A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
12 pág.
Portifolio de avr da materia de relacionamento e comunicação em enfermagem

Pré-visualização | Página 1 de 2

Isabelle Bianca Barbosa de Jesus e Hosana Gonçalves de Jesus
Portfólio sobre relacionamento e comunicação em enfermagem 
	
Salvador – Ba
2020
Isabelle Bianca Barbosa de Jesus e Hosana Gonçalves de Jesus
Portfólio sobre relacionamento e comunicação em enfermagem
.
Trabalho apresentando a Professora
Cosete Rodrigues da disciplina Relacionamento e comunicação em enfermagem como requisito para obtenção parcial da media semestral.
Salvador – Ba
2020
Resumo
Este portfolio se propõe a apresentar as informações extraídas dos conteúdos vistos durante todo semestre na matéria de relacionamento e comunicação em Enfermagem. Com o objetivo de desenvolver a habilidade de avaliar o nosso próprio trabalho e desempenho, e traçar a trajetória de progressão na disciplina.
Sumario
1. Introdução .......................................................................................................... 05
2. Relatório ...................................................................................................... 06 - 10 
3. Conclusão ........................................................................................................... 11
4. Referências bibliográficas .................................................................................. 12
Introdução
A matéria de Relacionamento e comunicação em enfermagem se propõem a compartilhar conosco uma maneiras de tornar eficiente e simples nossa comunicação com o cliente e os demais profissionais que trabalham juntamente com o enfermeiro e a equipe de enfermagem, estabelecendo assim uma comunicação terapêutica que muitas vezes se torna o próprio remédio para o cliente ao qual estaremos prestando serviço, por meio de táticas como a proxêmica e a paralinguagem que auxiliam no tratamento, cura ou adaptação do paciente nas mais diversas situações. 
Relatório
A disciplina relação e comunicação em enfermagem iniciou se no dia 03/03/2020 com a professora Cosete Rodrigues que abordou o tema elementos da comunicação e os seus respectivos processos no qual se refere a comunicação para o profissional de enfermagem como algo imprescindível se realizada de maneira efetiva, ela auxilia ao paciente na cura e cuidado das mais diversas enfermidades, trazendo para aquele ambiente de convívio um lugar que o aceita, o acolhe e é um local seguro. Ela pode desempenhar técnicas diferentes de comunicação para que possa ser compreendido o contexto holístico vivido pelo paciente. E são compreendidos por elementos da comunicação o emissor, o receptor, o veículo, a mensagem, o código e o contexto. A comunicação é a ação de emitir uma mensagem e eventualmente, receber outra mensagem como resposta. Trazendo para os cuidados de enfermagem ela pode ser lida como a habilidade de um profissional em ajudar as pessoas a enfrentas seus problemas, ajustar se ao que não pode ser modificado, relacionar se com outras pessoas e lidar com bloqueios que a impeçam de ser autônomo e funcional, visando sempre servir de apoio emocional, proporcionar um ambiente mais acolhedor e melhores cuidados ao paciente. Existem condições pré-existentes que influenciam em como a mensagem é emitida e como será recebida pelo paciente. São condições que afetam nesse processo: a crenças, valores, nível de desenvolvimento, estatuto social, idade, religião, cultura e o ambiente em que em que está inserido esse cliente. 
Em continuidade a suas atividades correlacionadas a comunicação nos é apresentado a sua comunicação em duas divisões a comunicação verbal e a não verbal e alguns de seus elementos, no dia 10/03/2020. A comunicação verbal é aquela em há a presença de palavras, escrita e fala, contraditoriamente a não verbal é toda a comunicação que possui ausência de palavras, e geralmente é a mais eficaz, entre elas está a postura, a aparecia física, a expressão corporal, o toque e os gestos visuais são fundamentais para que ela seja eficiente. A comunicação terapêutica une as comunicações verbal e não verbal, em um contexto onde o cuidador procura integrar a comunicação para atender ao utente em um conjunto de interações que resulta numa comunicação terapêutica. Existem algumas técnicas que são exigidas para que a comunicação terapêutica seja boa e eficiente são elas : o silencio, a aceitação, reforçar pistas, oferecer se a si, abertura, reconhecimento, encorajar a comparação, fazer observações, repetição, localizar um evento no tempo, a reflexão, encorajar as descrições das percepções, a focalização, o apresentar a realidade, a descodificação dos sentimentos, expressão da dúvida, a clarificação e a validação, o formular um plano de ação e por fim a exploração. Na comunicação verbal existem elementos que há compõem sendo eles: a proxêmica que é o estudo do significado social do espaço e sua estruturação inconsciente. A cinésica que é a linguagem que são expressadas pelos sinais do corpo. A linguagem tacésica que é o estudo do toque e de todas as características que o envolvem, a pressão exercida e o local que se é tocado. E por intermédio da paralinguagem, se demonstram sentimentos, características da personalidade, atitudes, relacionamento interpessoal e autoconceito.
A comunicação tem importância fundamental na enfermagem resgatando assim a capacidade do ser humano em perceber com precisão os sentimentos, as dúvidas e as dificuldades de verbalização das pessoas, além de ajudar a potencializar a comunicação do indivíduo e principalmente no que diz respeito ao seu modo de transmitir a mensagem.
A seguir foi nos apresentado em sala de aula no dia 17/03/2020 uma aula sobre o estudo das relações humanas que diz que o ser humano é um ser extremamente social pois, vive em uma relação que depende dos demais, enfim, um ser que se percebe no mundo e tem uma compreensão de si mesmo a partir do olhar do outro e de sua relação com o outro. O ser humano se adapta à natureza de maneira social, isto é, cria um meio artificial para a satisfação indireta de suas necessidades vitais. Ele deve ser analisado e compreendido em três planos: o físico, o psicossocial e o existencial. Que juntos demonstram de perspectivas diferentes do mesmo evento. Na realização de um tratamento humanizado é importante que exista a necessidade de proporcionar bem-estar biopsicossocial, produzindo, recuperando e mantendo a saúde das pessoas.
Um relacionamento pode ser caracterizado como um ato que envolve ligação emocional, pessoal ou profissional entre pessoas que se unem com objetivos e interesses em comum.
Decretado pela instituição de ensino Estácio, está aula do dia 24/03/2020 foi realizada online, ela é referente ao relacionamento intrapessoal que é o conhecimento de si mesmo no qual permite desenvolver a habilidade de entender e orientar o próprio comportamento. Já a interação entre dois indivíduos envolve duas fontes de informação: do “eu” de cada um deles e do outro com quem se mantém esse contato. A janela Johari exige a consciência de que a interação entre dois indivíduos que envolve duas fontes de informação, existem 4 eus diferentes que podem ser analisados, o eu cego representa a área da personalidade que o indivíduo inconscientemente esconde de si mesmo, mas que integra o comportamento que comunica aos outros, o eu aberto representa as facetas da personalidade conhecidas pela própria pessoa, que está disposta a dividi-las com os outros, o eu desconhecido representa as facetas da personalidade da pessoa, que nem ela nem os outros conhecem ou percebem, o eu oculto representa as facetas da personalidade que a pessoa conhece, mas que está consciente e deliberadamente tentando esconder dos outros.
Posteriormente no dia 31/03/2020, ainda em aula online dando seguimento as relações e a comunicação a pauta abordada foi o relacionamento interprofissional que aborda a relação entre duas ou mais profissões. Assim como enfermeiro precisa trabalhar em equipe, e isso é um desafio, porque o profissional precisa desenvolver habilidades

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.