A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
4 pág.
PROVA SOCIEDADES ANÔNIMAS A2

Pré-visualização | Página 1 de 3

29/11/2020 Ilumno
ilumno.sgp.starlinetecnologia.com.br/ilumno/schedule/resultcandidatedetailprint/2637101/646be934-158b-11e8-9026-0242ac11002b/ 1/8
Local: C424 - On-line - Bloco C - 4º andar / Andar / Polo Tijuca / TIJUCA 
Acadêmico: VIRSOA-001
Aluno: LUCAS BEZERRA AVILA 
Avaliação: A2-
Matrícula: 20181101633 
Data: 8 de Novembro de 2019 - 18:20 Finalizado
Correto Incorreto Anulada  Discursiva  Objetiva Total: 4,00/10,00
1  Código: 30394 - Enunciado:   Para quatro sociedades anônimas — X, Y, Z e W —, verifica-se que:    X detém 7% do
capital de Y e 11% do capital de W. Y detém 30% do capital de Z e 55% do capital de W. W detém 20% do capital de X.
  Considerando essa situação e que, no que se refere à participação acionária de uma sociedade em relação a outra,
as sociedades por ações são classificadas como coligadas, controladoras ou controladas, identifique a alternativa
correta.
 a) A sociedade Y é controladora de W, independentemente do tipo de ação (ordinária ou preferencial).
 b) De acordo com o conceito legal de sociedade controlada, a sociedade Z tem possibilidade de ser controlada
por Y.
 c) A sociedade X deverá obrigatoriamente, em seu relatório anual de administração, relacionar investimentos
feitos na companhia Y.
 d) Se a sociedade W for controladora de X, as ações de W pertencentes à companhia X não deverão ter direito
de voto suspenso.
 e) X e Y são sociedades coligadas, uma vez que a coligação ocorre quando uma sociedade participa de, no
mínimo, 7% do capital da outra, sem controlá-la.
Alternativa marcada:
a) A sociedade Y é controladora de W, independentemente do tipo de ação (ordinária ou preferencial).
Justificativa: Resposta correta:De acordo com o conceito legal de sociedade controlada, a sociedade Z tem
possibilidade de ser controlada por Y. Trinta por cento de participação no capital social da outra só deixa de
caracterizar uma coligação se, por acordo de acionistas, por exemplo, a sociedade assumir o controle de forma
permanente sobre a outra. Distratores:X e Y são sociedades coligadas, uma vez que a coligação ocorre quando uma
sociedade participa de, no mínimo, 7% do capital da outra, sem controlá-la. Errada. Sete por cento de participação
é considerado simples participação.A sociedade Y é controladora de W, independentemente do tipo de ação
(ordinária ou preferencial). Errada. A alternativa só seria verdadeira na hipótese de o capital referido (55% de W)
conferir poder de voto (ação ordinária).A sociedade X deverá obrigatoriamente, em seu relatório anual de
administração, relacionar investimentos feitos na companhia Y e mencionar modificações ocorridas durante o
exercício. Errada. Isso não é necessário, visto se tratar de simples participação.Se a sociedade W for controladora de
X, as ações de W pertencentes à companhia X não deverão ter direito de voto suspenso. Errada. As ações do capital
da controladora, de propriedade da controlada, terão suspenso o direito de voto, de acordo com o § 2º do artigo 244
da Lei das Sociedades Anônimas.
0,00/ 1,50
2  Código: 27903 - Enunciado:  A administração da sociedade anônima é dividida entre órgãos sociais que se
caracterizam como centro de poderes. A divisão ocorre para que atribuições específicas sejam remetidas aos órgãos
competentes, a fim de que, assim, haja maior eficiência administrativa. Fazendo uma comparação das diferenças de
funções entre os órgãos, pode-se afirmar que, nas sociedades anônimas:
 a) Os diretores são considerados administradores, e os membros do conselho de administração, responsáveis
pelo controle social.
 b) Os membros do conselho de administração necessitam invariavelmente ter domicílio no Brasil.
 c) Os diretores devem ser acionistas titulares de, ao menos, ações preferenciais.
 d) Os membros do conselho de administração devem ser brasileiros, necessariamente.
 e) As competências das assembleias gerais extraordinárias não estão relacionadas em dispositivo específico.
Alternativa marcada:
