A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
4 pág.
1 Acúmulos intracelulares

Pré-visualização | Página 2 de 2

→ Derivados da hemoglobina (pigmentos biliares, hematoidina, etc.), Melanina, Ácido homogentísico 
e Lipofuscina 
 Pigmentos biliares → Hemácias velhas se dissociam do grupamento heme, que é metabolizado pelos monócitos, 
gerando primeiramente biliverdina e depois em bilirrubina não conjugada. Essa bilirrubina, quando é conjugada no fígado, 
torna-se a bilirrubina conjugada. A bilirrubina precisa se manter em níveis muito baixos no corpo e, uma vez que esses 
níveis se elevam, levam a um sinal químico chamado de icterícia. A deposição de bilirrubina nos tecidos e nos órgãos 
deixam esse local mais amarelado. A bilirrubina pode ser eliminada pelas fezes ou urina, sendo usadas para medições do 
nível de hidratação 
 Melanina → Melanócitos na pele produzem melanina, que é espalhada pela pele 
Pigmentos exógenos → São pigmentos que entram em contato com nosso organismo e não temos maquinaria para 
metaboliza-los 
 
Minerais 
 
Cálcio → Calcificação distrófica (quando há um tecido morrendo por necrose, o cálcio tende a se acumular nos 
fosfolipídios) e calcificação metastática (acontece nos tecidos normais, em quadros de hipercalcemia) 
No acúmulo de cálcio podem ser formados pedras nos rins 
Ferro 
Magnésio 
Outros