A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
145 pág.
O Anticristo Islâmico

Pré-visualização | Página 3 de 43

única 
garantia 
Sura 41:30 Em verdade, quanto àqueles que 
dizem: Nosso Senhor é Deus, e se firmam, os 
anjos descerão sobre eles, os quais lhes dirão: 
Não temais, nem vos atribuleis; outrossim, 
regozijai-vos com o Paraíso que vos está 
prometido! 
Sura 5:9 Deus prometeu aos fiéis que 
praticam o bem uma indulgência e uma 
magnífica recompensa. 
Sura 3:169-170 E não creiais que aqueles que 
sucumbiram pela causa de Deus estejam 
mortos; ao contrário, vivem, agraciados, ao 
lado do seu Senhor(197). 170 Estão jubilosos 
por tudo quanto Deus lhes concedeu da Sua 
graça, e se regozijam por aqueles que ainda 
não sucumbiram, porque estes não serão 
presas do temor, nem se atribularão. 
Sura 9:111: Deus cobrará dos fiéis o sacrifício 
de seus bens e pessoas, em troca do Paraíso. 
Combaterão pela causa de Deus, matarão e 
serão mortos. É uma promessa infalível, que 
está registrada na Tora, no Evangelho e no 
Alcorão. E quem é mais fiel à sua promessa 
do que Deus? Regozijai-vos, pois, a troca que 
haveis feito com Ele. Tal é o magnífico 
benefício. 
 
 
ISLÃ VS. CRISTIANISMO O ANTICRISTO ISLÂMICO 
 
10 
 
 
Agora vamos tomar todos os exemplos acima um por um e tirar as conclusões inevitáveis se o 
Islã é CORRETO, contrastando-as. 
 
Cristianismo Islamismo Conclusão 
Trindade Alá Jesus não é filho, portanto 
não é Salvador, portanto, nós 
não estamos salvos. Não 
temos o Espírito Santo 
vivendo em nós e nos 
ensinando porque ele não 
existe. 
Deus é nosso Pai Alá não é um pai Nós não somos filhos e filhas 
de Deus e nosso 
relacionamento com Ele não 
pode ser íntimo. 
Jesus é o divino Filho de 
Deus 
Alá nunca teve um filho Jesus foi um profeta, mas um 
ser humano falível e um 
mentiroso. 
Jesus foi crucificado e morreu 
na cruz 
A morte de Jesus foi uma 
farsa, alguém foi crucificado 
em seu lugar. 
Nós ainda estamos em 
nossos pecados, eles não 
foram perdoados 
Jesus ressuscitou no terceiro 
dia 
Jesus nunca morreu, mas foi 
elevado ao céu por Alá 
Todas as promessas de vida 
eterna feitas por Jesus foram 
uma mentira e toda a nossa 
fé é para nada. 
A Bíblia é a palavra de Deus Alcorão é a palavra de Deus e 
a Bíblia é corrupta 
Não podemos confiar 
qualquer coisa que lemos na 
Escrituras e devemos 
portanto, duvidar de tudo. 
Salvação pela fé na graça e 
sacrifício de Cristo 
Salvação pela fé em Alá e a 
esperança de fazer atos bons 
o suficiente. A única garantia 
é o martírio. 
Precisamos nos converter ao 
islamismo o mais rápido 
possível e dedicar nossas 
vidas a trabalhar para ele 
etalvez nós sejamos salvos. 
Ou morrer lutando na sua 
causa. 
 
