A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
1 pág.
HEMODINÂMICA

Pré-visualização | Página 1 de 1

HEMODINÂMICA 
 ​VASOS 
Artérias​:​Transportam o sangue do coração para os             
tecidos sob alta pressão. Por isso, tem fortes               
paredes vasculares e o sangue flui em alta               
velocidade. 
Arteríolas​: ​Pequenos ramos finais do sistema           
arterial. Age como conduto de controle da             
passagem de sangue para os capilares. Por isso               
tem fortes paredes musculares e é capaz de               
controlar o fluxo sanguíneo em cada tecido             
dependendo da necessidade​. 
Capilares​: ​Atua na troca de líquidos, nutrientes,             
eletrólitos, hormônios e outras substâncias         
entre o sangue e as células. Possui apenas uma                 
única camada de endotélio e minúsculos poros             
permeáveis a água e outras moléculas. 
Vênulas​: ​Coletam o sangue dos capilares e de               
forma gradual se aderem, formando veias           
gradualmente maiores. 
Veias​: ​Transportam o sangue das vênulas de volta               
ao coração, além de atuar como reservatório de               
sangue. 
 ​CONSTITUIÇÃO DAS VEIAS E ARTÉRIAS 
Veias e artérias são formadas por três camadas               
concêntricas, a ​túnica adventícia ou externa​, formada             
por tecido conjuntivo, ​túnica média​, formada por             
músculo liso, e ​túnica íntima​, formada pelo endotélio               
vascular, lâmina basal e a lâmina elástica interna. 
Diferenças​: ​As veias possuem uma menor quantidade de               
músculo que as artérias; a pressão dentro das veias é                   
menor que dentro das artérias, porque as veias se                 
acomodam mais quando estão com uma grande             
quantidade de sangue dentro delas, e quem estimula o                 
retorno venoso são os ​músculos esqueléticos​, que             
pressiona as veias, que por possuírem ​válvulas​(impede             
o refluxo), o sangue é impulsionado no sentido do                 
coração, o que é chamado de ​bomba muscular               
esquelética. 
 
 
 
Inter Relações da pressão, fluxo e resistência 
Determinantes do fluxo sanguíneo pelo vaso: 
1º ​A diferença de pressão sanguínea entre as               
extremidades do vaso⇒ a força que impulsiona o                 
sangue; 
2º​ ​ Resistência vascular. 
A resistência é resultado do atrito do sangue em                 
movimento e o endotélio intravascular. 
F= ΔP/RVP (Quanto maior a força de pressão e                   
menor a resistência, maior o fluxo). 
 
 ​Fluxo Sanguíneo 
Quantidade de sangue que passa por           
determinado ponto da circulação em certo           
intervalo de tempo. 
-A velocidade é menor nos pequenos vasos pois o                 
volume sanguíneo é disperso em uma quantidade             
maior de vasos. 
Fluxo Laminar: ​Estável, organizado em linhas           
correntes, com camadas de sangue equidistantes           
das paredes do vaso. O centro é mais veloz. 
Fluxo turbilhonar: É desordenado, o sangue flui na                
direção longitudinal e perpendicular, formando         
redemoinhos. Ocorre quando o fluxo é muito             
intenso ou o sangue passa por alguma obstrução               
ou superfície áspera (anemia). 
 
 ​Resistência dos vasos  
Impedimento do fluxo resultante do atrito entre             
o sangue e a parede do vaso. Depende do                 
diâmetro do lúmen do vaso, comprimento do vaso               
e viscosidade sanguínea, que depende do           
percentual de glóbulos vermelhos no sangue, os             
hematócritos (quanto maior o hematócrito, maior           
a viscosidade, logo maior é a resistência, e               
consequentemente menor o fluxo).