A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
2 pág.
Módulo 1 - aula 28 - Padrões fotossintéticos

Pré-visualização | Página 1 de 1

Link para as aulas: https://bit.ly/2HQ78hW 
 
1. Plantas CAM são adaptadas ao ambiente árido, onde 
ficam expostas à intensa luminosidade e ao estresse 
hídrico. Elas são capazes de abrir seus estômatos à noite 
e fechá-los durante o dia. Assim, no período noturno, 
absorvem dióxido de carbono, armazenando-o sob a 
forma de ácido málico. Com a incidência da luz solar, 
todo o malato que foi produzido libera 2CO que será 
utilizado na síntese de outras substâncias orgânicas. 
Disponível em: <http://www.webartigos.com/artigos/plantas-
cam/37796/>. Acesso: 01 out. 2017 (adaptado). 
 
 
Esse mecanismo adaptativo permite às plantas CAM 
a) realizarem fotossíntese durante a noite. 
b) captarem uma maior quantidade de 2CO . 
c) estocarem o excesso de produtos da fotossíntese. 
d) economizarem quantidades significativas de água. 
 
2. A fotossíntese ou o processo pelo qual a energia 
radiante do Sol é capturada e transformada em matéria 
orgânica é, sem dúvida, fundamental para a existência 
da enorme diversidade de vida existente sobre a Terra. 
Sobre a fotossíntese é correto afirmar que 
a) as plantas C3 atingem suas taxas máximas de 
fotossíntese (TMF) em intensidades de radiação solar 
relativamente baixas. 
b) a produção de matéria orgânica acontece pelo Ciclo 
de Calvin, fase clara do processo. 
c) as plantas C4 só atingem as taxas máximas de 
fotossíntese sob baixas intensidades de radiação solar. 
d) a transformação do 2CO em matéria orgânica 
produz a energia acumulada pelo ATP. 
 
3. Analise o gráfico a seguir. 
 
 
Com base no gráfico e nos conhecimentos sobre o tema, 
analise as afirmativas a seguir. 
I. As plantas C3 tendem a atingir a taxa fotossintética 
máxima, por unidade de área de superfície foliar, sob 
intensidades luminosas e temperaturas moderadas e a 
serem inibidas por altas temperaturas e à plena luz do 
sol. 
II. As plantas C4 estão adaptadas à luz intensa e altas 
temperaturas, superando em muito a produção das 
plantas C3 sob essas condições. Uma razão para esse 
comportamento é que nas plantas C4 ocorre pouca 
fotorrespiração, ou seja, o fotossintato da planta não se 
perde por respiração, à medida que aumenta a 
intensidade luminosa. 
III. As plantas C4, são particularmente numerosas na 
família das dicotiledôneas, mas ocorrem em muitas 
outras famílias. 
IV. Apesar da sua maior eficiência fotossintética por 
unidade de área foliar, as plantas C3 são responsáveis 
pela menor parte da produção fotossintética mundial, 
provavelmente porque são menos competitivas nas 
comunidades mistas, nas quais existem efeitos de 
sombreamento e onde a luminosidade e temperaturas 
são médias em vez de extremas. 
 
Estão corretas apenas as afirmativas: 
a) I e II. 
b) III e IV. 
c) II e IV. 
d) I, II e III. 
e) I, III e IV. 
 
4. Existem plantas adaptadas às condições do deserto, 
nas quais a fotossíntese é do tipo CAM. 
Essa fotossíntese se caracteriza pela absorção do gás 
carbônico (CO2) pelos estômatos, durante a noite. O CO2 
se acumula dentro da célula, ligando-se ao ácido málico. 
Durante o dia os estômatos se fecham, mas a planta 
pode usar, na fotossíntese, o CO2 retido no ácido málico. 
Explique, do ponto de vista evolutivo, a existência da 
fotossíntese CAM em muitas plantas que vivem nos 
desertos. 
 
 
 
 
https://bit.ly/2HQ78hW
 
 
 
 
 
 
 
 
Gabarito 
 
Resposta da questão 1: [D] 
Por ocorrerem em regiões desérticas ou muito secas, as 
plantas CAM são capazes de manter os estômatos 
fechados durante o dia, evitando significativamente a 
perda de água e sem prejudicar a fotossíntese, pois o 
2CO fixado em forma de ácido málico durante à noite 
é utilizado sob grande intensidade luminosa durante o 
dia. 
 
Resposta da questão 2: [A] 
As plantas C3 atingem suas taxas máximas de 
fotossíntese em intensidades luminosas relativamente 
baixas. 
 
Resposta da questão 3: [A] 
 
Resposta da questão 4: 
O CO2 é captado através dos estômatos que, quando se 
abrem, permitem também a saída de água. Nos 
desertos, manter os estômatos fechados durante o dia, 
quando a temperatura é mais alta, deve ter 
representado uma adaptação muito vantajosa pois 
reduz a perda de água.