A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
26 pág.
respostas EDs-02-JUSTIFICADO

Pré-visualização | Página 5 de 5

julgue os itens abaixo e assinale a alternativa correta. 
 
E 
 
A Carta de Petrópolis trata de questões como a preservação 
e a revitalização dos Sítios Históricos Urnbanos e as 
paisagens naturais e construídas, enfatizando a necessidade 
de dar ao Patrimônio, uma função na vida da sociedade – os 
documentos descritos no documento são: tombamento, 
inventário, desapropriação, isenção e incentivos fiscais, 
normas urbanísticas e a declaração de interesse social 
 
 Você já respondeu e acertou esse exercício. A resposta correta é: E. 
 
 
No Artigo 2 da Conferência Geral da Organização das Nações Unidas para a 
Educação, a Ciência e a 
Cultura, doravante denominada “UNESCO”, em sua 32ª sessão, realizada em 
Paris do dia 
29 de setembro ao dia 17 de outubro de 2003, Entende-se para os fins da 
presente Convenção,que 
“patrimônio cultural imaterial” as práticas, representações, expressões, 
conhecimentos e técnicas - junto com os instrumentos, objetos, artefatos e 
lugares culturais 
que lhes são associados - que as comunidades, os grupos e, em alguns casos, os 
indivíduos 
reconhecem como parte integrante de seu patrimônio cultural. Este patrimônio 
cultural 
imaterial, que se transmite de geração em geração, é constantemente recriado 
pelas 
comunidades e grupos em função de seu ambiente, de sua interação com a 
natureza e de sua 
história, gerando um sentimento de identidade e continuidade e contribuindo 
assim para 
promover o respeito à diversidade cultural e à criatividade humana. Para os fins 
da presente 
Convenção, será levado em conta apenas o patrimônio cultural imaterial que 
seja 
compatível com os instrumentos internacionais de direitos humanos existentes e 
com osimperativos de respeito mútuo entre comunidades, grupos e indivíduos, 
e dodesenvolvimento sustentável. 
O “patrimônio cultural imaterial”, conforme definido no parágrafo 1 acima, se 
manifesta 
em particular nos seguintes campos: 
I.tradições e expressões orais, incluindo o idioma como veículo do patrimônio 
cultural 
imaterial; 
II.expressões artísticas; 
III.práticas sociais, rituais e atos festivos; 
VI.conhecimentos e práticas relacionados à natureza e ao universo; 
V. técnicas artesanais tradicionais. 
De acordo com as indicações acima a partir do que define a Conveção como 
sendo “patrimônio cultural imaterial”, 
assinale a alternativa correta. 
E 
todas as indicações ( de I a V ) trazem os campos corretos de manifestação do patrimônio 
imaterial. 
 
 
Art. 2° Definições: Entende-se por “patrimônio cultural 
imaterial” as práticas, representações, expressões, 
conhecimentos e técnicas - junto com os instrumentos, 
objetos, artefatos e lugares culturais que lhes são associados 
- que as comunidades, os grupos e, em alguns casos, os 
indivíduos reconhecem como parte integrante de seu 
patrimônio cultural 
 Você já respondeu e acertou esse exercício. A resposta correta é: E. 
 
De acordo com Thomaz (2010) no Mundo Ocidental, o termo patrimônio histórico, 
cujo conceito focava o 
monumento, a materialidade, aos poucos vem sendo substituído por um termo 
mais 
amplo, mais abrangente. Essa nova forma de abordar o 
assunto enriqueceu a noção de patrimônio, englobando sob a mesma perspectiva 
as 
múltiplas paisagens, arquiteturas, tradições, particularidades gastronômicas, 
expressões 
de arte, documentos e sítios arqueológicos, os quais passaram, a partir daí, a ser 
valorizados pelas comunidades e organismos governamentais nas esferas local, 
estadual, 
nacional e até mesmo internacional. Estamos falando do: 
 
A patrimônio cultural. 
 
