A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
3 pág.
Avaliação Final (Objetiva) - Individual FLEX ( Cod _512279) ( peso _3,00

Pré-visualização | Página 1 de 1

Acadêmico: Camila Vieira de Souza Gurjão (2625015) 
Disciplina: Psicologia da Educação e da Aprendizagem (HID14) 
Avaliação: Avaliação Final (Discursiva) - Individual FLEX ( Cod.:512278) ( peso.:4,00) 
Prova: 17786392 
 
1. Em uma escola do Ensino Fundamental, a equipe de gestão escolar se reuniu para dialogar acerca de 
uma situação que vem se repetindo há alguns anos. Embora seja uma escola com baixo índice de 
reprovação, a maioria das crianças do quinto ano reprova na disciplina de Língua Portuguesa. Na 
primeira parte da reunião, a equipe procurou levantar hipóteses para esclarecer o motivo deste 
problema. Com base no fracasso escolar, quais seriam as possíveis causas deste acontecimento? Cite 
quatro hipóteses. ​( * Máximo 1000 caracteres ) 
 
- a disciplina não está atendendo aos interesses e às necessidades destas crianças; 
- problema do professor (metodologia); 
- materiais didáticos inadequados; 
- conteúdos explorados inapropriadamente ou mal selecionados; 
- processo de avaliação ineficaz. 
Embora as próximas alternativas pareçam ser menos prováveis, pelo teor do case, também poderão ser 
consideradas corretas: 
- aspectos sociais; 
- ocorre a diminuição no estado de prontidão das crianças; 
- incompetência das crianças; 
- carência cultural. 
 
 
 
 
 
2. A psicologia da educação e da aprendizagem é uma subárea de conhecimento, que tem como 
vocação a produção de saberes relativos aos fenômenos psicológicos constituintes do processo 
educativo. Com base nesta afirmativa, disserte sobre a importância da psicologia da educação e da 
aprendizagem na vida do aluno e do professor. ​( * Máximo 1000 caracteres ) 
 
A primeira hipótese do baixo índice de reprovação do quinto ano na disciplina de Língua 
Portuguesa pode ser pelo fato da metodologia que o professor utiliza na aula. Levando em 
consideração que os alunos do quinto ano tem uma bagagem metodológica diferente na 
etapa do ensino fundamental I e essa transição pode dificultar o processo de aprendizagem. 
A segunda hipótese pode ocorrer por causa do falta de maturidade intelectual dos 
estudantes que não tem interesse nos assuntos abordados na aula. 
A terceira hipótese se dá pelo fato do contexto social que esse aluno está inserido gerando 
uma não identificação com o conteúdo da aula. 
A quarta Hipótese vem pelo método de avaliação que não corresponde ao nível da turma. 
Todas essas quatro hipóteses temos que considerar a interação no processo de ensino 
https://www.uniasselvi.com.br/extranet/o-2.0/prova_ead/n2_ead_avaliacao_disciplina_online_alun.php#questao_1
https://www.uniasselvi.com.br/extranet/o-2.0/prova_ead/n2_ead_avaliacao_disciplina_online_alun.php#questao_2
entre o aluno e o professor, que ambos não são o problema e sim a nossa concepção de 
processo que temos de ser algo imediato, de fórmula mágica que resolve e não vemos o 
ensino como algo orgânico e de várias metodologias e de várias abordagens. inverso 
 
 
A Psicologia da educação e aprendizagem é importante na vida do aluno e professor pois o 
processo de aprendizagem na educação tem várias variáveis que a Psicologia pode auxiliar. 
Para isso, é necessário que o Professor/mediador munidos com conhecimentos da 
psicologia para poder melhor compreender o cenário que seus alunos se encontram, seja 
ele o social, o emocional e o físico. Esse processo de aprendizagem, no qual o 
conhecimento é transmitido através das interações sociais, que constam por toda história do 
desenvolvimento humano, a aplicação de metodologia cientificamente comprovada é viável. 
O professor/mediador levando em consideração os principais fatores da aprendizagem 
como o tempo distinto para esse processo levado por cada aluno, a metodologia utilizada 
para transmitir o conhecimento sendo objetiva para cada capacidade cognitiva e 
principalmente a resolução dessas dificuldades encontradas nesse processo é onde o 
estudo científico da Psicologia da educação e aprendizagem vai ser importante. 
 
