A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
1 pág.
Irrigação por aspersão

Pré-visualização | Página 1 de 1

IRRIGAÇÃO POR ASPERSÃO 
A água consiste em um elemento imprescindível para o metabolismo 
vegetal e, portanto, é de fundamental importância que a planta tenha água 
disponível para se desenvolver. 
Nesse contexto, a irrigação trata-se de uma técnica cujo objetivo é fornecer 
água controladamente para as culturas, em volume adequado e no momento 
certo, visando garantir sua manutenção e produtividade. 
Existem diversos métodos de irrigação. Os principais são a superficial, a 
por aspersão, a localizada e a subterrânea. Nesse documento vamos tratar sobre 
irrigação por aspersão. 
A irrigação por aspersão fundamenta-se no princípio da água ser 
distribuída uniformemente, em pequenas gotas, sobre uma área circular do 
terreno centrada em um emissor que, por sua vez, dispersa o fluido para cima e 
para o lado. Tal emissor geralmente é um aspersor, um orifício, um bocal ou um 
spray. 
Este sistema apresenta como vantagens o baixo custo de mão de obra, 
elevada eficiência, controle do volume de água fornecido e facilidade para a 
aplicação de fertilizantes. Vale ressaltar que a irrigação por aspersão é 
recomendada para culturas que cobrem praticamente toda a superfície do 
terreno após seu crescimento total. 
Por outro lado, as desvantagens da irrigação por aspersão são o 
favorecimento ao desenvolvimento de doenças nas culturas (por conta das 
folhagens molhadas), o fato de o vento e a topografia do terreno limitarem o uso 
do método e os elevados custos de instalação e manutenção.