A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
5 pág.
Teoria Geral da Investigação e Perícia Avaliação Final (Objetiva)

Pré-visualização | Página 1 de 2

Disciplina:
	Teoria Geral da Investigação e Perícia (16792)
	Avaliação:
	Avaliação Final (Objetiva) - Individual FLEX ( Cod.:649685) ( peso.:3,00)
	Prova:
	25377812
	Nota da Prova:
	9,00
	
	
Legenda:  Resposta Certa   Sua Resposta Errada  
Parte superior do formulário
	1.
	Os objetos de prova são os fatos principais ou secundários que exigem apreciação judicial. A perícia, como elemento de prova e juridicamente relevante é realizada por peritos que são técnicos competentes e especialistas na área que podem realizar ou supervisionar exames técnicos. Acerca da figura do perito, assinale a alternativa CORRETA:
	 a)
	São profissionais nomeados por um juiz ou constituído por concurso público, cuja função é a elaboração de um laudo que não pode questionado ou esclarecido pelo defensor.
	 b)
	Os peritos não são constituídos por concursos e sim nomeados pelo juiz ou pelas partes.
	 c)
	Não há possibilidade das partes questionarem laudos elaborados por peritos judiciais.
	 d)
	Os peritos trazidos pela defesa a um processo podem trazer novos argumentos que contestam uma perícia anterior.
	2.
	A Teoria dos Frutos da Árvore Envenenada é uma concepção utilizada no Processo Penal brasileiro que entende que se uma prova é obtida de maneira ilícita e transmitida a outras provas - provas derivadas - todas devem ser desconsideradas ou banidas do processo. Acerca da relação da Teoria dos Frutos da Árvore Envenenada, com os princípios que devem reger a investigação criminal, avalie as asserções a seguir e a relação proposta entre elas:
I- A investigação criminal deve ser conduzida obedecendo procedimentos técnicos e legais adequados e previamente estabelecidos.
PORQUE
II- As investigações criminais devem ser realizadas dentro das fronteiras legais, a fim de produzir provas lícitas.  
Assinale a alternativa CORRETA:
	 a)
	A primeira asserção é uma proposição falsa, e a segunda, uma proposição verdadeira.
	 b)
	As duas asserções são proposições verdadeiras, e a segunda é uma justificativa correta da primeira.
	 c)
	As duas asserções são proposições verdadeiras, mas a segunda não é uma justificativa correta da primeira.
	 d)
	A primeira asserção é uma proposição verdadeira, e a segunda, uma proposição falsa.
	3.
	No Processo Penal, meio de prova é definido como o meio legal cabível para a verificação, direita ou indireta, dos fatos e argumentos incluídos em um processo. Entretanto, a formação da convicção do juiz será feita pela livre apreciação das provas produzidas. Assinale a alternativa CORRETA quanto à livre apreciação da prova na esfera processual penal pelo magistrado:
	 a)
	Nas decisões judiciais, mesmo as provas ilegítimas devem ser apreciadas.
	 b)
	As provas testemunhais, para a decisão judicial, são mais relevantes do que as periciais.
	 c)
	A decisão, em regra geral, não poderá ser fundamentada exclusivamente nas provas e informações obtidas na investigação criminal.
	 d)
	As provas produzidas em investigação não são valoradas para a decisão judicial.
	4.
	A investigação criminal é considerada o início da persecução penal. Em outras palavras, é um procedimento preliminar, de caráter administrativo, que reúne provas e indícios necessários para a formação de juízo, ou justa causa, para dar início à ação penal. Acerca da investigação criminal, analise as sentenças a seguir:
I- A investigação é um procedimento indispensável para ser estabelecida e provada a verdade real de um crime.
II- Por não ser procedimento judicial, a investigação criminal não pode integrar a ação penal.
III- Em casos de inexistência de provas de ocorrência de um crime não se admite a investigação.
IV- A investigação criminal não estabelece a verdade material de um crime, mas sim a prova de sua ocorrência.
Assinale a alternativa CORRETA:
	 a)
	Somente a sentença I está correta.
	 b)
	As sentenças I e II estão corretas.
	 c)
	As sentenças II e III estão corretas.
