma que "a narração consiste no relato de acontecimentos e fatos, envolvendo, por conseguinte, a ação, o movimento e o transcorrer do tempo". Há um ponto de vista a partir do qual a história é narrada. Não há, portanto, neutralidade nesse processo. Estudar elementos da narrativa contribui para a percepção de como a história é elaborada - traz uma visão apurada ao leitor. Com base no exposto, assinale a alternativa CORRETA:
FONTE: MOISÉS, Massaud. Dicionário de termos literários. São Paulo: Pensamento-Cultrix, 2004.
	 a)
	A narrativa pragmática se faz presente na obra quando o autor revela alguma ação do personagem.
	 b)
	Onisciente é o autor que, de fato, conhece a história pessoalmente e, portanto, pode narrá-la.
	 c)
	O gênero narrativo apresenta uma variedade de possibilidades, assim como é a realidade.
	 d)
	O enredo é o clímax de qualquer narrativa. É o ponto mais alto da história.
	7.
	Quando busca-se determinar as funções das personagens enquanto agentes das ações nas narrativas, encontramos desde abordagens simplificadas, como as que estudam as narrativas tradicionais, centradas numa tipologia básica que compreende o protagonista, antagonista e personagens adjuvantes, até abordagens mais complexas que expandem essa tipologia em seis funções. Com base no exposto, analise as afirmativas a seguir:
I- O protagonista conduz a ação principal, a qual é oposta pelo antagonista, que, por sua ação, leva o enredo para o conflito central.
II- O objeto é o fim visado pelo protagonista, portanto é a figura de interesse comum a ele e ao antagonista.
III- Se o destinador dirige a ação e a resolve na medida em que influi na destinação do objeto, o destinatário, em contrapartida, é o personagem que recebe o objeto, apontando o final da ação, geralmente à revelia da vontade do protagonista.
IV- O adjuvante povoa as narrativas, conquanto seu papel é de auxiliar os personagens centrais a alcançarem os seus fins.
Assinale a alternativa CORRETA:
	 a)
	As afirmativas I, II e IV estão corretas.
	 b)
	Somente a afirmativa IV está correta.
	 c)
	As afirmativas I e III estão corretas.
	 d)
	Somente a afirmativa III está correta.
	8.
	Na origem do gênero dramático, as peças predominantemente apresentadas nos teatros gregos eram tragédias ou, então, comédias, conforme imitassem personagens e ações de valor ou, ao contrário, personagens sem qualquer prestígio social e de ações risíveis. Acerca da tragédia e da comédia, associe os itens, utilizando o código a seguir:
I- Esfera do trágico.
II- Esfera do cômico.
(    ) Associa-se ao destino fatalista do herói, que não pode modificar o seu fim, mas sofrê-lo com dignidade.
(    ) Associa-se a personagens de pouca sabedoria, em geral demonstrando ações ridículas.
(    ) Ênfase no valor dos personagens, seres exemplares.
(    ) Ênfase no lado risível dos personagens, seres engraçados por suas falhas e, muitas vezes, inocentes.
Assinale a alternativa que apresenta a sequência CORRETA:
	 a)
	II - II - II - I.
	 b)
	I - II - II - II.
	 c)
	I - II - I - II.
	 d)
	II