A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
5 pág.
Índices Zootécnicos

Pré-visualização | Página 1 de 1

Índices Zootécnicos 
Em Programas de Melhoramento Animal 
Conceito  
↳ ​Os Índices Zootécnicos (IZ) são dados produtivos, quantitativos e 
qualitativos, referentes aos segmentos da exploração. Eles refletem em 
forma numérica (relação entre dados) o desempenho dos diversos 
parâmetros da exploração animal. 
 
Rentabilidade da atividade 
⬇ 
Indicadores zootécnicos 
⬇ 
Influência direta na produção e consequentemente nos lucros 
Manejo dos animais e propriedade  
↳ ​Identificação dos animais que pode ser feita através de marcação do 
animal e utilização da ficha individual com histórico do animal 
↳ ​Definição da área da propriedade utilizada na atividade, bem como o 
número de pessoas envolvidas na atividade diária. 
↳ ​Rotina de anotações de campo, com posterior preenchimento de 
planilhas ou cadernos que sirvam de histórico dos dados observados 
no campo. 
Índices Reprodutivos 
Idade à puberdade 
 
↳ ​Manifestação do 1o cio , mais difícil de ser avaliada em regime 
extensivo de criação. 
↳ ​Determina a longevidade reprodutiva da fêmea e o número potencial 
de crias durante sua vida útil.  
↳ ​Quanto ​maior a idade à puberdade maior o intervalo de gerações e 
menor a intensidade de seleção. ​A idade a puberdade está 
relacionada à raça do animal e ao seu peso (as primeiras 
manifestações de cio ocorrem geralmente quando o animal apresenta 
em torno de 40% do 
peso vivo adulto). 
 
Idade ao primeiro parto (IPP) 
 
↳ ​Depende de vários fatores como ​genética e raça​ dos animais, 
desenvolvimento corporal (acompanhamento do peso e taxa de 
crescimento do animal), maturidade sexual. 
↳ ​Desenvolvimento corporal da novilha ~~~~ idade do animal (peso e 
idade). 
↳ ​É um indicativo de ​precocidade sexual​ e, portanto, de elevada 
importância econômica, uma vez que marca o início da vida produtiva. 
↳ ​Tamanho; idade; peso 
 
Período de serviço (PS) 
↳ ​Número de dias entre o parto e a inseminação ou cobertura de 
sucesso, que deu início a uma nova gestação (número de dias entre o 
parto mais recente e a concepção). 
 
Período de gestação 
↳ ​Concepção até o parto. 
Intervalo entre partos (IEP) 
↳ ​Tempo decorrido entre dois partos consecutivos. Quando 
prolongado o IEP pode diminuir o nó vacas em lactação, aumentar o 
intervalo de gerações e atrasar o nascimento de um novo produto. 
↳ ​Ideal?? 
 
Taxa de concepção (TC) 
↳ ​Porcentagem de fêmeas que ficaram prenhes dentro de um 
determinado período e pode ser calculada da seguinte forma: 
TC = (no fêmeas prenhes/no fêmeas inseminadas) x 100 
↳ ​Quando as taxas de concepção caírem abaixo dos 30%: Revisar seu 
programa de IA!!!! 
↳ ​inseminadores foram bem treinados; sêmen; manejo de vacas; e as 
vacas estão sendo manejadas com calma antes e depois da 
inseminação e checar intervalos entre as coberturas. 
↳ ​Ciclo estral 
Número de serviços até a concepção 
 
 
Intervalo do parto até 1⁰ CIO 
 
↳ ​Compreende o período entre o parto até a manifestação do primeiro 
CIO após o parto.  
↳ ​Esse deve ser em média de 30 dias. 
 
Taxa de prenhez/ índice de fertilidade 
 
↳ ​Número de fêmeas prenhes em relação ao número de fêmeas 
introduzidas no programa reprodutivo. 
% prenhez = (vacas prenhas/vacas expostas) X 100 
*vacas expostas: vacas inseminadas ou cobertas 
 
Taxa de natalidade/ fecundidade 
 
↳ ​Resultado das fêmeas que foram submetidas à cobertura, 
emprenharam e quantas levaram a gestação a termo. 
Índice de natalidade = no de bezerros nascidos x 100 / no fêmeas em 
cobertura   
Taxa de mortalidade intra-uterina 
 
↳ ​Índice de perdas de animais que foram abortados, reabsorvidos ou 
natimortos. 
Índice mortalidade = no de fêmeas prenhas – no de vacas que pariram 
x 100 / no fêmeas prenhas 
↳ ​Identificação de problemas sanitários 
 
Circunferência escrotal 
↳ ​Quantidade em volume da área ocupada pelo tecido testicular 
responsável pela produção de andrógenos e espermatozoides. 
 
Escore de condição corporal (ECC) 
↳ ​A ferramenta mais utilizada para monitorar o grau de mobilização 
das reservas de gordura é a avaliação do Escore de Condição 
Corporal (ECC), que varia de uma escala de 1 a 5 pontos, onde o escore 
1 representa a vaca excessivamente magra e o escore 5 representa 
uma vaca demasiadamente obesa. 
 
Fatores que afetam a Eficiência Reprodutiva 
- Estado nutricional do animal, 
- Nível de produção de leite (fator não comprovado), 
- Balanço energético da dieta, 
- Condição corporal no parto, 
- Fatores fisiológicos (por exemplo, cisto ovariano) e 
- Fatores sanitários (ex.: retenção de placenta, inflamação uterina). 
Índices Zootécnicos em Suínos 
↳ ​O ​número de leitões desmamados/porca/ano é o principal indicador 
da eficiência reprodutiva.​ É o resultado do número de leitões 
desmamados/parto e do número de partos/porca/ano  
● Intervalo desmame cobertura (IDC)  
● Causas de dias não produtivos (DNP) : retornos ao 
● cio, abortos, descarte e mortalidade pós-cobertura e porcas 
● Duração da gestação e da lactação 
 
Índices de Crescimento 
 
↳ ​As fases de crescimento (creche, recria e terminação) têm mais ou 
menos os mesmos parâmetros a serem medidos, quais sejam: 
● Conversão alimentar (CA); 
● Ganho de peso diário (GPD); 
● Taxas de mortalidade; 
● Descartes; 
↳ ​Alimentação - ​⬆​ custo 
Índices Zootécnicos de Aves 
↳ ​Dentre os principais índices zootécnicos utilizados na ​exploração 
avícola de ovos ​, temos: 
A. Viabilidade (diferença entre as aves alojadas e as retiradas para 
o abate); 
B. Conversão alimentar: 
C. Percentual de ovos rendáveis; 
D. Produtividade (ovos/ave/alojada); 
E. Mix de ovos (qualidade da casca, albúmen, n de ovos extras, 
grandes etc) 
↳ ​Dentre os principais índices zootécnicos utilizados em frangos de 
corte, temos: 
A. Viabilidade; 
B. Conversão alimentar; 
C. Ganho de peso diário; 
D. Índice de Eficiência Produtiva (IEP) 
 
 EP I = Conversão alimentar
Ganho Peso Diário (KG) x V iabilidade (%)