A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
7 pág.
Sociologia do Esporte Apol 2 - Uninter

Pré-visualização | Página 1 de 2

Questão 1/10 - Sociologia do Esporte
Leia o fragmento de texto a seguir:
“Distinção social é a categoria sociológica que, aplicada ao esporte, auxilia-nos na compreensão que as escolhas para prática de modalidades esportivas têm relação com os grupos sociais de convivência.”
Após esta avaliação, caso queira ler o texto integralmente, ele está disponível em: MARCHI JR., W; ALMEIDA, B. S.; SOUZA, J. Introdução à sociologia do esporte. Curitiba: Intersaberes, 2019. p. 191
Considerando essas informações e os conteúdos do livro-base Introdução a Sociologia do Esporte sobre o acesso a práticas esportivas, é correto afirmar que:
Nota: 10.0
	
	A
	O acesso às práticas esportivas está vinculado apenas às condições financeiras do indivíduo.
	
	B
	O indivíduo em condição social menos favorecida não poderá praticar determinadas modalidades destinadas apenas às pessoas com maior poder financeiro.
	
	C
	É importante ressaltar que as condições financeiras não são determinantes absolutos para definir quem pode ou não praticar uma modalidade.
Você acertou!
“É possível que existam intercâmbios e condições que permitam a uma pessoa financeiramente menos privilegiada ter acesso e se manter em modalidades que são tipicamente para grupos mais privilegiados”. (Livro-base) Introdução a Sociologia do Esporte, p. 191).
	
	D
	O acesso às práticas esportivas está vinculado apenas às condições de gênero do indivíduo.
	
	E
	No Brasil todas as pessoas possuem acesso às práticas de atividades esportivas, independentemente de qualquer condição.
Questão 2/10 - Sociologia do Esporte
Leia o fragmento de texto a seguir:
“[...] Muitas das regras sociais, que estabeleciam o funcionamento da sociedade, não tinham mais relação com qualquer religiosidade. Por mais que as pessoas tivessem suas crenças, elas já não eram tão centrais para influenciar o dia a dia em sociedade [...]”.
Após esta avaliação, caso queira ler o texto integralmente, ele está disponível em: MARCHI JR., W; ALMEIDA, B. S.; SOUZA, J. Introdução à sociologia do esporte. Curitiba: Intersaberes, 2019, p.150.
Considerando essas informações e os conteúdos livro Introdução a Sociologia do Esporte, a mudança na influência da religiosidade nas práticas esportivas retratada no texto está relacionada a qual categoria sociológica?
Nota: 10.0
	
	A
	Secularização.
Você acertou!
Na secularização “muitas atividades cotidianas antigas tinham uma conotação religiosa, ou seja, a rotina e o entendimento que as pessoas tinham do mundo estavam relacionadas à religião. [...] Porém, quando as pessoas deixaram de viver isoladas nas fazendas e começaram a viver nas cidades e regiões que posteriormente se tornaram os países (Estados nacionais), essa lógica começou a mudar.” (Livro – base - Introdução a Sociologia do Esporte p. 150-151)
	
	B
	Resistência.
	
	C
	Inclusão social.
	
	D
	Globalização.
	
	E
	Diversidade.
Questão 3/10 - Sociologia do Esporte
Leia o texto a seguir:
“Em geral, os comportamentos não permitem que façamos tudo aquilo que temos vontade ou da forma como gostaríamos, gerando uma série de emoções que ficam guardadas e não podem ser expostas a qualquer momento”.
Após esta avaliação, caso queira ler o texto integralmente, ele está disponível em: Marchi Júnior. Wanderley. et al. Introdução a Sociologia do Esporte. Curitiba, InterSaberes, 2019, p.177.
Considerando essas informações e os conteúdos do livro-base Introdução a Sociologia do Esporte sobre o lazer na visão de Elias e Dunning, é correto afirmar que:
Nota: 10.0
	
	A
	Segundo os autores, o lazer é considerado um momento de diversão nos intervalos da vida social.
Você acertou!
“Elias e Dunning (1992) indicam que os momentos de lazer são intervalos no cotidiano social em que é permitido liberar algumas emoções.”. (Livro –base, p.179).
	
	B
	De acordo com os autores, o lazer é o momento em que o indivíduo faz atividades físicas e simbólicas nos intervalos do trabalho.
 
	
	C
	Os autores defendem que os momentos de lazer devem se resumir aos períodos de férias dos indivíduos.
	
