A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
239 pág.
Dissertacao Elisa de Campos Borges

Pré-visualização | Página 1 de 50

ELISA DE CAMPOS BORGES 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
O PROJETO DA VIA CHILENA AO SOCIALISMO DO PARTIDO COMUNISTA 
CHILENO: “NEM REVISIONISMO, NEM EVOLUCIONISMO, NEM 
REFORMISMO, NEM CÓPIAS MECÂNICAS” 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Pontifícia Universidade Católica 
São Paulo - 2005 
 
 ii
 
ELISA DE CAMPOS BORGES 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
O PROJETO DA VIA CHILENA AO SOCIALISMO DO PARTIDO 
COMUNISTA CHILENO: “NEM REVISIONISMO, NEM EVOLUCIONISMO, 
NEM REFORMISMO, NEM CÓPIAS MECÂNICAS” 
 
 
 
 
Dissertação apresentada à Banca Examinadora 
da Pontifícia Universidade Católica – PUC de 
São Paulo, como exigência parcial para a 
obtenção do título de MESTRE em História 
Social, sob a orientação do Prof. Dr. Antônio 
Rago Filho. 
 
 
 
 
 
 
Pontifícia Universidade Católica 
São Paulo - 2005 
 iii
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 _______________________________________ 
 _______________________________________ 
 _______________________________________ 
 
 
 iv
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
À minha mãe, poetisa, guerreira que muito me 
ensinou a lutar pelos meus sonhos. 
 
À memória do meu pai, Dirceu Borges Ramos, 
militante estudantil que chorava quando nos 
contava a luta contra a ditadura brasileira. 
 
À todos aqueles que acreditaram num novo projeto 
e resistiram aos canhões e porões da ditadura 
chilena. 
 
 
 v
AGRADECIMENTOS 
 
 Ao final de cada trabalho parece que temos ainda muito mais a contribuir, a 
pesquisar e a questionar. É com esse sentimento que escrevo esse agradecimento, tendo a 
certeza que este trabalho terá continuidade, quem sabe, num futuro próximo. 
 Gostaria de agradecer inicialmente à CAPES pela bolsa concedida, pois sem ela não 
seria possível a realização dessa pesquisa. 
 Ao Professor Dr. Antonio Rago Filho, meu orientador, por acolher uma 
“estrangeira” e desde o primeiro momento incentivar e apoiar a realização deste trabalho. 
Obrigada pela paciência. 
 À Professora Dra. Vera Lucia Vieira e à Professora Dra. Maria Aparecida de Souza 
Lopes por comporem a Banca de Qualificação, oferecendo sugestões importantes a esta 
pesquisa. 
 A minha mãe, poetisa Heloisa, que foi sempre minha maior incentivadora a 
aprofundar meus estudos. Obrigada pelas correções dos meus textos que sempre chegavam 
muito em cima da hora! 
 Aos meus irmãos Rogério e Carolina. 
Aos amigos do Partido Comunista do Brasil que sempre torceram por mim, com 
destaque para Ricardo Abreu, sempre a me incentivar e ajudar a concretizar a possibilidade 
de me tornar mestra; ao José Reinaldo que fez contato com o PC Chileno; ao professor 
Augusto Buonicori pelas sugestões. 
 À União da Juventude Socialista, que possibilitou minha ida à Santiago. 
 Ao Partido Comunista Chileno e às Juventudes Comunistas do Chile pela forma 
carinhosa que me acolheram neste fantástico país, tão marcado e ferido pela ditadura militar 
e ainda com um povo surpreendentemente lutador! 
 Meus agradecimentos especiais à Marcela Spíndola, Sergio Sepulvida, César, 
Mônica, Cecília e tantos outros. Obrigada por me apresentar à obra de Vitor Jara, Violeta 
Parra, as empanadas Chilenas, pelas discussões no Café Brasil, pelas ajudas nos Arquivos, 
na articulação das entrevistas, nas visitas aos museus, ao Cemitério Central, parques etc. 
Sem vocês, esse trabalho não seria possível e tenho muita consciência disso. 
 Aos dirigentes partidários Luis Corvalan e Eliana Aranivar pela entrevista. 
 vi
 Ao Instituto de Ciências Alejandro Lipschutz, que mesmo tendo sua sede em 
reforma, possibilitou a consulta de parte de seu acervo para minha pesquisa. 
 Às minhas amigas de apartamento, Carla, Daniela, Kathia, Fabiana, que agüentaram 
por dois anos (no mínimo) a minha obsessão pelo Chile, meu mau humor, as angústias, as 
alegrias e tristezas. Obrigada por acreditarem no meu trabalho e me ajudarem a nunca 
desistir. 
 Às amigas de muito tempo Alessandra, Juliana, Luiza e Fabiana Pinto. 
 Agradeço sinceramente aos amigos André (que me cedeu a passagem de ida e volta 
para o Chile, nunca vou me esquecer disso), Wadson, George, Julio, Fernando e Luciano, 
por compreenderem o momento especial que é o de cursar um mestrado com a necessária 
dedicação que ele requer, saibam que vocês também são responsáveis por esse caminhar. 
 A todos aqueles que de forma direta ou indireta tiveram sua contribuição neste 
trabalho, às vezes sem nem saber o quanto estavam ajudando. 
 Àqueles que lutaram ou que ainda lutam pela construção de uma sociedade mais 
justa e não poupam esforços e nem a vida na luta em defesa de um novo projeto, contra a 
ditadura e à punição daqueles que tiraram e tiram a esperança de tanta gente. 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 vii
RESUMO 
 