e) As competências das assembleias gerais extraordinárias não estão relacionadas em dispositivo específico.
Justificativa: Resposta correta:As competências das assembleias gerais extraordinárias não estão relacionadas em
dispositivo específico. O artigo 132 da Lei das Sociedades Anônimas traz os assuntos que competem à assembleia
geral ordinária. Assim, a competência das assembleias gerais extraordinárias é formada por exclusão, em relação à
competência das assembleias gerais ordinárias. Distratores:Os diretores devem ser acionistas titulares de, ao
menos, ações preferenciais. Errada. Não há necessidade de os diretores serem acionistas.Os membros do conselho
de administração devem ser brasileiros, necessariamente. Errada. A lei não faz qualquer menção à exigência de
nacionalidade brasileira.Os membros do conselho de administração necessitam invariavelmente ter domicílio no
Brasil. Errada. Os membros da diretoria é que necessariamente têm que ter residência no país.Para os efeitos legais
1,50/ 1,50
29/11/2020 Ilumno
ilumno.sgp.starlinetecnologia.com.br/ilumno/schedule/resultcandidatedetailprint/2637101/646be934-158b-11e8-9026-0242ac11002b/ 2/8
de responsabilidade, os diretores são considerados administradores, e os membros do conselho de administração,
responsáveis pelo controle social. Errada. A alternativa classifica os membros do conselho de administração como
responsáveis pelo controle social. Na verdade, os administradores são tanto os diretores como os membros do
conselho de administração.
3  Código: 27627 - Enunciado:  Quando se fala em empresas de sociedade anônima, rapidamente vêm à nossa cabeça
as empresas que são listadas na bolsa de valores. Essa ideia não é errada, mas as empresas S.A. são muito mais do
que isso. Elas podem ser de capital aberto, que são as listadas na bolsa de valores, ou de capital fechado. Analise as
diversas estruturas societárias existentes e identifique uma das formas de expressão da sociedade anônima.
 a) Não se sujeita à falência.
 b) Pode ser adotada por cooperativas.
 c) Não pode obter concordata.
 d) É sempre mercantil e se rege pelas leis e usos de comércio.
 e) Pode ser adotada por sociedade de advogados.
Alternativa marcada:
d) É sempre mercantil e se rege pelas leis e usos de comércio.
Justificativa: Resposta correta:É sempre mercantil e se rege pelas leis e usos de comércio.Até a promulgação do
Código Civil de 2002, as sociedades eram divididas em mercantis e civis. Eram consideradas mercantis as
sociedades cujo objeto consistisse na prática de atos de comércio, estes listados no Regulamento nº 737 de 1850, e
civis, aquelas cujas atividades fossem voltadas à prestação de serviços de profissões regulamentadas, atividades
agroindustriais, bem como aquelas atividades que não pudessem ser enquadradas como mercantis. Porém, a
sociedade anônima, por determinação do art. 2º da Lei das Sociedades Anônimas (Lei nº 6.404/1976), era sempre
considerada mercantil, independentemente da atividade desenvolvida.O Código Civil de 2002 unificou o direito
privado brasileiro, incorporando a ideia da empresa como atividade econômica organizada para produção ou
circulação de bens ou serviços, e a figura do empresário como “quem exerce profissionalmente atividade
econômica organizada para a produção ou a circulação de bens ou de serviços” (art. 9.676 do Código Civil de
2002).Foi abandonada a designação de sociedades mercantis e civis, e surgiu uma nova distinção entre sociedades
simples e sociedade empresária. Não há na nova lei definição própria de “sociedade empresária”, mas seu conceito
relaciona-se diretamente com o de empresário, conforme disposto no artigo 982 do Código Civil de 2002: “Salvo as
exceções expressas, considera-se empresária a sociedade que tem por objeto o exercício de atividade própria de
empresário sujeito a registro (art. 967); e, simples, as demais.” Contudo, em relação às sociedades anônimas,
estabelece o parágrafo único do mesmo artigo 982 que serão sempre empresárias, independentemente da atividade
que exerçam. Distratores:Pode

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.