A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
3 pág.
MANDADO DE SEGURANÇA

Pré-visualização | Página 1 de 1

AO EXCELENTÍSSIMO (A) SENHOR (A) DOUTOR (A) MINISTRO (A) PRESIDENTE (A) DO COLENDO SUPERIOR TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO ALFA
Sindicato, inscrito no CNPJ sob o nº, sedeado no Endereço, com endereço eletrônico por meio de seus procuradores signatários, conforme instrumento de procuração em anexo (Doc. 01), com endereço profissional sido à, local onde deverá receber as intimações e notificações de estilo, vem à presença V. Exa., com fulcro do Art.5º, Inciso LXIX da CRFB c/c a Lei 12.016/1998 Impetrar o presente mandado de segurança em face de ato ilegal e arbitrário praticado por Nome, cargo, Estado civil, inscrito no CPF sob o nº, podendo ser localizado em endereço, cidade, Estado, neste ato designado como autoridade coatora, pelos fatos e fundamentos jurídicos adiante consignados. 
MANDADO DE SEGURANÇA COM PEDIDO LIMINAR REPRESSIVO
DO CABIMENTO
Registra o cabimento da presente ação constitucional, que busca impugnar o ato de omissão a autoridade coatora, que viola o Direito Líquido e certo do impetrante, na forma do dispositivo da Lei 12.016/2019 e no Art. 5º, inciso LXIX da CRFB “in verbis”: 
Conceder-se-á mandado de segurança para proteger direito líquido e certo, não amparado por habeas corpus ou habeas data, quando o responsável pela ilegalidade ou abuso de poder for autoridade pública ou agente de pessoa jurídica no exercício de atribuições do Poder Público.
DOS FATOS
Os respectivos funcionários que se encontra em representação postulatória do impetrante, exercem atividades laborais a título de vinculação empregatícia, possuindo suas atividades em esquema de plantões, como aderido pela categoria dos profissionais de saúde. Ocorre que os impetrantes em que exercem atividades noturnas em sua totalidade de proventos, encontra-se sem adição do provento de adicionais noturno, o qual faz jus o seu recebimento por exercerem atividades no período das 22:00 as 05:00 como previsto em dispositivo de Lei. 
II – DO DIREITO
DOS PRESSUPOSTOS DA MEDIDA LIMINAR
Este requerimento deixa claro o comprimento dos requisitos ao Artigo 300 da lei 13.105/2015, observando que a renda salaria possui natureza alimentar e impacta diretamente a manutenção da vida e a dignidade da pessoa humana no que tange periculum in mora. Ressaltada fumus boni iuris conforme relatórios de ponto e comprovantes de pagamentos, fica evidenciada a ausência deste proventos o qual possui previsão legal em texto de lei, remissivo ao Artigo 73 da CLT.
Assim requer, a concessão da liminar e seus efeitos até a decisão final de vossa excelência.
DO DIREITO LÍQUIDO E CERTO
Vale salientar a Vossa excelência, que o impetrado alega que diante a inexistência de uma legislação estatual especifica, não deve ser desembolsado este erário aos cofre públicos o que não está em conformidade aos entendimentos dos tribunais, que vem de forma pacificada em sua maioria das decisões que na ausência de uma lei especifica de estatuto de Servidores públicos, deve ser aplicada de forma analógica a CLT na perspectiva de não acarretar prejuízos aparte hipossuficiente das relações trabalhistas que figura como o trabalhador. Afinal, o exercício de suas competências legislativas constitucionais, cada ente federado é dotado de autonomia política, inexistindo subordinação entre estes. No eventual conflito, a lei que prevalecerá será aquela oriunda do ente federado competente para o tratamento da matéria, conforme a repartição de competências estabelecida na CF/1988 :
Art. 22. Compete privativamente à União legislar sobre:
I - direito civil, comercial, penal, processual, eleitoral, agrário, marítimo, aeronáutico, espacial e do trabalho;
O que no caso em analise se enquadra, pela plena operacionalidade e aplicabilidade da lei 5.452 de 01 de maio de 1943.
Em analise aos relatos mencionados acima, como devidamente comprovado aos autos em documentação anexo o vínculo empregatício e jornada de trabalho dos respectivos impetrante, torna-se evidente o acréscimo de 20% nas respectivas horas trabalhadas a título de adicional noturno com se é aduzido no Art. 73 da CLT:
 Salvo nos casos de revezamento semanal ou quinzenal, o trabalho noturno terá remuneração superior a do diurno e, para esse efeito, sua remuneração terá um acréscimo de 20 % (vinte por cento), pelo menos, sobre a hora diurna. 
§ 1º A hora do trabalho noturno será computada como de 52 minutos e 30 segundos. (Redação dada pelo Decreto-lei nº 9.666, de 1946)
§ 2º Considera-se noturno, para os efeitos deste artigo, o trabalho executado entre as 22 horas de um dia e as 5 horas do dia seguinte. (Redação dada pelo Decreto-lei nº 9.666, de 1946)
§ 3º O acréscimo, a que se refere o presente artigo, em se tratando de empresas que não mantêm, pela natureza de suas atividades, trabalho noturno habitual, será feito, tendo em vista os quantitativos pagos por trabalhos diurnos de natureza semelhante. Em relação às empresas cujo trabalho noturno decorra da natureza de suas atividades, o aumento será calculado sobre o salário mínimo geral vigente na região, não sendo devido quando exceder desse limite, já acrescido da percentagem.
§ 4º Nos horários mistos, assim entendidos os que abrangem períodos diurnos e noturnos, aplica-se às horas de trabalho noturno o disposto neste artigo e seus parágrafos.             
§ 5º Às prorrogações do trabalho noturno aplica-se o disposto neste capítulo. 
Não restando dúvida ao direito líquido e certo, a serem aplicados desta forma pede deferimento destes pedidos.
DOS PEDIDOS
Em face do exposto, requer a vossa excelência:
 
· A realização de audiência de conciliação ou mediação;
· Que se notifique o coator do conteúdo da petição inicial, enviando-lhe a segunda via apresentando com as copias dos documentos, afim de que no prazo, dez dias prestar as informações;
· Que se de ciência do feito ao órgão de representação judicial da pessoa jurídica interessada;
· A intimação do representante do ministério público;
· Juntada de provas pré-constituídas;
· Confirmação da Liminar;
· A prioridade de tramitação
.
Dá-se à causa o valor de provisório alçada R$ 500.000,00
Cidade – xx/xx/xxxx
_______________________
ADVOGADO OAB XXX