 
 Este trabalho tem como proposta conhecer, compreender e acompanhar o esforço 
para a implantação do projeto “via chilena ao socialismo”, idealizado pelo Partido 
Comunista do Chile. Este projeto propunha a passagem do regime capitalista chileno para o 
socialista a partir da manutenção da institucionalidade, sem insurreições ou luta armada. 
Essa formulação teve uma grande repercussão no projeto político da Unidade Popular que 
levou à Presidência da República Salvador Allende em 1970. 
Para realizar essa pesquisa foram utilizadas como fonte uma bibliografia sobre a 
Unidade Popular, sobre o nosso objeto de pesquisa, diversos documentos do PC, assim 
como depoimentos pessoais que se constituem fonte oral para estudos da História. 
 Na introdução, realizamos uma caracterização do PC e do projeto que se desdobrará 
no primeiro e segundo capítulo, assim como uma contextualização do sistema econômico e 
político chileno. No Capítulo I levantamos algumas discussões realizadas sobre a via 
“pacífica” ao socialismo. Também procuramos identificar o desenvolvimento político do 
Partido Comunista através da sua política de alianças e seus fundamentos em diversas 
eleições presidenciais. 
Procuramos no Capítulo II refletir como as questões apontadas no capítulo anterior 
vão influenciar na formulação da Revolução Chilena, sua repercussão entre os partidos de 
esquerda e a consolidação da Unidade Popular para disputar as eleições de 1970. 
 No Capítulo III procuramos então, analisar a partir dos documentos partidários do 
PC escrito entre 1970 e 1973, o comportamento político desse partido no cotidiano do 
governo Allende. 
 
 
 
PALAVRAS CHAVES: Partido Comunista do Chile, Socialismo, Unidade Popular, Via 
chilena ao Socialismo. 
 
 
 
 viii
ABSTRACT 
 
 
 This work have as purpose to know, to comprehend and to attend the effort for the 
introduction of the project “the chilean way to socialism” idealized by the Communist Party 
of Chile. This project has purposed the passage from chilean capitalist regime to socialism 
based on the maintance of the establishment, without insurrections or armed conflicts. Such 
formulation had a great repercussion in the political project of the Popular Unity, wich had 
conducted Salvador Allende to Presidency of the Republic in 1970. 
 To accomplish this research it was made use of a bibliography as source about the 
Popular Unity and about the subject of our research, many documents from the Communist 
Party, and personal witness by the same way, which constitutes oral source for the studies 
in History. 
 In the Introduction, we had made a characterization from the Communist Party and 
from the original project of this research, that will be separated into the first and the second 
chapters, such as a chilean political and economical contextualization. In Chapter I we had 
upraised some arguments

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.