Logo Passei Direto

A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
3 pág.
Estudo Dirigido de Ressonancia Magnética Nuclear (RMN)

Pré-visualização | Página 1 de 1

Campus de Ji-Paraná 
Curso de Licenciatura em Química 
Disciplina de Análise Orgânica 
 
 
 
 
ESTUDO DIRIGIDO DE RMN 
 
 
 
 
Estudo dirigido apresentado à Disciplina de Análise 
Orgânica, do Curso de Licenciatura em Química, do 
Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia 
de Rondônia. 
Acadêmico: Eduardo Aquino Santos; 
 
Professora: xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Ji-Paraná, 20 de Junho de 2019 
 
Questão 01: Defina RMN. 
 
A Ressonância Magnética Nuclear (RMN) é uma técnica espectroscópica, em sua 
definição mais simples, consiste na aplicação de uma radiofrequência (campo magnético) sobre 
um analito, na constituição do analito deve haver núcleos atômicos de interesse que emitam 
uma contra resposta ao campo magnético gerado, com resultado sendo expresso na forma de 
espectro. A técnica apresenta informações acerca da quantidade de átomos magneticamente 
distintos do isótopo estudado. Quimicamente a metodologia de analise é mais complexa, 
fundamentando-se na propriedade do spin. 
Questão 02: Quais são os princípios básicos da RMN? 
 Caracteriza-se como princípio básico do RMN: A interação da matéria com o campo 
magnético, os estados de spins, os momentos magnéticos nucleares, a absorção de energia e o 
deslocamento químico e blindagem. 
Questão 03- Qual a região do espectro magnético é utilizada na RMN? Em relação a 
energia, compare essa região com a região do UV-visível. 
A região do espectro magnético que é utilizada na RMN é a região da rádio frequência, 
são de baixíssima energia e causam transições de spin nuclear, estas radiações são classificadas 
como não ionizante. Ao passo que no UV-Visível causam transições eletrônicas dentro das 
moléculas, sendo classificadas como radiações ionizantes e possuindo mais energia se 
comparada com as radiações na região de radiofrequência. 
Questão 04- Por que o H1 e o C13 são átomos utilizados para análises de RMN? 
 Considero que estes átomos são usados por possuírem uma propriedade chamada spin: 
os núcleos comportam-se como se estivessem girando. Desta forma por atenderem as aos 
princípios básicos da técnica, os mesmos são utilizados. Somado a isso, H1 e o C13 são átomos 
representativos quando se aborda compostos orgânicos, o hidrogênio é muito abundante e está 
presente em inúmeros compostos. O carbono está presente nos compostos orgânicos 
majoritariamente, estima-se que que a cada 100 átomos de C14 tenha aproximadamente 1% de 
C13, um número pequeno, mas suficientemente necessário para ser detectado e analisado graças 
a alta sensibilidade da técnica de RMN, desta forma justifica-se também assim o uso destes. 
Questão 05: Cite algumas aplicações da RMN. Cite uma das principais aplicações na área 
da saúde. 
 
Química: Análise estrutural de compostos orgânicos e inorgânicos; Industria do 
Petróleo (catalisadores); Polímeros; Estudos de Interações moleculares. Industria 
Farmacêutica: Controle de qualidade de fármacos. Bioquímica: Estudos da estrutura 
(enovelamento) de proteínas e peptídeos em solução. Saude: Diagnóstico por imagem. Também 
está presente em: Analise de Alimentos, metabolômica, produtos naturais, analises clinicas e 
toxicologias, biologia molecular e ademais. 
Questão 05: O que é deslocamento químico em RMN. 
Compreende-se como deslocamento químico, a medida da distância, em Hz, entre o 
sinal medido e o sinal de referência. O ponto de referência para um espectro de RMN é dado 
pelo TMZ (tetrametilsilano) sendo definido pelo sinal do TMS (zero ppm). O deslocamento é 
expresso em valor pela formula (δ=distância do TMS em (Hz)/ freqüência de operação do 
aparelho (MHz)). 
 
7- BIBLIOGRAFIA 
 
Pavia, D.L. et al., Introdução à Espectroscopia, Ed. Cengage Learning, 2010. 
 
Bruice, P.Y. et al., Química Orgânica, Ed. Prendice Hall, 2004. 
 
SKOOG, Douglas A.; HOLLER, F. James; CROUCH, Stanley R. Principles of instrumental 
analysis. Cengage learning, 2017. 
LEITE, Lídia Lúcia Bezerra. Aplicação da espectroscopia de Ressonância Magnética Nuclear 
quantitativa de Hidrogênio (RMNq-1H) na área farmacêutica e afins. 2014.