A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
5 pág.
Teoria Geral da Investigação e Perícia

Pré-visualização | Página 1 de 2

Disciplina:
	Teoria Geral da Investigação e Perícia (16792)
	Avaliação:
	Avaliação I - Individual FLEX ( Cod.:649684) ( peso.:1,50)
	Prova:
	24176903
	Nota da Prova:
	10,00
	
	
Legenda:  Resposta Certa   Sua Resposta Errada  
Parte superior do formulário
	1.
	A competência da polícia judiciária para investigação criminal é prevista no Artigo 4º do Código de Processo Penal, que prevê a competência de realização de ato investigativo, dentro de suas atribuições legais. Acerca do início da investigação pela polícia judiciária, analise as sentenças a seguir:
I- A investigação criminal tem início após a notificação de ocorrência de um crime.
II- A autoridade policial ao ter conhecimento da ocorrência de um crime determina a investigação decidindo como deve ser o ato investigativo.
III- O procedimento investigativo possui caráter administrativo, ou seja, é um conjunto de ações e procedimentos de natureza pública.
IV- O início da investigação obrigatoriamente é determinado por ordem judicial.
Assinale a alternativa CORRETA:
	 a)
	As sentenças I, II e III estão corretas.
	 b)
	Somente a sentença I está correta.
	 c)
	Somente a sentença II está correta.
	 d)
	As sentenças I, II e IV estão corretas.
	2.
	A Constituição Federal brasileira de 1988, além dos direitos fundamentais, garante no artigo 5º inciso LVII que "ninguém será considerado culpado até o trânsito em julgado de sentença penal condenatória". Por essa razão, a persecução penal deve ser feita observando rigorosamente as provas produzidas, não apenas na investigação, como também na etapa processual. Acerca da função da investigação como meio de garantia processual, classifique V para as sentenças verdadeiras e F para as falsas:
(    ) Embora a verdade processual seja sempre uma verdade reconstruída, a investigação criminal na esfera penal garante a materialização de provas acerca dos fatos.
(    ) Para se atingir a verdade no processo penal é necessário a materialização de provas, a fim de que seja garantida a justa absolvição ou condenação de um réu.
(    ) Na esfera processual penal a absolvição ou condenação independe de prova material.
(    ) Na esfera penal uma vez havendo a confissão do acusado pode-se desconsiderar a investigação criminal.
Assinale a alternativa que apresenta a sequência CORRETA:
FONTE: https://www.jusbrasil.com.br/topicos/10728238/inciso-lvii-do-artigo-5-da-constituicao-federal-de-1988. Acesso em: 24 mar. 2020.
	 a)
	V - F - F - F.
	 b)
	F - F - V - F.
	 c)
	V - V - F - V.
	 d)
	V - V - F - F.
	3.
	Embora nos dias de hoje a investigação criminal seja um procedimento que utiliza avançados recursos tecnológicos, a busca de elucidação de crimes remonta a fases historicamente anteriores à ciência moderna. No entanto, foi entre os séculos XVI a XX que a ciência forense de investigação se torna um corpo de conhecimento metódico e estruturado. Acerca do processo histórico da investigação criminal, analise as sentenças a seguir:
I- Ao longo da história encontramos diversas práticas sistemáticas de investigação de delitos, surgindo no século XIX os Institutos de Criminalísticas e a Polícia Técnica-Científica que seguem padrões de investigação.    
II- A Criminalística é uma ciência especializada que utiliza métodos adequados para investigar vestígios encontrados no local em que ocorreu um crime.
III- O conhecimento obtido pela Criminalística não pode ser utilizado pelos profissionais do direito e sim por peritos criminais especializados.
IV- O laudo pericial não resulta de investigação criminal.
Assinale a alternativa CORRETA:
	 a)
	Somente a sentença III está correta.
	 b)
	Somente a sentença IV está correta.
	 c)
	As sentenças I e II estão corretas.
	 d)
	As sentenças I, II e IV estão corretas.
	4.
	A investigação criminal é considerada o início da persecução penal. Em outras palavras, é um procedimento preliminar, de caráter administrativo, que reúne provas e indícios necessários para a formação de juízo, ou justa causa, para dar início à ação penal. Acerca da investigação criminal, analise as sentenças a seguir:
