A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
19 pág.
Saúde Ambiental

Pré-visualização | Página 6 de 6

inscrutações, de modo a comprometer a estética e funcionamento destes. As incrustações podem ser um campo fértil para proliferação de bactérias, possivelmente por dificultar o contato entre o cloro e microrganismos. 
	Não existem estudos científicos conclusivos relacionando a dureza da água com problemas de saúde humana, porém existem indícios de que o consumo de água dura possa causar uma maior incidência de casos de cálculo renal. 
	Existem formas de reduzir os danos causados pela dureza da água, uma das técnicas mais utilizadas é o abrandamento (descalcificação), esta técnica consiste na passagem da água por resinas trocadoras de íons (permutadoras) que capturam os cátions de cálcio e magnésio. Os principais descalcificantes são o ácido citríco e ácido lático. 
	A dureza total é a soma da dureza temporária (carbonatos e bicarbonatos, pode ser eliminada pela fervura) com a dureza permanente (magnésio e cálcio, se mantém após fervura e está associada a anions sulfato, cloreto e nitrato). Para determinar a dureza utilizamos a concentração em ppm ou mg/L de carbonato de cálcio. Os níveis de dureza para uma determinada comunidade são varáveis, e a aceitação do nível é baseada na preferência do consumidor. Dentro da portaria o valor máximo permitido é 500mg/L, o que é classificado como alta dureza.
	Para detecção da dureza é utilizada a volumetria de complexação: como titulante utilizamos solução de agente complexante (normalmente EDTA), e como indicador utilizamos indicadores complexométricos – metalacrômicos, como por exemplo, murexida, negro de eriocromo (NET), preto de eriocromo Y, preto sulfon rápido e vermelho de eriocromo B. Para a reação ocorrer é necessário que o pH esteja em torno de 10.
	O método mais utilizado em laboratórios é com o indicador negro de eriocromo t (NET), que passa da cor rosa para cor azul em soluções com alta concentração de cátions metálicos bivalentes (cálcio e magnésio). 
Figura 6 Fluoxograma análise da dureza total da água
	Para determinar só a presença de cálcio utilizamos o indicador murexida, o qual se liga somente aos íons cálcio. O ponto final da reação é na cor violeta, e o pH deve estar entre 12-13 para a análise. Para determinar o magnésio é só subtrair do valor da dureza total a dureza do cálcio. 
Cloretos (Cl-)
 
		
Natalia Petry
Natalia Petry