A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
41 pág.
teoria do conhecimento

Pré-visualização | Página 1 de 8

A busca pela descoberta da origem de tudo é conhecida como filosofia: 
 
 
 
 
Positivista 
 
 
 
Evolutiva 
 
 
Original 
 
 
Primária 
 
 
Cosmogônica 
 
 
 
 
Explicação: 
Cosmogônica 
 
 
 
 
 
2. 
 
 
Os Centros de Estudos em Filosofia - estão 
sempre investigam e proporcionam as 
discussões a respeito dos fenômenos da 
natureza e sua origem no mundo. 
Qual seria o objetivo do estudo da Filosofia 
na busca de entender os fenômenos da 
natureza e sua origem do mundo? 
 
 
 
Nasceu da necessidade de discutir sobre a razão e a origem de 
todas as coisas, simplesmente porque somos capazes de 
refletir acerca de tudo. 
 
 
Estudar os fenômenos da natureza sem ter motivos somente 
para atender os interesses dos investidores. 
 
Formação de opinião sem refletir o embasamento teórico, 
gerando pré-julgamentos a respeito das coisas. 
 
Baixa interesse em discutir a razão e a origem de todas as 
coisas, simplesmente porque somos capazes de refletir acerca 
de tudo. 
 
Estudar os fenômenos da natureza pelo movidos de uso dos 
investimentos que patrocinam as pesquisas 
https://simulado.estacio.br/bdq_simulados_exercicio.asp
 
 
 
Explicação: 
Somos capazes de refletir a cerca de tudo que nos cercam -
 utilizando a capacidade de pensar a inteligência e a lógica que o 
raciocínio humano promove. 
Desde os tempos mais remotos o homem questiona o mundo em 
que vive. Como espécie, o que nos defere de outro animal é a 
capacidade de pensar, a inteligência e a lógica que o raciocínio 
humano promove. 
 
 
 
 
 
3. 
 
 
De acordo com o professor, escritor e filósofo brasileiro 
Mário Sérgio Cortella, por que nasceu a filosofia? 
 
 
 
 
 
Porque temos a necessidade de discutir a razão e a origem das coisas 
 
 
Porque o homem precisava fazer um contraponto à mitologia helenística 
 
Para explicar matematicamente os problemas do cotidiano 
 
Porque o ser humano tem a necessidade de racionalizar seus problemas 
 
 
Porque o homem é capaz de pensar, ¿Penso logo existo¿ 
 
 
 
 
Explicação: 
Autor: Mario Sergio CORTELLA - (1954) - Brasileiro 
Fisóloso e Professor Universitário. 
Cortella entende que faz parte da natureza humana buscar explicações para o mundo em que 
vive. 
 
Porque temos a necessidade de discutir a razão e a origem das coisas 
 
 
 
 
 
5. 
 
 
Poderemos considerar o Senso Comum como sendo? 
https://simulado.estacio.br/bdq_simulados_exercicio.asp
https://simulado.estacio.br/bdq_simulados_exercicio.asp
 
 
Apresenta uma observação científica rigorosa de investigação. 
 
Apresenta um conhecimento crítico e analítico a respeito do fenômeno a ser 
estudado. 
 
 
Apresenta como característica de ser assistemático, sem base crítica, e revelar o 
saber popular. 
 
Apresenta um conjunto de conceitos aprovados por vários autores a respeito de suas 
conclusões de estudos científicos. 
 
Apresenta uma base profunda técnica de reflexão a respeito de fenômenos da 
natureza. 
 
 
 
Explicação: 
SILVA, Vanderson de Souza. Teoria do Conhecimento. Rio de Janeiro: SESES.2019. (P.12 
E 13) 
Composto de um conjunto de opiniões acríticas que são repetidas e ganham cunho de 
verdade, sem o devido exame de veracidade. 
O sendo comum, por ser repetido irrefletidamente, ou culta ideias falsas que podem 
aglutinadas como verdades ditas e absolutas. 
O Perigo está justamente na acriticidade do sendo comum tomando como conhecimento 
dogmático. A tarefa posta ao homem é de pensar e questionar as verdades consolidadas sob 
o filtro da razão. 
 
 
 
 
 
6. 
 
 
Como se chama uma das mais importantes obras de 
Platão, ilustrado em A República, descreve a percepção da 
realidade de prisioneiros que habitam em uma caverna. 
Por estarem presos só conhecem o mundo através das 
projeções que as imagens reais formam nas paredes que, 
por sua vez não correspondem à realidade? 
 
