A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
49 pág.
Aulas de Silvestre 6 semestre

Pré-visualização | Página 8 de 14

Primeiro a boca do animal, vê como está os incisivos, depois realiza o RX do crânio e seda para abrir a boca do animal. 
SISTEMA ESQUELÉTICO
• Fraturas de ossos longos são comuns devido a traumas 
• Lesões em colunas normalmente são iatrogênicas
Os membros pélvicos são mais fortes que os torácicos 
Conter bem os membros pélvicos 
GASTRO INTESTINAL
Não vomitam 
Entubar é mais complicado
Possuem o cárdia mais forte
Eles nascem sem bactérias, quando eles são filhotes vão ter um pH um pouco mais alto para facilitar a sobrevivência das bactérias do estômago que entram em contato com a mãe depois vai para o ceco. 
O trânsito GI é de 20 horas (fica muito tempo fermentando). 
SISTEMA URINÁRIO 
No sistema urinário, também tem a excreção de cálcio e tem uma tendência a formar cálculos de cálcio. Assim dependendo da ração ou de folhas que são verdes muito escuras pode predispor. 
Outra alteração, é que a urina pode ter uma coloração avermelhada, é pigmentada por porfina (presente em logomorfos e roedores presente em época de estresse). Em ratos e hamster eliminam a porfina em região de narina. Assim tem que tomar muito cuidado com isso. Assim tem que se fazer a diferenciação, o sangue reage com peroxidohidrogênio e assim se espumar é confirmado, na porfirina não tem essa reação. A porfina reage com luz UVB. 
ASPECTOS REPRODUTIVOS 
É difícil realizar a sexagem
Quando ele é muito filhote é mais difícil de diferenciar, se caso ficar na dúvida, não confirme, e espera mais alguns meses para analisar novamente. 
O macho apenas com 4 meses da para dar uma certeza, isso porque o sacro escrotal aparece apenas com 4 meses. 
O macho consegue retrair o testículo, assim o canal inguinal fica aberto por todo o tempo, diferente de humanos e cães e outras espécies que se fecham durante um período. 
Os testículos aparecem com 4 meses
COMPORTAMENTOS
Consegue aprender a usar a caixa de área. 
O ideal é realizar a castração antes de começar a marcar território, e diminui a agressiva (5 meses já uma boa idade para realizar a castração), diminui também os índices de tumor, principalmente em fêmeas. 
OBS: A areia é diferente de gatos, isso porque a areia de gato forma grumos após eles urinarem e se for coelhos, eles podem ingerir causando obstrução. 
NUTRIÇÃO
Feno a vontade, ajuda na quantidade de fibras, a desgastar os dentes
Folhas a vontade (folhas mais escuras), tomar cuidado, dando dia sim e não, por conta do cálcio. (Couve, espinafre, almeirão, escarola, a folha que vem na cenoura e na beterraba). 
PARA COMPLEMENTAR...
Pode dar um pouco de ração (1% do PV), a ração de coelho não pode ser a mesma que coelho de produção (pois pode gerar até um problema em longo prazo nos rins). 
RAÇÕES: Nutrópica, mega azul etc. 
Coelhos gostam muito de ração, porém eles tem tendência a obesidade, assim tem que tomar cuidado. 
Pode oferecer petisco, como: Pedaço de cenoura, mamão, banana. (1X por semana, ou 1X a cada 3 dias).
O trato gastrointestinal é o mais afetado, tem problema de disbiose, é comum até chegar animal com anorexia
 Estresse, alimentação errada, dor, patologias – alteração em seu funcionamento 
Carboidrato e leguminosas – gases ou diarréia – clostrídeos – morte
Pode causar problema no coelho quando faz antibiótico terapia, sempre fazendo com probiótico, porque leva a óbito, assim começa junto e termina o probiótico depois. 
CONTENÇÃO
Conter a patinha de trás também contra o corpo. 
A 2 e 4 imagem são as melhores formas de contenção. 
ROEDORES
Altricial: Filhotes bem pequenos 
Precocial: Animais que nascem como se fossem mini adultos, tendo uma certa independência, e nasce em menor quantidade. 
FAMILIAS (Muridae, Caviidae e Chinchilidae 
FAMILIA MURIDAE
Rato, Mercol ou Twister, Camundongos, Gerbil, Hamster 
Crescimento contínuo de incisivos
--Os molares e pré molares não tem o crescimento excessivo que nem os incisivos, assim não tem grandes problemas com os dentes
Como possuem ceco, tem uma sensibilidade a antibiótico, administrando com probiótico.
Não possuem boa visão
Se reproduzem o ano inteiro 
Dentição: Produz porfirina. Libera da glândula de harder. Quando o animal está doente, tem o acumulo de secreção (mas não necessariamente o animal tem algum problema de nariz ou de olho). 