 
 
 
 
Acadêmico: 
Camila Vieira de Souza Gurjão (2625015) 
Disciplina: 
Políticas Educacionais (PED99) 
Avaliação: 
Avaliação Final (Discursiva) - Individual FLEX ( Cod.:513114) ( peso.:4,00) 
Prova: 
19155855 
 
 
 
Para atuar como professor é necessário uma formação inicial (acadêmica) para que o processo de ensino 
e aprendizagem seja realizado com eficácia. No entanto, é importante ressaltar que a formação 
continuada também se faz necessária em toda a vida profissional do professor. Disserte sobre a 
importância da formação continuada dos professores. ​( * Máximo 1000 caracteres ) 
 
O Professor em toda sua carreira deve estar em constante busca por saberes e 
conhecimento, chamamos isso de formação continuada. Esse profissional tem que estar 
atento às diferentes demandas que os alunos, a escola e toda a estrutura educacional vai 
solicitar. A solução criativa dessas demandas vai ser fruto de uma busca contínua sobre 
novas formas de ensinar e novas possibilidades de aprender. Essa busca vai de práticas 
investigativas, produção de ensaios científicos de sua prática em sala de aula, publicação 
dessas produções, troca de informações com outros profissionais que estejam pesquisando 
sobre determinadas problemáticas. E todo esse processo deve levar em consideração o 
Artigo 67 da Lei nº 12.056, de 13 de outubro de 2009. Acrescenta parágrafos ao art. 62 da 
Lei nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996, que institui a valorização dos profissionais da 
educação, para que os professores possam ter condições humanas de fazer esse processo 
de formação continuada. 
 
 
 
2. Os artigos 78 a 86, do Título VIII, das Disposições Gerais, trata de questões relativas à educação 
indígena, educação de jovens e adultos, além da Educação a Distância. Já o artigo 80 trata das 
questões relativas à Educação a Distância. Este artigo nos é de interesse, pois nos encontramos nesta 
modalidade de ensino. Disserte sobre como ocorre a educação a distância. ​( * Máximo 1000 caracteres 
) 
 
Esta modalidade possui o mesmo rigor da lei para seu funcionamento e os cursos são 
avaliados constantemente por equipes do Ministério da Educação. 
É possível também nesta modalidade a criação de polos, espaço no qual os acadêmicos vão 
para receber novas informações, dialogar com seu tutor, tirar dúvidas e manter contato com seus 
demais colegas. 
 
A Educação a Distância se constitui de espaços virtuais, entenda virtual aqui não apenas 
ligado a internet e sim o conceito de oposto de espaço físico, que através das Tecnologias 
de Informação e Comunicação se obtém o processo de aprendizagem com possibilidade 
multiplicação. Nessa situação, o aluno não se torna passivo, é obrigação do mesmo, ter 
organização do seu tempo dedicado ao estudo, ser seletivo com o conteúdo a sua 
disposição para colocar os aprendizados em prática, tudo isso com o objetivo de melhorar o 
desempenho do ensino. O polo é uma estrutura física no qual o aluno, além de material 
didático, terá a sua disponibilidade para realizar as avaliações, interagir com os aluno e tirar 
suas dúvidas com os tutores e os professores e uma equipe profissional para lhe 
assessorar no processo de aprendizagem ou em questões burocráticas. O Ministério da 
Educação aplica o mesmo rigor da lei para o funcionamento da EAD, como também avalia 
seu processo de ensino. 
 
Com isso afirmamos que a Educação a Distância (EAD) se utiliza de espaços virtuais para multiplicar 
as possibilidades de aprendizagem, conforme Carneiro (2015, p. 785). Para que exista esta 
multiplicação de saberes necessitamos das TICs – Tecnologias de Informação e Comunicação 
 
https://www.uniasselvi.com.br/extranet/o-2.0/prova_ead/n2_ead_avaliacao_disciplina_online_alun.php#questao_2