A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
21 pág.
Avaliação Postural com tópicos em Terapia Manual

Pré-visualização | Página 3 de 3

comuns, gerando dores 
irradiadas por todo percurso da raiz nervosa, dor difusa, com sensação de parestesias, sensação de 
peso e cansaço oriundos da retração dos escalenos com compressão do plexo braquial, já que o 
plexo braquial passa entre as fibras do escaleno médio e anterior.
A terapia Manual com técnicas de mobilização neural, pompage cervical e liberação miofascial são 
de grande valia no tratamento dessas disfunções. 
Pompage Cervical
Pompage Cervical com componente sensibilizador
Na pompage é possível liberar o tecido conjuntivo com trações associadas à respiração, promo-
vendo o relaxamento muscular, melhora da circulação, hidratação articular, alivio da dor. Durante a 
realização da pompage recrutamos trapézio superior, esternocleidomastoideo e escalenos.
Liberação Miofascial é técnica que atua na liberação manual da fascia, tecido conjuntivo fibroso 
que envolve o músculo com intuito de aumentar a ADM e sua qualidade. A liberação Miofascial au-
menta a amplitude de movimento, promove a extensibilidade muscular, alivia dores e restabelecem 
movimentos e a qualidade dos mesmos.
Na liberação miofascial de trapézio posicionamos o paciente/aluno em decúbito dorsal, realizamos 
uma leve lateralização e rotação cervical e com instrumento vamos deslizando pelas fibras muscu-
lares tensionadas.
Liberação Miofascial de trapézio
Mobilização Neural - Nervo Mediano com componente
sensibilizador
A mobilização neural é um método de manipulação neural, que visa restaurar o movimento e elas-
ticidade, equilibrando não só a função neural mais também o sistema musculoesquelético ao qual 
o nervo manipulado se insere. Tem sido utilizada como avaliação e tratamento das disfunções do 
sistema nervoso (SN).
Na mobilização de nervo mediano o paciente é posicionado em decúbito dorsal, o examinador es-
tabiliza ombro a ser testado e realiza uma abdução com rotação externa do membro com extensão 
de cotovelo. A abdução deve ser em torno de 90° graus e, com o antebraço supinado, fazemos a 
extensão dos dedos e punho. 
. Se o paciente sentir dor e essa dor, assim como os sintomas piorarem após o paciente afastar a 
cabeça do lado a ser testado e amenizar quando ele aproxima, o nervo mediano estará comprimi-
do. 
. Terapia Manual na Torácica
Na região torácica o aumento da curvatura convexa posterior denominada cifose em ângulo maior 
que 40° graus de convexidade posterior, é classificada como hipercifose. Esse desvio postural está 
relacionado a má postura e o encurtamento de peitoral e fraqueza de paravertebrais é um mecanis-
mo comum na hipercifose torácica.
Liberação miofascial dessa musculatura (peitoral) e posturas de reeducação postural global diminui 
o mecanismo da hipercifose torácica.
Mobilização Nervo Mediano
Postura RPG
Liberação Miofascial de peitoral
Na postura o paciente deve manter o alinhamento e o terapeuta vai corrigindo e alinhando o pa-
ciente, mantendo mecanismos de contração excêntrica em tronco.
. Terapia Manual na Lombar
A dor lombar é uma condição que pode atingir cerca de 80% das pessoas em algum momento da 
vida. Sedentarismo, má postura, fatores genéticos e ambientais, são alguns dos fatores predispo-
nentes de dores lombares. Um desvio postural comum nessa região é a hiperlordose lombar - au-
mento da curvatura lombar que acompanha o movimento da pelve em antiversão. O mecanismo 
já citado de forças compressivas e deslocamento do núcleo pulposo pode acarretar nas hérnias 
lombares e gerar compressões neurais.
Mobiliza o nervo ciático em todo o seu trajeto. Com o paciente em decúbito dorsal, terapeuta 
realiza flexão de quadril, mantendo a extensão de joelho. Realiza passivamente a dorsoflexão mo-
bilizando todo o trajeto do nervo ciático.
Mobilização neural - Nervo ciático
Conclusão
A avaliação minuciosa oferece ferramentas ao terapeuta para detectar as causas das disfunções e 
elencar condutas assertivas que promovam a evolução do paciente. Ao tempo em que os objetivos 
ficam mais claros, a premissa ao sucesso do tratamento é maior o que irá acarretar em atrativo a 
novos clientes.
 
Associar técnicas de terapia manual no processo de tratamento dos pacientes/alunos potenciali-
zam os resultados, sendo bastante eficaz no tratamento das disfunções musculoesqueléticas.