• Um par de incisivos superiores 
• Proporção incisivos superiores/inferiores = 1/3 
• Glândula de Harder – secreção de porfirina
Coprofagia (a diferença é que eles são carnívoros e o ceco não é tão funcional, não é de grande importância, as fezes não tem uma diferença muito característica. 
Não possuem glândulas sudoríparas, a perda de calor é por orelha e cauda
**TOMAR CUIDADO COM CALOR EXCESSIVO 
Canal inguinal aberto. Capacidade de puxar e soltar testículo. 
*As fêmeas podem ter Piometra, mas não é tão comum os coelhos. 
MachoConsegue ver pelo sacro escrotal
Para diferenciar o sexo, consegue medir a distância do ânus até o órgão. 
ALIMENTAÇÃO
Base alimentação: Ração especifica peletizada, frutas, legumes, verduras
A semente de girassol tem que dar como petisco também
Além da ração pode colocar qualquer tipo e fruta, tendo uma grande variedade na alimentação. 
CONTENÇÃO
Mansos e fácil de conter
Puxadinha da cauda (sempre perto da base) e assim da uma leve tracionada no dorso (isso em cima da gaiola), após puxa a pele na região cervical (tendo que ser delicada, pois são muito sensíveis). 
RATO
Bons pets
Inteligentes
Tranquilos
Raramente mordem 
São animais sociais 
Escapam facilmente da gaiola, mas geralmente voltam sozinhos. 
Expectativa de vida: 2 a 4 anos 
• Peso: 250 a 520 g 
• Temp.: 35,9 – 37,5°C 
• Frequência cardíaca: 250 a 450 bpm 
• Maturidade sexual: 65 a 110 dias ( 
• Gestação: 21 a 24 dias meses já entra em maturidade sexual)
• Quantidade por ninhada: 6 a 12
PARTICULARIDADES
usar a cauda para dissipar calor e tem como realizar também a coleta de sangue 
CAMUNDONGOS 
Não São bons pets para crianças (porque eles são muito pequenos)
Podem ficar agressivos, são muito rápidos 
Os tons mais escuros costumam a ser mais agressivos (os brancos costumam ser mais mansos)
Não vivem tão bem conjunto 
Raramente ficam doentes 
**As patologias mais comum é abcesso, por conta das brigas. Em vez de formar pus, forma uma casca dura e tem que puncionar manualmente/ amputação por prender as patas em algo. 
• Expectativa de vida: 1,5 a 3 anos 
• Peso: 20 a 40 g 
• Temp.: 36,5 – 38°C 
• Frequência cardíaca: 325 a 780 bpm 
• Maturidade sexual: 50 a 60 dias 
• Gestação: 19 a 21 dias 
• Quantidade por ninhada: 10 a 12
COLETA DE SANGUE 
Não realiza coleta de sangue em camundongos e hamster
No biotério as vezes se utiliza baseado na imagem, utilizando a veia perto do olho.
GERBIL (esquilo da mangólia)
Territorialista, podendo até causar canibalismo 
Sistema monogâmico 
Constroem galerias
Não são bons pets para crianças menores de anos. 
• Expectativa de vida: 3 a 4 anos 
• Peso: 55 a 110 g 
• Temp.: 37 – 38,5°C 
• Frequência cardíaca: 360 bpm 
• Maturidade sexual: 65 a 85 dias 
• Gestação: 24 a 26 dias 
• Quantidade por ninhada: 3 a 7
HAMSTER
São os mais sensíveis, principalmente a estresse e doenças desta família
Bolsas faciais – Bolsas que estocam alimentos.
Comportamento não sociais (machos, femeas e filhotes podem ocorrer o canibalismo)
--Ao nascimento não encostar no filhote, porque a fêmea pode comer o filhote após tocar nele. 
BOLSAS FACIAIS 
Só serve de estoque
Bolsa gutural ou bolsas faciais
Não sofre processo digestivo 
As mães, quando ameaças, escondem seus filhotes
Localizam-se no interior da boca, onde estoca alimentos. 
Pode guardar outros objetivos, dependendo lesionando até. 
PARTICULARIDADES
Fêmeas mesmo não estando prenhe tem o hábito de construir o ninho 
Construção do ninho ativa as funções hormonais associadas ao parto e a lactação 
Antes do parto a fêmea apresenta corrimento sanguinolento 
Expectativa de vida: 1,5 a 2 anos 
• Peso: 85 a 150 g 
• Temp.: 37 - 38°C 
• Frequência cardíaca: 250 a 500 bpm 
• Maturidade sexual: 10 a 14 semanas