I- A investigação é um procedimento indispensável para ser estabelecida e provada a verdade real de um crime.
II- Por não ser procedimento judicial, a investigação criminal não pode integrar a ação penal.
III- Em casos de inexistência de provas de ocorrência de um crime não se admite a investigação.
IV- A investigação criminal não estabelece a verdade material de um crime, mas sim a prova de sua ocorrência.
Assinale a alternativa CORRETA:
	 a)
	Somente a sentença I está correta.
	 b)
	As sentenças II e III estão corretas.
	 c)
	A sentenças III e IV estão corretas.
	 d)
	As sentenças I e II estão corretas.
	5.
	A Teoria dos Frutos da Árvore Envenenada é uma concepção utilizada no Processo Penal brasileiro que entende que se uma prova é obtida de maneira ilícita e transmitida a outras provas - provas derivadas - todas devem ser desconsideradas ou banidas do processo. Acerca da relação da Teoria dos Frutos da Árvore Envenenada, com os princípios que devem reger a investigação criminal, avalie as asserções a seguir e a relação proposta entre elas:
I- A investigação criminal deve ser conduzida obedecendo procedimentos técnicos e legais adequados e previamente estabelecidos.
PORQUE
II- As investigações criminais devem ser realizadas dentro das fronteiras legais, a fim de produzir provas lícitas.  
Assinale a alternativa CORRETA:
	 a)
	A primeira asserção é uma proposição falsa, e a segunda, uma proposição verdadeira.
	 b)
	As duas asserções são proposições verdadeiras, mas a segunda não é uma justificativa correta da primeira.
	 c)
	As duas asserções são proposições verdadeiras, e a segunda é uma justificativa correta da primeira.
	 d)
	A primeira asserção é uma proposição verdadeira, e a segunda, uma proposição falsa.
	6.
	No Estado Democrático de Direito, o Estado possui, dentre outras, as funções de proteger direitos fundamentais e garantir a promoção da justiça. Desde tal perspectiva, pode-se afirmar que a investigação criminal tem como finalidade a obtenção de elementos acerca da materialidade de um delito de forma a justificar o início de um processo penal acusatório. Acerca da persecução penal, assinale a alternativa CORRETA:
	 a)
	Cabe à polícia judiciária dar início à ação penal.
	 b)
	A investigação criminal por ser preliminar não integra a ação penal.
	 c)
	Ao ser dada a notícia acerca da prática de um delito, o juiz da comarca imediatamente determina o início da investigação criminal.
	 d)
	A averiguação inicial da prática delituosa tem como objetivo a produção e obtenção de elementos pela polícia judiciária, a fim de dar início à ação penal.
	7.
	Criminalística pode ser definida como a disciplina que tem como objetivo o reconhecimento e a interpretação dos indícios materiais relativos ao crime e a possível identidade do criminoso. Acerca da finalidade da criminalística, avalie as asserções a seguir e a relação proposta entre elas:
I- Os conhecimentos obtidos pela Criminalística têm utilidade material e processual.
PORQUE
II- A investigação criminal é uma modalidade de investigação científica.
Assinale a alternativa CORRETA:
	 a)
	As duas asserções são proposições verdadeiras, e a segunda é uma justificativa correta da primeira.
	 b)
	A primeira asserção é uma proposição verdadeira, e a segunda, uma proposição falsa.
	 c)
	As duas asserções são proposições verdadeiras, mas a segunda não é uma justificativa correta da primeira.
	 d)
	A primeira asserção é uma proposição falsa, e a segunda, uma proposição verdadeira.
	8.
	A investigação criminal é um procedimento técnico-científico metodologicamente estabelecido, a fim de estabelecer a verdade fática acerca da ocorrência ou não de lesão a um bem penalmente relevante. Todo conhecimento científico é resultado histórico e possui finalidade específica. Acerca da finalidade da investigação criminal, avalie as asserções a seguir e a relação proposta entre elas:
I- A finalidade da investigação