Você já respondeu e acertou esse exercício. A resposta correta é: A. 
O patrimônio cultural promove a valorização e consagração daquilo que é comum a determinado grupo social no tempo 
e no espaço. Esse patrimônio compreende três grandes categorias: a primeira engloba os elementos pertencentes à 
natureza, ao meio ambiente; a segunda refere-se ao conhecimento, às técnicas, ao saber e ao saber-fazer; e a terceira trata 
mais objetivamente do patrimônio histórico, que reúne em si toda a sorte de coisas, artefatos e construções resultantes da 
relação entre o homem e o meio ambiente e do saber-fazer humano. 
 
 
 
De acordo com Thomaz (2010) ao se tratar da preservação do patrimônio histórico, tem-se em mente o 
produto elaborado por dada sociedade, para a qual determinado monumento tem 
significações relevantes, por ser parte de sua construção histórica. No tocante ao termo 
monumento, Cristina Freire destaca que é um substantivo originado do verbo latino 
monere, que significa fazer lembrar, e que remete ainda a mausoléu11, termo designativo 
de sepulcro suntuoso. Jacques Le Goff, ao referir-se ao termo monumento em latim, 
explica que: 
[...] o monumentum é um sinal do passado. Atendendo suas origens 
filosóficas, o monumento é tudo aquilo que pode evocar o passado, 
perpetuar a recordação, por exemplo, os atos escritos. [...] O 
monumento tem como características o ligar-se ao poder de 
perpetuação, voluntária ou involuntária, das sociedades históricas “é 
um legado a memória coletiva” e o reenviar a testemunhos que só 
numa parcela mínima são testemunhos escritos. 
Desta maneira sobre o entendimento de Thomaz (2010) a definição dos monumentos se aproxima do conceito de: 
A 
documentos:testemunhos de uma época, mas testemunhos que pretendem perpetuar uma visão, uma 
interpretação, uma memória. 
 
“A definição dos monumentos se aproxima do conceito de documentos: testemunhos de uma época, mas testemunhos 
que pretendem perpetuar uma visão, uma interpretação, uma memória” (ARRUDA, Gilmar, 2005) 
 
 Você já respondeu e acertou esse exercício. A resposta correta é: A. 
 
 
 
Duas grandes correntes teóricas, ambas baseadas nas ideias modernas e contemporâneas, surgem na Europa em defesa do 
patrimônio. A primeira, representada pelo arquiteto Frances Viollet-Le-Duc, de cunho racionalista, apregoava a necessidade 
do conhecimento dos ensinamentos dos mestres antigos, porém sua utilização ocorria através dos meios técnicos 
modernos. Valorizando a razão e a técnica, suas teorias, por muitas vezes contraditas na prática, resultam em obras de 
restauração nas quais a historicidade do monumento fica relegada em função da reconstituição estilística. A segunda 
corrente liderada por John Ruskin preocupada com as mesmas questões levantadas pelo arquiteto francês aparece na 
Inglaterra, mas fazendo-lhe oposição. Esta corrente era denominada: 
 
A 
Culturalista, defendia a não intervenção nos monumentos antigos, por considerar que 
quaisquer interferências imprimem novo caráter a obra, tirando assim sua autenticidade. Sob 
essa ótica, a história e a condição atual devem ser maximamente respeitadas, admitindo-se 
somente intervenções de conservação. 
 
 Você já respondeu e acertou esse exercício. A resposta correta é: A. 
 
 
 
 
 
 
Camillo Boito (1836-1914) teve papel destacado como restaurador e teórico de sua época. 
A seguinte afirmação corresponde ao pensamento do autor: 
A 
Na conservação dos monumentos os complementos indispensáveis e as adições necessárias 
devem demonstrar não ser obras antigas, mas obras de hoje. 
 
Você já respondeu e acertou esse exercício. A resposta correta é: A. 
 
Segundo Boito, Oito pontos a serem levados em 
consideração na restauração de monumentos históricos 
 
Os conceitos desenvolvidos por Camillo Boito, segundo os quais não se deve 
preservar apenas a pátina dos edifícios antigos, mas os sucessivos acréscimos 
devidos ao tempo, baseiam-se em estudos realizados por: 
B John Ruskin e William Morris. 
 
conservar para não precisar restaurar e afirmava que não se deveria conservar apenas a pátina dos edifícios antigos, mas 
também os sucessivos acréscimos devido ao tempo. 
 
 
Você já respondeu e acertou esse exercício. A resposta correta é: B.

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.