 
ISLÃ VS. CRISTIANISMO O ANTICRISTO ISLÂMICO 
 
11 
 
Há um par de grandes diferenças entre os dois que são dignos de nota. No cristianismo, Jesus 
sacrificou sua vida por nossos pecados e a salvação é garantida quando nos arrependemos e 
invocamos o seu sacrifício perfeito. No Islã a única maneira de garantir a sua salvação é 
sacrificando a sua vida em martírio para a fé. . . caso contrário, você tem que esperar ter feito boas 
ações suficientes na sua vida para salvar-se de Inferno. De acordo com o Islã, Alá ressuscitará a 
todos os mortos no dia do julgamento e irá levá-los a caminhar sobre uma ponte. Sob a ponte 
estarão as chamas do inferno. Se você tiver pecados que superem as suas boas obras você vai cair 
da ponte para o inferno. Se as suas boas obras superarem seus pecados você vai cair para o outro 
lado, onde Paraíso espera. 
Embora seja verdade que há muitos mártires no cristianismo a sua salvação não depende de dar 
as suas vidas em serviço a Cristo, nem foi o seu martírio que deu força ao cristianismo sobre os 
outros com a espada, ou através de atos de terrorismo. A grande maioria dos mártires cristãos 
ganhou esse título ao ser oprimido pela perseguição governamental, militar, política e até 
religiosa, onde todas as instituições acima mencionadas eram as que estavam no poder. 
Outra diferença teológica é a Aliança com Deus. Na Bíblia, o Senhor faz sua aliança eterna com 
Isaque, prometendo que seu povo escolhido Israel brotará de Isaque e que Deus dará a Israel a 
Terra Prometida (Gênesis 17:19). Os muçulmanos afirmam que os seguidores de Moisés (que 
escreveu a Torá) corromperam este registro e que Deus fez a aliança eterna com Ismael (o filho 
mais velho de Abraão com sua serva Hagar). Assim, os muçulmanos afirmam que eles são o povo 
escolhido de Deus e não os judeus e que toda a terra no Oriente Médio como descrito em Gênesis 
15: 18-21 pertence a eles. 
Nossa fé e esperança de Salvação se centram em torno de Cristo: Quem Ele é e o que Ele fez. 
Peço-vos agora que revejais o Credo dos Apóstolos, que resume os pontos mais importantes do 
cristianismo: 
Creio em Deus, Pai Todo-Poderoso, o Criador do céu e da terra, e em Jesus Cristo, seu único Filho, 
nosso Senhor, que foi concebido pelo Espírito Santo, nascido da Virgem Maria, padeceu sob 
Pôncio Pilatos, foi crucificado, morto e sepultado. Ele desceu ao inferno. Ao terceiro dia Ele 
ressuscitou dentre os mortos; Ele subiu ao céu e está sentado à direita de Deus Pai Todo-
Poderoso; a partir daí, ele deve vir para julgar os vivos e os mortos. Creio no Espírito Santo; na 
santa igreja; na comunhão dos santos; no perdão dos pecados; na ressurreição do corpo; e na 
vida eterna. Amém. 
A teologia islâmica é diretamente oposta àquela que mantém o cristianismo unido: Deus como 
Pai, Jesus como Seu Filho, Sua crucificação e morte na Cruz por nossos pecados e Sua 
Ressurreição. Embora o Islã reivindica que Ele foi ascendido ao Céu, eles sustentam que Ele é 
apenas humano e não está sentado à direita de Seu Pai como Deus, o Filho que julgará os vivos 
e os mortos. O Islã nega o Espírito Santo e a validade da Igreja Cristã. A comunhão é nula e vazia 
porque dizem que Jesus não morreu por nossos pecados e afirmam que Alá ressuscitará os mortos 
e não Jesus. 
Não há dúvida de que o cristianismo e o islamismo são diametralmente opostos um ao outro. 
Todas as reivindicações feitas por um são completamente negadas e contrariadas pelo outro, o 
que significa que um deles não é apenas "equivocado", mas algo totalmente errado. Um deles é 
de Deus e a outro do Diabo. Não há meio termo ou sentado na cerca aqui (nunca houve com 
ISLÃ VS. CRISTIANISMO O ANTICRISTO ISLÂMICO 
 
12 
 
Jesus ou Maomé). É hora de você escolher e, em seguida, ficar em sua escolha. 
Aqui estão alguns versículos que gostaria que meditasse, use os gráficos acima para revisão e 
aplique a estes versículos: 
João 8:42: Jesus disse-lhes: "Se Deus fosse o vosso Pai, vocês me amariam, porque eu saí e vim 
de Deus; não vim de mim mesmo, mas ele me enviou. 
1 João 2: 22-23 Quem é o mentiroso, senão aquele que nega que Jesus é o Cristo (Filho de Deus)? 
Este é o anticristo que nega o Pai e o Filho. Todo aquele que nega o Filho não tem o Pai; aquele 
que confessa o Filho tem também o Pai. 
1 João 4:1-3 Amados, não creiais a todo o espírito, mas provai se os espíritos são de Deus, porque 
já muitos falsos profetas se têm levantado no mundo. Nisto conhecereis o Espírito de Deus: Todo 
o espírito que confessa que Jesus Cristo veio em carne é de Deus; E todo o espírito que não 
confessa que Jesus Cristo veio em carne não é de Deus; mas este é o espírito do anticristo, do 
qual já ouvistes que há de vir, e eis que já agora está no mundo. 
(Nota: Maomé afirmou que o Alcorão foi ditado a ele pelo anjo Gabriel.) 2 Coríntios 11: 14-15: O 
próprio Satanás se transforma em anjo de luz. Portanto, não é grande coisa se os seus ministros 
se transformem em ministros de justiça, cujo fim será conforme as suas obras. 
Gálatas 1:8 Mas, ainda que nós mesmos ou um anjo do céu vos anuncie outro evangelho além do 
que já vos tenho anunciado, seja anátema. 
2 João 1: 7 Porque muitos enganadores têm saído pelo mundo que não confessam que Jesus 
Cristo veio em carne. Este é o enganador e o anticristo.