	D
	Elias e Dunning destacam que os momentos de lazer dos seres humanos são restritos aos finais de semana.
	
	E
	Na concepção de Elias e Dunning, o lazer não se encaixa no século XXI porque os seres humanos não possuem mais tempo livre.
Questão 4/10 - Sociologia do Esporte
Leia o fragmento do texto:
“Quando falamos de violência, pensamos diretamente na sua manifestação física, ou seja, quando uma ou mais pessoas usam de força física, com seu corpo ou com objetos, contra uma ou mais pessoas, geralmente em resposta a alguma atitude vista com discordância”.
Após esta avaliação, caso queira ler o texto integralmente, ele está disponível em: Marchi Júnior. Wanderley. et al. Introdução a Sociologia do Esporte. Curitiba, InterSaberes, 2019, p. 182.
Considerando essas informações e os conteúdos do livro-base Introdução a Sociologia do Esporte sobre o conceito de violência simbólica, é correto afirmar que:
Nota: 10.0
	
	A
	O conceito de violência simbólica é quando o indivíduo recebeu agressões físicas que comprovam o ato criminoso.
	
	B
	Violência simbólica é quando o indivíduo é agredido verbalmente e responde a ação ao mesmo momento.
	
	C
	Pode-se definir a violência simbólica como uma atitude imperceptível aos indivíduos, ou seja, uma violência camuflada entre os conceitos e valores.
Você acertou!
“Violência simbólica é uma violência que não aparece ou as pessoas não percebem como violência, tendo um caráter de obrigação”. (Livro –base: p. 183).
	
	D
	O conceito de sofrer violência simbólica está ligado ao gênero feminino, considerando aos julgamentos atribuídos ao “sexo frágil”.
	
	E
	A violência simbólica são as agressões sofridas pelas crianças e adolescentes na esfera familiar.
Questão 5/10 - Sociologia do Esporte
Considere o seguinte excerto de texto:
“[...] você provavelmente lembra: as manifestações populares que aconteceram próximas a Copa das Confederações FIFA em 2013. As insatisfações não eram só relacionadas ao esporte, mas talvez a proximidade temporal com aquele evento [possibilitasse] deixar clara a insatisfação de muitas pessoas com os recursos públicos que vinham sendo gastos, especialmente com a construção de estádios de futebol [...]”.
Após esta avaliação, caso queira ler o texto integralmente, ele está disponível em: MARCHI JR., W; ALMEIDA, B. S.; SOUZA, J. Introdução à sociologia do esporte. Curitiba: Intersaberes, 2019, p.141.
Considerando essas informações e os conteúdos livro-base Introdução a Sociologia do Esporte sobre a resistência ao Brasil sediar a Copa do Mundo é correto afirmar que:
Nota: 10.0
	
	A
	Provocaria muitos transtornos às cidades-sede.
	
	B
	Geraria engarrafamentos gigantescos na cidade-sede.
	
	C
	Traria miséria e pobreza aos times locais.
	
	D
	Atrasaria o ano letivo das escolas do país.
	
	E
	Gerou desconfiança quanto aos benefícios recebidos pela FIFA.
Você acertou!
“[...] Para algumas pessoas, sediar a Copa do Mundo de futebol no país fazia parte da dominação ideológica, especialmente por entender que o Brasil teria outras necessidades que não a ‘alienação’ através do espetáculo esportivo. Ao mesmo tempo, outras pessoas não eram contra a Copa do Mundo propriamente dita, mas mostravam resistência aos benefícios públicos que a FIFA tinha recebido, ou ainda as formas de gerenciamento dos recursos públicos”. (Livro – base - Introdução a Sociologia do Esporte p. 141-142).
Questão 6/10 - Sociologia do Esporte
Leia o fragmento de texto a seguir: 
“As consequências do processo de globalização, na maioria dos casos, não são planejadas ou controladas. Nesse sentido, o esporte teve e ainda tem destaque por reforçar ou, em poucos casos, resistir às mudanças geradas pela globalização”. 
Após esta avaliação, caso queira ler o texto integralmente, ele está disponível em: MARCHI JR., W; ALMEIDA, B. S.; SOUZA, J. Introdução à sociologia do esporte. Curitiba: Intersaberes, 2019, p.162.
Considerando essas informações e os conteúdos livro Introdução a Sociologia do Esporte sobre a globalização do

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.