 
O mito da parelha 
 
 
O mito da realidade 
 
O mito da república 
 
 
O mito das sombras 
 
 
 
O mito da caverna 
 
 
 
 
Explicação: 
O mito da caverna 
 
 
 
 
 
https://simulado.estacio.br/bdq_simulados_exercicio.asp
7. 
 
 
Carlos, nos fins de semana, sempre procura a natureza 
em suas caminhadas. Segundo Carlos, o caminhar por 
algumas trilhas nas montanhas, perto de sua residência, 
ajudam a renovar suas energias para uma próspera 
semana de estudos e trabalhos. Ao chegar ao platô da 
montanha, Carlos eleva seus pensamentos na formulação 
de interrogações. Por que nasce no homem a necessidade 
de questionar o mundo gerando a discussão a respeito da 
razão e a origem de todas as coisas? Sobre essa 
interrogação é correto afirmar que: 
 
 
 
 
O ser humano é capaz de refletir acerca de tudo e para isso utiliza a capacidade de 
pensar, a inteligência e a lógica. 
 
O pré-julgamento atrelado aos preconceitos ajudam a reduzir a discussão a respeito 
da origem de todas as coisas. 
 
Investigar o conhecimento e a ampliação do raciocínio não gera nenhuma 
contribuição para ampliação do estudo da Filosofia. 
 
A capacidade de pensar não equaciona os questionamento da humanidade, mas 
somente gera sentimentos de revolta 
 
 A capacidade de pensar deve ter o controle das forças coercitivas para que 
promovam as respostas às interrogações humanas. 
 
 
 
Explicação: 
Somos capazes de refletir a cerca de tudo que nos cercam - utilizando a capacidade 
de pensar, a inteligência e a lógica que o raciocínio humano promove. 
Desde os tempos mais remotos, o homem questiona o mundo em que vive. Como espécie, o 
que nos difere de outro animal é a capacidade de pensar, a inteligência e a lógica que o 
raciocínio humano promove. 
 
 
 
 
 
8. 
 
 
Qual é a principal diferença entre o método sofista e o 
método dos filósofos pré-socráticos? 
 
 
 
 
Os sofistas acreditava que a matemática era a única filosofia verdadeira 
 
 
Os pré-socráticos buscavam conhecer o homem e não a natureza 
 
Sofistas e pré-socráticos fazem parte da mesma escola 
 
 
O sofistas buscavam conhecer o homem e não a natureza 
 
 
Os pré-socráticos descreveram o homem como centro do problema filosófico 
 
 
 
Explicação: 
https://simulado.estacio.br/bdq_simulados_exercicio.asp
https://simulado.estacio.br/bdq_simulados_exercicio.asp
Identificar as diferenças entre as correntes filosóficas. 
 
 
 
 
Apesar de constantemente nos referirmos à filosofia ocidental como a sucessora dos 
ensinamentos da Grécia clássica, filósofos como Platão e Aristóteles, este último em particular, 
influenciaram muito a filosofia islâmica. Entre os filósofos mais destacados que sofreram essa 
influência podemos destacar: 
 
 
Avicena e Aristóteles 
 
 
 
Avicena e Averrois 
 
 
Sêneca e São Tomás de Aquino 
 
 
Talles de Mileto e Pitágoras 
 
 
 
Sócrates e Platão 
 
 
 
 
Explicação: 
A questão versa sobre as influências entre Ocidente e Oriente. 
 
 
 
 
 
2. 
 
 
Poderemos evidenciar que Todo o Conhecimento e fruto de 
um acumulo. Porquê? 
 
 
Teorias geradoras de Senso Comuns que são reproduzidos ao longo do tempo 
gerando opiniões acríticas em relação aos fenômenos estudados. 
 
Teorias oportunistas sem valor filosófico que são referendadas pelo um Senso 
Comum. 
 
Teorias de baixa qualidade que pouco contribuíram para o crescimento do 
pensamento humano. 
 
Teorias equivocadas na construção de sua contextualização. 
 
 
Teorias e Conhecimentos Filosóficos que são retornados e revisados ao longo da 
história do pensamento humano. 
 
 
 
Explicação: 
À Medida que o mundo muda, a Filosofia transformava-se junto com ele. Vimos que o 
conhecimento filosófico está profundamente relacionado a uma interpretação daquilo que se 
observa e de como vivemos em sociedade. 
Se um modo de vida se altera, um novo pensamento filosófico provavelmente surge com 
objetivo de compreender e analisar essa realidade. Isso não significa, entretanto,