	 d)
	A sentenças III e IV estão corretas.
	5.
	O perito é definido como o profissional tecnicamente habilitado que, designado pela justiça recebe como encargo prestar esclarecimentos necessários para a solução de uma demanda processual. Acerca da figura processual do perito, analise as sentenças a seguir:
I- O perito é um assessor judicial com a função estatal de fornecer elementos instrutórios de ordem técnica.
II- Os peritos são profissionais que, sob compromisso, é responsável pelo esclarecimento, por meio de laudo, de fatos processualmente relevantes.
III- Os peritos são profissionais auxiliares da justiça exclusivamente da área criminal.
IV- Os peritos, por sua particular condição e necessidade de independência, não possuem impedimentos para atuarem.
Assinale a alternativa CORRETA:
	 a)
	As sentenças I e III estão corretas.
	 b)
	As sentenças I e II estão corretas.
	 c)
	Somente a sentença IV está correta.
	 d)
	Somente a sentença II está correta.
	6.
	A competência da polícia judiciária para investigação criminal é prevista no Artigo 4º do Código de Processo Penal, que prevê a competência de realização de ato investigativo, dentro de suas atribuições legais. Acerca do início da investigação pela polícia judiciária, analise as sentenças a seguir:
I- A investigação criminal tem início após a notificação de ocorrência de um crime.
II- A autoridade policial ao ter conhecimento da ocorrência de um crime determina a investigação decidindo como deve ser o ato investigativo.
III- O procedimento investigativo possui caráter administrativo, ou seja, é um conjunto de ações e procedimentos de natureza pública.
IV- O início da investigação obrigatoriamente é determinado por ordem judicial.
Assinale a alternativa CORRETA:
	 a)
	As sentenças I, II e III estão corretas.
	 b)
	Somente a sentença II está correta.
	 c)
	Somente a sentença I está correta.
	 d)
	As sentenças I, II e IV estão corretas.
	7.
	O perito oficial é um assistente técnico do juiz cuja função é, após a realização de exames e procedimentos necessários, proceder a elaboração de laudo pericial no qual descreve de forma minuciosa o exame realizado e responde os quesitos formulados. Acerca do laudo pericial, avalie as asserções a seguir e a relação proposta entre elas:
I- A atuação do perito apenas pode ser iniciada após ser admitido pelo juiz e prestado compromisso.
PORQUE
II- O perito é um assessor judicial com a função estatal de fornecer elementos instrutórios de ordem técnica.
Assinale a alternativa CORRETA:
	 a)
	A primeira asserção é uma proposição falsa, e a segunda, uma proposição verdadeira.
	 b)
	As duas asserções são proposições verdadeiras, e a segunda é uma justificativa correta da primeira.
	 c)
	A primeira asserção é uma proposição verdadeira, e a segunda, uma proposição falsa.
	 d)
	As duas asserções são proposições verdadeiras, mas a segunda não é uma justificativa correta da primeira.
	8.
	O Ministério Público, enquanto órgão da administração direta, possui responsabilidade e áreas de atuação definidas pela Constituição Federal no art. 127. É portanto, um órgão independente e não está subordinado a nenhum dos Poderes do Estado. Acerca do disposto na Constituição Federal quanto às competências do Ministério Público, analise as sentenças a seguir:
I- O disposto na Constituição Federal com relação às competências do Ministério Público é exemplificativo, não sendo taxativo admitindo-se a fiscalização da investigação criminal.
II- De acordo com o disposto no artigo 127 da Constituição Federal, o Ministério Público não possui a função de fiscalizar investigação criminal.
III- Não se admite que o Ministério Público fiscalize investigação criminal porque é de competência exclusiva da Polícia Judiciária.
IV- A atuação do Ministério Público em investigação criminal é de substituição judicial e não de mera fiscalização.
Assinale a alternativa CORRETA:
	 a)
	Somente a sentença I está correta.
	 b)
	As sentenças II e IV estão corretas.
	 c)
	As sentenças III e IV estão corretas.
	 d)
	As sentenças I e III estão corretas.
	9.